Uruguai mantém invencibilidade em casa e derrota Equador

Uruguaios levaram o primeiro gol no Estádio Centenário desde o início da competição, mas venceram e conseguem continuar na cola do Brasil

Uruguai mantém invencibilidade em casa e derrota Equador
(Foto: Divulgação/FIFA)
Uruguai
2 1
Equador
Uruguai: Muslera; Maxi Pereira, Diego Godin, Coates, Silva; Arevalo Ríos, Sanchez (Corujo), Vecino, Stuani; Luis Suárez e Diego Rolán (Gastón Ramírez)
Equador: Dreer; Paredes, Achilier, Erazo, Ayoví; Ibarra, Noboa, Orejuela, Martínez (Marcos Caicedo), Bolaños (Cazares) e Caicedo
Placar: 1-0, min. 13, Coates; 1-1, min. 45, Caicedo; 2-1, min. 46, Rólon;
ÁRBITRO: VÍCTOR CARRILLO (PERU); Cartões amarelos para: Arévalo Ríos (URU); Orejuela e Fidel Martínez (EQU)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 11ª RODADA DAS ELIMINATÓRIAS SUL-AMERICANAS PARA A COPA DO MUNDO DE 2018, DISPUTADA NO ESTÁDIO CENTENÁRIO (URU)

Uruguai e Equador se enfrentaram em confronto que definiria a parte de cima da tabela das Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia 2018. Superiores, os uruguaios saíram vitoriosos do Estádio Centenário por 2 a 1 em resultado conquistado ainda no primeiro tempo. Agora, os donos da casa sustentam a incrível marca de nenhuma derrota em seus domínios. Os gols da partida foram marcados por Coates, aos 13 minutos, e Rólon, aos 46', para o Uruguai. Caicedo, aos 45', descontou para o Equador.

Depois de 11ª rodadas, o Uruguai levou o primeiro e único gol em sua casa nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Com defesa quase impenetrável e muita força ofensiva, os uruguaios passaram por cima do desfalque de Cavani, fora por lesão, e conseguiram a vitória sobre o Equador.

Com o resultado, o Uruguai chega aos 23 pontos e segue na vice-liderança e na cola do Brasil, que conseguiu vencer a Argentina e assegurou a ponta por mais uma rodada. Já o Equador estaciona nos 17 pontos e precisa de uma vitória se quiser continuar entre os quatro primeiros até o ano que vem.

Agora o Uruguai terá um duro confronto fora de casa, enfrentando um Chile que precisa muito da vitória se quiser entrar na zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018. As equipes se encontram em Santiago na terça-feira (15), às 21h30, e os uruguaios não contam com Luis Suárez, que está suspenso. Já o Equador volta para casa e joga, no mesmo dia, às 19h, contra a Venezuela.

Uruguai sai na frente, leva empate e faz mais um no primeiro tempo

Quem começou atacando foram os donos da casa. Logo nos dez primeiros minutos, o Uruguai controlou a bola e chegou com perigo em jogada construída por Luis Suárez, mas que foi para fora. Entretanto, os uruguaios não desistiram e utilizaram bem, aos 13 minutos, sua principal arma. Em escanteio cobrado pelo lado direito, a defesa do Equador vacilou feio e a bola sobrou para Coates, livre, empurrar para o fundo da rede e abrir o placar.

Após sair atrás, o Equador até tentou iniciar uma reação, mas o posicionamento ruim acabou atrapalhando em quase todas as tentativas. Com espaços, o Uruguai ainda conseguiu criar boas oportunidades, porém, errou na troca de passes. Já nos minutos derradeiros da partida, o duelo ficou bem equilibrado e as duas seleções conquistaram boas chances.

Depois de mais uma tentativa uruguaia, os equatorianos saíram em velocidade com Ibarra, que encontrou o artilheiro Caicedo sozinho para empatar o placar aos 45 minutos. No minuto seguinte, o Uruguai não sentiu em nada a igualdade no marcador e, em mais um vacilo do Equador, a bola bateu em Rólan e entrou, deixando os donos da casa novamente na frente antes do intervalo.

Uruguai segura vitória no segundo tempo

Já na etapa final, a partida começou a ter menos chances claras e mais faltas duras, tornando o confronto mais truncado. Ainda assim, as oportunidades começaram a aparecer para os dois lados, mas não foram aproveitadas com finalizações muito ruins e bom trabalho defensivo.

A partida seguiu morna e com muitos erros de passe, principalmente do Equador, que tinha dificuldade para passar da forte defesa uruguaia. Ao mesmo tempo, os donos da casa focaram em assegurar a vitória, sem arriscar muito ofensivamente. Sem tantos lances emocionantes nos minutos finais, o Uruguai saiu com a vitória por 2 a 1 e manteve a invencibilidade no país.