Com retorno de Falcao García, Colômbia enfrenta Chile pelas Eliminatórias

Atacante não defendia a seleção há mais um ano; dos lados chilenos, Alexis Sánchez é dúvida

Com retorno de Falcao García, Colômbia enfrenta Chile pelas Eliminatórias
No primeiro turno, equipes ficaram no empate por 2 a 2 (Foto: Getty Images)
Colômbia
Chile
Colômbia: Ospina; Santiago Arias, Murillo, Yerry Mina e Farid Díaz; Carlos Sánchez, Abel Aguilar, James Rodriguez e Juan Cuadrado; Luis Muriel e Carlos Bacca (Falcao García).
Chile: Bravo; Maurício Isla, Roco, Gonzalo Jara e Beausejour; Aránguiz, Marcelo Diaz e Arturo Vidal; Eduardo Vargas, Alexis Sanchez (Fábian Orellana) e Esteban Paredes.
ÁRBITRO: Wilton Pereira Sampaio (BRA), auxiliado por Kléber Lúcio Gil (BRA) e Bruno Boschilla (BRA).
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 11ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo 2018, a ser disputada no Estadio Metropolitano Roberto Melendez, em Barraquilla.

Na briga por um lugar entre os quatro primeiros colocados que vão ao Mundial da Rússia, o Estádio Metropolitano Roberto Melendez, em Barranquilla, na Colômbia, deve receber uma grande partida. Nesta quinta-feira (10), às 18h30 (de Brasília), Colômbia e Chile entram em campo pela 11ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo 2018. A partida marca o retorno de Falcao García à seleção de Los Cafetones, enquanto do lado chileno, a novidade fica por conta do veterano Esteban Paredes, artilheiro do Colo Colo.

O último jogo entre as seleções no Estádio Metropolitano Roberto Melendez, em Barranquilla, aconteceu em 2013, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2014. Em partida emocionante de seis gols, as equipes ficaram no empate por 3 a 3. O Chile saiu na frente e abriu 3 a 0 no placar, com Arturo Vidal e Alexis Sánchez, duas vezes. No segundo tempo começou a reação colombiana, que buscou o empate com Teófilo Gutiérrez e dois gols de pênalti de Falcao García.

No primeiro turno das Eliminatórias, em novembro de 2015, as equipes também ficaram no empate. A partida aconteceu no em Santiago, no Chile. Vidal marcou para os donos da casa, enquanto James Rodríguez deixou tudo igual no empate por 1  a 1.

Falcao retorna após mais de um ano

O que chamou a atenção no treino comandado pelo técnico José Pekerman, foi o aparecimento de Falcao García, que desembarcou em Barraquilla no último domingo (6), para se apresentar à seleção. O atacante do Mônaco não escondeu a felicidade de poder voltar a defender as cores de país após mais de um ano.

"Estou feliz por esta nova oportunidade. Eu tenho trabalhado o suficiente para voltar à seleção da Colômbia e espero contribuir ao máximo para a equipe. Foi uma convocação que estava esperando a um longo tempo. Graças a Deus pude jogar, marcar gols e fazer méritos para estar aqui", declarou Falcao, que não atua pela seleção desde o dia 13 de outubro de 2015.

Além dele, Pekerman vai contar com outra novidade. Jonathan Copete, atacante do Santos, foi convocado pela primeira vez para defender a Colômbia. Com nove gols e cinco assistências nas 27 partidas pelo Peixe, o jogador aproveitou o ocorrido para agradecer a equipe santista.

Essa convocação me fez lembrar de tudo o que passei para chegar até aqui. Agradeço todos os clubes que me deram a oportunidade de jogar, desde a base até hoje. Aprendi um pouco em cada time, em cada país, e estou muito feliz. E agradeço especialmente ao Santos, que foi fundamental e me ajudou a realizar o meu sonho e o de toda a minha família. Meu pai deve estar muito orgulhoso, onde quer que ele esteja”, afirmou.

A Colômbia é a quarta colocada, com 17 pontos – quatro atrás do Brasil, que é o líder. Depois desta partida, a equipe vai até San Juan, enfrentar a Argentina, na terça-feira (15).

Goleador do Colo Colo é chamado

Se há retornos do lado colombiano, em La Roja não é diferente. Após pouco mais de um ano, Esteban Paredes voltou a ser chamado pelo técnico Juan Antonio Pizzi. O atacante tem sido o principal atleta do Colo Colo na atual temporada.

"Estou feliz em se reunir novamente com a minha equipe. Ele (Pizzi) me pegou em um bom momento físico e futebolístico. Eu não falei com Pizzi, mas espero fazer uma contribuição, jogando ou não jogando”, declarou o jogador, que se diz orgulhoso em poder voltar a defender a seleção mesmo aos 36 anos de idade. “Para mim é uma honra. Eu aprecio muito a comissão técnica e espero responder essa confiança”, acrescentou.

Além de Paredes, Pizzi convocou outros nove atletas que atuam no futebol chileno. Quem ficou de fora, foi o meia Jorge Valdívia, do Al Wahda.

A preocupação para Pizza fica voltada a Alexis Sanchez. O atacante deixou o treino com dores e virou dúvida para o jogo. Seu provável substituto seria Fábian Orellana, mas o jogador do Celta de Vigo não está 100%. Ficou, inclusive, fora do jogo do último final de semana, pelo Campeonato Espanhol.

Após enfrentar a Colômbia, a equipe receberá o Uruguai, na próxima terça-feira (15), em Santiago. A Roja é a quinta colocada nas eliminatórias, com 16 pontos.