Euro 2017: Holanda vence a Dinamarca e conquista o torneio pela primeira vez na história

Diante de um público de cerca de 28.182 pessoas, a Holanda conquistou seu primeiro título europeu no futebol feminino

Euro 2017: Holanda vence a Dinamarca e conquista o torneio pela primeira vez na história
Holandesas comemoram conquista inédita.
Holanda
4
2
Dinamarca
Holanda: VAN VEENENDAAL, VAN LUNTEREN (JANSSEN, MIN. 57), DEKKER, VAN DER GRAGT, VAN ES (VAN DEN BERG, MIN. 90+3), GROENEN, VAN DE DONK, SPITSE (C), VAN DE SANDEN (JANSEN, MIN. 90), MIEDEMA, MARTENS.
Dinamarca: LYKKE-PETERSEN, NIELSEN, BOYE (RØDDIK, MIN. 77), LARSEN, SANDVEJ, TROELSGAARD, KILDEMOES (THØGERSEN, MIN. 61), JUNGE (CHRISTIANSEN, MIN. 83), VEJE, HARDER (C), NADIM.
Placar: : 0-1, MIN. 6, NADIM. 1-1, MIN. 10, MIEDEMA. 2-1, MIN. 28, MARTENS. 2-2, MIN. 33, HARDER. 3-2, MIN. 51, SPITSE. 4-2, MIN. 89, MIEDEMA.
ÁRBITRO: ESTHER STAUBLI (SUI) CARTÕES AMARELOS GROENEN (MIN. 21), DEKKER (MIN. 43), NADIM (MIN. 45), VAN DER GRAGT (MIN. 72)
INCIDENCIAS: Final da Eurocopa Femina 2017, disputada no Estádio DE GROLSCH VESTE, em ENSCHEDE. Público de 28,182.

Holanda e Dinamarca se reencontraram após o 1 a 0 ainda na fase de grupos, em jogo válido pelo grupo A da competição e fizeram a grande decisão da Eurocopa Feminina 2017, no Estádio De Grolsch Veste em Enschede. Cerca de 28.182 torcedores presenciaram o primeiro título da seleção holandesa na competição, após vitória por 4 a 2 diante da Dinamarca. 

Primeiro tempo equilibrado com belos gols das estrelas das duas seleções

O começo da partida não foi nada favorável as donas da casa. Van Es cometeu pênalti e Nadia Nadim cobrou sem chances para Van Veenendaal. Quatro minutos depois, a Holanda conseguiu o empate com Miedema, que aproveitou cruzamento de Van den Sanden para empatar.

O jogo continuou bem equilibrado, digno de uma final e uma das grandes estrelas da competição voltou a brilhar nessa partida: Lieke Martens, em jogada individual, chutou sem chances para Petersen, virando o placar aos 28 da etapa inicial. Porém, cinco minutos depois, a estrela dinamarquesa Pernille Harder em contra ataque, empatou, após bela jogada individual, batendo sem chances para a goleira holandesa. A partida foi para o intervalo com 2 a 2. 

Coletividade foi peça chave para a vitória no segundo tempo da Holanda

Ambas as equipes voltaram dispostas a decidir o jogo no tempo normal, mas foi a Holanda quem conseguiu um gol logo no início do segundo tempo, com Spitse, cobrando falta. A Dinamarca ainda buscou o empate e passou a dar mais espaços para a Holanda, que sacramentou a vitória aos 44 minutos com Miedema, que marcou seu quarto gol em seis partidas da competição, todos eles na fase de mata-mata, fechando o placar de 4 a 2 para as campeãs europeias.

Após 22 anos, uma anfitriã conquistou o título em seus domínios, visto que a última vez que esse panorama ocorreu foi em 1995 com a conquista alemã diante da Suécia. 

Lieke Martens melhor jogadora e Jodie Taylor artilheira

 A equipe holandesa teve Lieke Martens, novo reforço do Barcelona para  temporada 2017/18, como a melhor jogadora da competição (MVP), já a artilharia ficou por conta da inglesa do Arsenal Women's, Jodie Taylor, com cinco gols e que foi semifinalista da Eurocopa, tendo como vice artilheira Vivianne Miedema, que será companheira de Taylor no Arsenal na próxima temporada.