Visando crescimento na tabela, Leicester e Chelsea duelam pela Premier League

Confronto entre os dois últimos campeões ingleses pode marcar o reencontro de Drinkwater com o Leicester

Visando crescimento na tabela, Leicester e Chelsea duelam pela Premier League
Foto: Editoria de Arte VAVEL Brasil

Neste sábado (9), o Leicester recebe o Chelsea no duelo dos últimos campeões da Premier League. O jogo será realizado no King Power Stadium em Leicester as 11h e será válido pela quarta rodada do certame. 

Os Foxes estão vindo de uma derrota por 2 a 0 para o Manchester United no Old Trafford e estão na 15ª posição com 3 pontos somados. Já o Chelsea vêm de uma boa vitória contra um renovado time do Everton pelo placar de 2 a 0 e está na 6ª colocação com 6 pontos somados.

No histórico do confronto entre as duas equipes, o Chelsea leva uma larga vantagem sobre o Leicester. Foram 109 jogos realizados, com 54 vitórias do Chelsea, 30 empates e 25 vitórias pelo lado do Leicester. Os Blues marcaram 199 gols e os Foxes fizeram 131.

Reforços vindos da janela de transferências podem ser novidades no time do Leicester

O Leicester teve um dia bastante movimentado no último dia da janela de transferências. A equipe de Craig Shakespeare contratou o zagueiro Aleksandar Dragovic do Bayer Leverkusen por empréstimo até o fim da temporada. O zagueiro chega para disputar uma posição na concorrida zaga do Leicester, já que Morgan é o capitão da equipe, Maguire vive grande fase e foi convocado por Gareth Southgate nos últimos jogos da seleção inglesa e o alemão Huth que é idolo da equipe está voltando de contusão e é mais uma opção.

A grande frustração ficou por conta da negociação envolvendo o volante Adrien Silva do Sporting. O volante foi anunciado pelos Foxes logo após o fechamento da janela, mas segundo alguns tablóides ingleses, a negociação não foi concluida por 14 segundos e o Leicester ficou sem o volante e ainda viu Drinkwater ir para o Chelsea.

O técnico Craig Shakespeare comentou que sente muito pelo jogador, pois a Copa do Mundo está muito próxima e atuar na Premier League poderia ser fundamental para que o atleta buscasse uma vaga entre o convocados da seleção portuguesa.

"Nós conversamos com ele. Eu sinto muito pelo jogador. Estamos muito perto de uma Copa do Mundo e seria importante para ele atuar na Premier League. Tenho certeza que ele vai superar isso e ficar muito bem", afirmou o treinador.

Apesar de desejar o melhor para o jogador na coletiva, o treinador do Leicester parece não ter perdido as esperanças de contar com o atleta para a temporada da Premier League. Segundo ele, a diretoria está trabalhando em formas legais para convencer a Fifa de que o negócio foi finalizado a tempo.

"Nós estamos tentando finalizar este acordo e está tudo no ar ainda. A verdade é que eu não entendo muito sobre o assunto. Meu papel no clube é buscar os atletas apropriados para vestirem essa camisa e as outras burocracias você deixa para quem é responsável por isso", concluiu Sheakespeare

Após um dia movimentado no Deadline Day, Chelsea pode ter estréias na próxima rodada

O Chelsea teve um dia bastante movimentado no último dia da janela de transferências. Além das chegadas do lateral Zappacosta do Torino e de Drinkwater do Leicester, o clube definiu que Diego Costa fica no elenco, mas parece que o brasileiro naturalizado espanhol continuará sem ter chances no elenco, já que ele não viajou para Leicester e continua fora dos planos de Antonio Conte.

Uma das grandes atrações desse confronto é a possível estréia do meia inglês Danny Drinkwater, que coincidentemente poderá jogar contra o seu ex-clube e na casa do adversário. Outra novidade pode ser a estréia de Eden Hazard na Premier League desta temporada, já que o meia belga atuou por jogos do sub-23 do Chelsea ao longo dos últimos dias e está a disposição para o jogo de logo mais.

Após os dois reforços no dia final da janela, Antonio Conte acha que o clube deu o seu melhor no mercado, apesar de alguns jogadores terem recusado atuar pelo clube, como foi o caso do winger Oxlade-Chamberlain que foi para o Liverpool e do meia Ross Barkley que chegou a fazer exames no Chelsea mas desistiu de última hora.

"Eu acho que o clube deu o seu melhor no mercado. Algumas vezes estamos disponíveis para agir no mercado, mas algumas vezes não estamos", afirmou o treinador.

Conte também demonstrou estar muito satisfeito com o elenco que tem a disposição e quer manter o foco neste início de temporada.

"Eu estou muito feliz de trabalhar com os jogadores que temos a nossa disposição. Agora o momento é de se manter focado", concluiu.