Guia VAVEL da Eurocopa Feminina 2017 – GRUPO D

Confira os detalhes de seleção a seleção do Grupo D, composto pela Escócia, Inglaterra, Espanha e Portugal

Guia VAVEL da Eurocopa Feminina 2017 – GRUPO D
Arte: Victor Hugo Lacerda/VAVEL.com

No dia 16 de julho do presente ano, as atenções do futebol feminino mundial estarão voltadas para a Europa, mais precisamente para a Holanda, onde o principal torneio de seleções do continente fará parte do calendário de 2017. Desta vez, mais recheada, com 16 seleções em disputa, a Eurocopa Feminina vai para a sua 12ª edição.

Disputada desde 1984, a Eurocopa deste ano, acontecerá nos Países Baixos pela primeira vez e terão sete cidades-sede: Breda, Deventer, Doetinchem, Enschede (palco da final), Rotterdam, Tilburg e Utrecht (palco da abertura). Serão 31 partidas disputadas em solo holandês, que culminará na grande decisão no dia 06 de agosto.

O número de confederações aumentou de 12 para 16, divididas em quatro grupos e estas são as que marcarão presença: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Escócia, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Islândia, Itália, Noruega, Portugal, Rússia, Suécia e Suíça. E, para ficar por dentro da competição, a VAVEL Brasil preparou um guia detalhando cada uma destas seleções que participarão do torneio.

Grupo D

Nas casas de apostas: 1º Inglaterra 2º Espanha 3º Escócia 4º Portugal.

Escócia

Nº de participações: estreia.

Campanha nas Eliminatórias: Fez parte do Grupo 1 e foi uma das melhores segundas colocadas, com 21 pontos em oito partidas, obteve sete vitórias e uma derrota, anotou 30 gols e sofreu 7, ficando à frente de Eslovênia, Bielorrússia e Macedônia.

Ranking Fifa: 21º

Estreia: 19/07/17 vs Inglaterra – Stadion Galgenwaard, Utrecht.

Elenco

Goleiras: Fay, Alexander, Lynn.

Defensoras: Barsley, Frankie Brown, Corsie, Dieke, Howard, Joelle Murray, McLauchlan, Smith.

Meias: Weir, Leanne Ross, Jo Love, Lauder, Evans, Cuthbert, Crichton, Arthur.

Atacantes: Jane Ross, Fiona Brown, Christie Murray, Clelland.

Desfalques: Kim Little, Jennifer Beattie.

Quem pode decidir: Jane Ross.

Fique de olho: Gemma Fay.

Foto: Frederick Breedon/GettyImages
Foto: Frederick Breedon/GettyImages

Goleira experiente de 35 anos, que joga pelo Stjarnan da Islândia, é um dos grandes nomes da história da seleção escocesa. Tem 200 aparições pela Escócia e continua sendo titular absoluta da equipe. Conhecida por pegar inúmeras cobranças de penalidades, a ágil arqueira vai disputar o torneio mais importante que seu país já participou. Depois da competição, deve anunciar sua aposentadoria.

Espanha

Nº de participações: 3 (Melhor resultado – 4º lugar em 1997).

Campanha nas Eliminatórias: Foi a primeira colocada do Grupo 2, com 24 pontos conquistados, obteve oito vitórias em oito partidas, anotou 39 gols e sofreu dois, ficando à frente de Portugal, Finlândia, Irlanda e Montenegro.

Ranking Fifa: 13º

Estreia: 19/07/17 vs Portugal – De Vijverberg, Doetinchem.

Elenco

Goleiras: Paños, Gallardo, Quiñones.

Defensoras: Paredes, Torrejón, Andrea Pereira, Léon, Ouahabi, Jiménez, Nicart, López.

Meias: Putellas, Losada, Caldentey, Sampedro, Torrecilla, Meseguer.

Atacantes: Hermoso, Mari Paz, Olga García, Latorre, Corredera, Esther González.

Desfalque: Andrea Falcón.

Quem pode decidir: Mari Paz Vilas.

Fique de olho: Jenni Hermoso.

Foto: Divulgação/FCBarcelona
Foto: Divulgação/FCBarcelona

Ninguém nesta temporada marcou mais gols que Jenni na Europa, foram 42 gols pelo Barcelona, onde ajudou o clube a chegar às semifinais da Champions Feminina pela primeira vez na história. A máxima goleadora do ano, também conquistou o título da Copa de la Reina. A atleta de 27 anos tem tudo para brilhar pela seleção nesta Euro e seguir triunfando com a equipe por muitos anos.

Inglaterra

Nº de participações: 8 (Melhor resultado – 2x Vice em 1984 e 2009).

Campanha nas Eliminatórias: Foi a primeira colocada do Grupo 7, com 22 pontos em oito partidas, obteve sete vitórias e um empate, anotou 32 gols e sofreu apenas um, ficando à frente da Bélgica, Sérvia, Bósnia e Estônia.

Ranking Fifa:

Estreia: 19/07/17 vs Escócia – Stadion Galgenwaard, Utrecht.

Elenco

Goleiras: Bardsley, Chamberlain, Telford.

Defensoras: Bassett, Bronze, Greenwood, Houghton, Potter, Alex Scott, Stokes, Stoney.

Meias: Bright, Christiansen, Jade Moore, Noobs, Jill Scott, Fara Williams.

Atacantes: Duggan, Kirby, Parris, Jodie Taylor, White, Carney.

Quem pode decidir: Karen Carney.

Fique de olho: Lucy Bronze.

Foto: Mitchell Leff/GettyImages
Foto: Mitchell Leff/GettyImages

Uma das melhores laterais direitas do mundo, Lucy tem faro de artilheira, mesmo atuando na linha defensiva. A atleta de 25 anos, que joga pelo Manchester City, foi eleita a melhor jogadora do ano no futebol inglês. Peça fundamental no sistema de Mark Sampson, a artilheira do City na Champions Feminina, promete ir longe com as lionesses na competição.

Portugal

Nº de participações: estreia.

Campanha nas Eliminatórias: Fez parte do Grupo 2 e foi uma das piores segundas colocadas, com 13 pontos em oito partidas, obteve quatro vitórias, um empate e três derrotas, anotou 15 gols e sofreu 11. Disputou uma fase de play-offs contra a Romênia e em dois empates (0x0 e 1x1), avançou à EURO com o gol marcado fora de casa.

Ranking Fifa: 38º

Estreia: 19/07/17 vs Espanha – De Vijverberg, Doetinchem.

Elenco

Goleiras: Patrícia Morais, Jamila, Rute Costa.

Defensoras: Matilde, Carole Costa, Sílvia, Raquel, Mónica.

Meias: Dolores Silva, Amanda da Costa, Neto, Tatiana Pinto, Andreia Norton, Vanessa, Mélissa, Suzane Pires, Ana Borges, Fátima Pinto.

Atacantes: Jéssica Silva, Laura Luís, Ana Leite, Carolina Mendes, Diana Silva.

Quem pode decidir: Cláudia Neto.

Fique de olho: Ana Borges.

Foto: Divulgação/FPF
Foto: Divulgação/FPF

Eleita a melhor jogadora portuguesa de 2016, a atleta de 27 anos, que atuava no Chelsea e reforçou o Sporting nesta temporada, será peça fundamental para sua seleção. Ana pode atuar nas alas em qualquer posição no campo, uma coringa nas mãos de Francisco Neto. Boa no 1x1, a jogadora campeã do Campeonato português e da Copa de Portugal, promete ser uma das estrelas na participação histórica da seleção portuguesa.

Futebol Internacional