Pela Sul-Americana, Sport defende boa vantagem contra Arsenal-ARG para avançar às oitavas

Após vitória dentro de casa, Leão joga por qualquer empate para avançar, enquanto argentinos precisam vencer por dois ou mais gols de diferença

Pela Sul-Americana, Sport defende boa vantagem contra Arsenal-ARG para avançar às oitavas
Foto: Williams Aguiar/Sport
Arsenal-ARG
Sport
Arsenal-ARG: Santillo; Velázquez, Montesierín, Curado e Corvalán; Ferreyra, Rolón, Papa e Milo; Wilchez e Brunetta. Técnico: Humberto Grondona
Sport: Magrão (Agenor); Samuel Xavier, Henríquez (Durval), Ronaldo Alves e Mena; Rithely, Patrick, Everton Felipe, Diego Souza e Rogério; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo
ÁRBITRO: Jesús Valenzuela Sáez (VEN)
INCIDENCIAS: Partida de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana 2017, a ser disputada no Julio Humberto Grondona, em Sarandí, na Argentina

Na noite desta quinta-feira (27), às 19h15, mais um time garantirá uma vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana 2017. Depois de ficar em vantagem por vitória de 2 a 0 na ida, realizada na Ilha do Retiro, o Sport visita o Arsenal-ARG no Julio Humberto Grondona, em Sarandí, em partida válida pela segunda fase da competição continental. O trio de arbitragem vai ser de venezuelanos, sendo comandado pelo árbitro Jesús Valenzuela Saéz.

Em reformulação após quase ser rebaixado no Argentino, o Arse busca usar o certame internacional para se reabilitar na sequência de 2017. A equipe de Sarandí realizou, entre 7 e 17 de julho, período de descanso com novos reforços para disputar o Apertura da temporada 2017-18 e, ainda assim, não terá mudanças.

Bem posicionado no Brasileirão, apesar de ter perdido no último duelo para o Palmeiras, o Leão ocupa a 6ª colocação na tabela e está com 24 pontos ganhos. Para o confronto com os argentinos, joga por qualquer empate para voltar às oitavas de final, fase que jogou em 2013 e 2015, podendo perder por até um gol de diferença.

Arsenal tem base mantida mesmo reforçado

Para a partida contra os rubro-negros, os argentinos não devem sofrer alterações nos titulares, pois a sequência é um ponto a ser levado em consideração para tentar a classificação. Para isso, precisa vencer pela diferença de dois ou mais gols, já que o placar sofrido na ida foi ruim e os pernambucanos abriram boa vantagem.

Em meio a remanescentes, contratados e ascendentes da base, nomes como de Salvador Sánchez, Fernando Pellegrino, Luciano Vella, Joaquín Boghossian, Federico Flores, Martín Leiva, Gabriel Sanabria, Jonathan Botinelli, Tomás Berra, Julio Rodríguez e Gonzalo Papa não ficaram nos relacionados.

Novos reforços da equipe de Sarandí não foram inscritos na competição (Foto: Divulgação/Arsenal-ARG)
Novos reforços da equipe de Sarandí não foram inscritos na competição (Foto: Divulgação/Arsenal-ARG)

Já o irmão de Agüero, Gastón del Castillo, se junta a David Drocco - ex-Audax Italiano, do Chile - e Iván Bella como os que não foram inscritos dentre os reforços para a disputa da Copa Sul-Americana após evitar a queda no Argentino. Com isso, a base que atuou com o Leão no jogo na Ilha do Retiro será mantida.

No gol, o técnico Humberto Grondona segue com o experiente Santillo e deixa Rivero como opção entre os suplentes. Na lateral-direita, deve ir Velázquez, ainda que tenha sido um dos mais forçados em campo, já Corvalán é mantido pelo lado esquerdo, com Montesierín e Curado no miolo da zaga. No meio, Ferreyra e Rolón fazem a cabeça de área, já os meias mais adiantados e que ficarão responsáveis pela armação serão Emiliano Papa e Milo, enquanto Wilchez e Brunetta formarão o ataque.

Apesar de vantagem, Sport possui dúvidas

Maior ídolo do Sport nos últimos dez anos, não por títulos, mas devido a defesas em jogos importantes, o goleiro Magrão está à disposição. O arqueiro, que sofreu lesão muscular na vitória ante a Chapecoense, se recuperou após ser desfalque nas últimas três partidas e viajou com o grupo para enfrentar o Arsenal-ARG.

Contra a equipe de Sarandí, o camisa 1 do Leão tem presença incerta e terá que realizar testes momentos antes para começar jogando. Ainda assim, treinou normalmente na reapresentação na manhã dessa terça-feira (25) e se diz pronto para voltar à titularidade, com Agenor tendo a chance de ser mantido entre os 11.

Volante Anselmo, que está parado há um mês e meio por lesão muscular, voltou antes do previsto (Foto: Carlos Gregório/Vasco.com.br)
Parado há um mês e meio por lesão muscular, Anselmo voltou a treinar (Foto: Carlos Gregório/Vasco.com.br)

"Eu já estou pronto para voltar e o trabalho foi bom. A dor que eu sinto acredito que seja natural, até pelo tempo que passei sem treinar e pela lesão que tive. Mas não é nada, por outro lado, que possa atrapalhar o meu rendimento para os próximos jogos com a camisa do Leão nesta temporada", declarou o arqueiro.

Revezando com Henríquez, Durval pode perder espaço, sendo assim a única dúvida além de Magrão. Já o volante Anselmo, que também está de volta após contusão sofrida contra o Vasco há um mês e meio, deve ficar como opção entre os suplentes, com Rithely e Patrick formando a cabeça de área.

Futebol Internacional