United sucumbe perante Fenerbahçe com golaços de Sow e Lens e perde liderança do Grupo A

Clube turco chega à liderança da chave com resultado positivo; Red Devils caem para a terceira posição e classificação pode estar ameaçada

United sucumbe perante Fenerbahçe com golaços de Sow e Lens e perde liderança do Grupo A
Foto: Oktay Cilesiz/Anadolu Agency/Getty Images
Fenerbahçe
2 1
Manchester United
Fenerbahçe: Volkan; Sener, Kjaer, Skrtel e Hasan Ali; Topal, Souza e Alper (Neustadter, min. 82'); Lens, Sen (Emenike, min. 68'), Sow (Ismail, min. 86')
Manchester United: De Gea; Darmian, Blind, Rojo e Shaw; Schneiderlin (Juan Mata, intervalo), Herrera, Rashford, Pogba (Ibrahimovic, min. 30') e Martial; Rooney
Placar: 1-0, min. 2', Sow 2-0, min. 60', Lens 2-1, min. 90', Rooney
ÁRBITRO: Milorad Mažić (SER) | Cartões Amarelos: Schneiderlin (min. 13'), Herrera, (min. 19'), Mata (min. 73'); Volkan (min. 43'), Alper (min. 56'), Skrtel (min. 71'), Sener (min. 84'), Souza (min. 90+4')
INCIDENCIAS: Partida válida pela quarta rodada da fase de grupos da Europa League, realizada no Estádio Şükrü Saraçoğlu

Tentando afastar de vez a má fase, o Manchester United visitou nesta quinta-feira (3) o Fenerbahçe no Estádio Şükrü Saraçoğlu na Turquia, em confronto válido pela quarta rodada da fase de grupos da Uefa Europa League. Com golaços de Sow Lens, os turcos fizeram o dever de casa e derrotaram o clube inglês por 2 a 1, aumentando a crise na equipe de Manchester; Rooney descontou para os visitantes.

Com o resultado, os comandados de José Mourinho caem para a terceira posição com seis pontos; já o Fenerbahçe assume a ponta da tabela com sete com apenas quatro. A próxima rodada da competição europeia ocorre em três semanas.

Já nos torneios nacionais ambas as equipes entram em campo neste domingo (6): o United visita o Swansea no Liberty Stadium às 13h, enquanto o Fenerbahçe visita o Akhisar às 14h.

Sow abre o placar logo no início e desestabiliza United

Mantendo o 4-2-3-1, Mourinho apostou em um setor central mais móvel e dinâmico, com Schneiderlin Herrera como primeiros meias e Pogba mais adiantado ao lado dos pontas Rashford Martial.

Logo aos 2', Sow recebeu entre Blind e Rojo e aplicou um golaço de bicicleta em cima de De Gea. 1 a 0 para os donos da casa logo nos primeiros minutos. Os minutos seguintes foram de United tentando atacar, mas pecando no último passe. Piorando a situação, Pogba saiu lesionado aos 30' para a entrada de Ibrahimovic, recuando Rooney para o meio-campo.

Sem criatividade, os visitantes pressionavam o adversário, tinham a superioridade na posse de bola mas não demonstravam perigo ao gol de Volkan. O primeiro tempo chegou ao fim sem sustos para os torcedores e jogadores turcos.

Gol no início deixou situação de Mou ainda mais complicada | Foto: Metin Pala/Anadolu Agency/Getty Images
Gol no início deixou situação de Mou ainda mais complicada | Foto: Metin Pala/Anadolu Agency/Getty Images

Lens amplia com golaço de falta e garante vitória dos anfitriões

Precisando do resultado, Mourinho sacou Schneiderlin e colocou Juan Mata para uma melhor distribuição no setor ofensivo. Porém, a mudança não surtiu efeitos aparentes e a situação para o United ainda piorou.

Ibra fez falta na intermediária do Fener aos 60' e com uma cobrança perfeita, Lens estufou as redes de De Gea - estático no lance. Como última cartada, o comandante português efetuou a entrada de Mkhitaryan para a saída de Rashford tentando diminuir o prejuízo.

Abdicando da posse de bola, os donos da casa investiam nos contra-ataques e chegaram com bastante pergio em duas oportunidades com Emenike, mas ambas pararam em defesas de De Gea. O Fener tinha tanta tranquilidade no jogo que aos 80', a torcida começou a gritar 'oléa cada toque dos anfitriões.

Dez minutos depois, Rooney disparou de longa distância e conseguiu diminuir o marcador. Com o gol, o inglês se igualou a Ruud van Nistelrooy como o maior goleador da história do United em competições europeias: 38 gols.

O confronto chegou ao fim com enorme comemoração por parte dos torcedores presentes no Estádio Şükrü Saraçoğlu. Pelo lado inglês, enorme frustração por mais um resultado negativo sob o comando de Mourinho, que vê sua situação ficando ainda mais complicada com a queda à terceira posição do Grupo A, além da péssima oitava colocação na Premier League.

Ibra tem mais uma atuação pífia e segue devendo no United | Foto: Chris McGrath/Getty Images
Ibra tem mais uma atuação pífia e segue devendo no United | Foto: Chris McGrath/Getty Images