Para manter invencibilidade, Valencia e Atlético de Madrid se enfrentam no Mestalla

Equipes têm uma vitória e um empate na Liga e seguem em busca dos líderes da competição

Para manter invencibilidade, Valencia e Atlético de Madrid se enfrentam no Mestalla
Foto: Patricio Realpe/CON/Getty Images
Valencia
Atletico de Madrid
Valencia: Neto; Montoya, Murillo, Garay, Gayá; Guedes, Parejo, Kondogbia, Soler; Rodrigo, Zaza
Atletico de Madrid: Oblak; Vrsaljko, Giménez, Godín, Filipe Luís; Koke, Ñíguez, Gabi, Carrasco; Correa, Gameiro
ÁRBITRO: González González (ESP).
INCIDENCIAS: Confronto entre Valencia e Atlético de Madrid, válido pela terceira rodada do Campeonato Espanhol, disputado no Estádio Mestalla, em Valencia.

Valencia e Atlético de Madrid se enfrentam neste sábado (9), às 11h15, no Estádio Mestalla. Em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Espanhol, as equipes buscam manter a invencibilidade e alcançarem os líderes.

Na última rodada, a equipe comandada por Marcelino Toral conseguiu um belíssimo resultado ao empatar com o Real Madrid no Santiago Bernabéu por 2 a 2, chegando a quatro pontos na sétima posição.

Já o Atleti, que iniciou a competição empatando com o modesto Girona, goleou o Las Palmas na última partida e tem os mesmos quatro pontos, mas com um melhor saldo de gol, está em quinto na tabela.

Marcelino espera poder presentear a torcida com uma vitória

O técnico Marcelino compareceu diante dos jornalistas para a típica entrevista coletiva que antecede as partidas e, esperançoso, definiu como uma partida de muita importância: “Assim queremos encarar cada partida, independentemente do adversário, para nós todos tem a mesma importância”.

Toral valorizou o fator campo e da torcida apoiando o time: “Jogamos em nosso estádio, diante da nossa torcida, vemos que está junta com o time e queremos que continue assim. Nos atrai jogar com o estádio lotado e os presentear com a vitória”.

Marcelino García Toral em entrevista antes da partida | Foto: Divulgação/Valencia CF
Marcelino García Toral em entrevista antes da partida | Foto: Divulgação/Valencia CF

Com respeito, elogiou a equipe rojiblanca e o técnico Diego Simeone: “É um time que permite pouquíssimas chances e se aproveita de qualquer erro que possa cometer. Simeone é uma referência, chegou num momento complicado e mudou totalmente a dinâmica de jogo e os resultados. Vai continuar na Liga e isso deve ser motivo de orgulho pra todos nós”.

O meia brasileiro Andreas Pereira e o atacante Gonçalo Guedes, últimos reforços a se integrarem ao elenco, são as novidades para a partida. Gabriel Paulista, zagueiro recém-chegado também foi relacionado para o jogo.

Ezequiel Garay se recuperou de lesão e também volta ao time. Por outro lado, Nacho Gil e Rubén Vezo estarão de fora por causa de lesão.

“Espero uma partida muito complicada”, diz Simeone

Diego Simeone, técnico do Atlético, valorizou a equipe do Valencia em sua entrevista pré-jogo e não espera facilidades para o duelo: “Imagino um jogo muito complicado porque é um time que se fecha muito bem. Zaza, Rodrigo, Guedes, quem jogar no ataque trabalhará com Parejo e Kondogbia no meio-campo com a mesma intensidade”.

“Precisamos fazer uma partida importante. Tanto os mais jovens quanto os mais experientes do meu elenco estão em um grande nível, espero poder aproveitar isso”, comentou Simeone, que não poderá contar com Griezmann - suspenso por cartão vermelho.

Simeone fala aos jornalistas antes do confronto contra o Valencia | Foto: Divulgação/Atletico de Madrid
Simeone fala aos jornalistas antes do confronto contra o Valencia | Foto: Divulgação/Atletico de Madrid

Augusto Fernández, Werner e Vrsaljko, machucados, também não foram selecionados para o confronto. “Será uma leitura minha entender quem pode ser mais importante em um jogo e a disponibilidade do elenco para que tenhamos jogadores para variarmos em jogos diferentes”, disse ao comentar os desfalques que terá para o jogo.

Simeone renovou o seu contrato até 2020 e disse que “a renovação vem em consequência do crescimento. Tudo vem por consequência dos sucessos que alcança, mas dependendo sempre do trabalho, do dia-a-dia. Olhando sempre para o presente e para o que nos importa”.

O argentino está no clube de Madrid desde 2011, de lá pra cá conquistou a La Liga, a Copa do Rei, a Supercopa da Espanha, a Europa League e a Supercopa da Uefa.

Valencia e Atlético se já se enfrentaram 186 vezes, com 66 vitórias valencianistas e 75 colchoneras. Em Valencia, os donos da casa levam vantagem, foram 46 triunfos, 20 empates e 27 derrotas. Na última vez que se enfrentaram, vitória do Atleti por 3 a 0 no Vicente Calderón, com dois gols de Griezmann e um de Gameiro.

A última vitória do Valencia foi em 2014, em sua casa, por 3 a 1. Otamendi, André Gomes e Miranda (contra) marcaram com Mandzukic descontando para os visitantes.