PSG inicia busca pelo desejado título da Champions League contra o Celtic

Após investir pesado, PSG quer apagar trauma sofrido na edição passada e escrever uma nova história com Mbappé e Neymar; Celtic não terá Moussa Dembelé

PSG inicia busca pelo desejado título da Champions League contra o Celtic
Fotomontagem: VAVEL

O Paris Saint-Germain surpreendeu o mundo do futebol ao anunciar Neymar e Kylian Mbappé como seus novos reforços, sendo o clube que mais investiu na última janela de transferências. O recado estava evidente: o objetivo é conquistar a Uefa Champions League. A estreia na competição será nesta terça-feira (12), a equipe francesa vai à Escócia enfrentar o Celtic, no Celtic Park, às 15h45 (horário de Brasília).

Celtic e PSG são dois dos clubes do grupo B da Liga dos Campeões. No mesmo horário, o Bayern, também um dos favoritos ao título continental, recebe o atual campeão belga Anderlecht, na Allianz Arena.

Desfalcado de artilheiro, Celtic aposta na força de sua torcida

A semana não começou bem para o treinador Brendan Rodgers, ex-Liverpool. Nesta segunda (11), ocorreu a confirmação de que o atacante francês Moussa Dembelé, camisa 10 e artilheiro da equipe, não estará em campo devido à falta de ritmo de jogo, já que não atua desde julho por problemas musculares. "Ele retornou agora aos treinos e ainda não está preparado para jogar", afirmou Rodgers em coletiva.

Por outro lado, o experiente centroavante escocês Leigh Griffiths, de 27 anos, se recuperou de lesão na panturrilha e está à disposição do técnico inglês.

Como sempre, o poder do Celtic reside na força de sua torcida, uma das mais fanáticas da Europa. No Celtic Park, a pressão vinda das arquibancadas acontece durante os 90 minutos. Um efeito que aumentou ainda mais depois de o clube aderir ao Safe Standing, que permite que, em certos setores do estádio, a torcida assista ao jogo em pé, e que está sendo estudado pelos clubes da Premier League.

Adversário do PSG, Celtic possui uma das torcidas mais fanáticas da Europa (Foto: Getty Images)
Adversário do PSG, Celtic possui uma das torcidas mais fanáticas da Europa (Foto: Getty Images)

Apesar de não ser favorito mesmo atuando como mandante, Rodgers descartou a possibilidade de um Celtic acuado dentro de campo e usou a goleada sofrida pelo Barcelona, em setembro de 2016, como lição: "Contra o Barcelona, senti que estávamos um pouco intimidados. Respeitamos demais. Mas agora jogamos sem medo em qualquer lugar".

O treinador também teceu elogios ao time parisiense: "Será muito difícil pará-los, mas é um ótimo desafio para nós. O time deles é repleto de jogadores de primeira categoria com enorme experiência. E eles entraram na competição dispostos a vencê-la. É para isso que o investimento foi feito".

PSG chega à Escócia sem Pastore e Di María, mas com Neymar e Mbappé

No lado francês do duelo, boas e más notícias. O Paris Saint-German possui dois desfalques importantes para a partida: os argentinos Ángel Di María e Pastore, por lesão no tendão e desconforto muscular, respectivamente. O volante italiano Marco Verratti, por sua vez, está à disposição, já que sua suspensão por cartão vermelho contra o Toulouse só é válida para o Campeonato Francês.

Como era de se esperar, os holofotes estão voltados às estrelas Neymar e Mbappé. Alvos de um investimento que deve superar os €400 milhões, ambos devem compor o ataque com o uruguaio Edinson Cavani. O primeiro teste ocorreu na última rodada da Ligue 1, contra o Metz, e deu muito certo: na vitória por 5 a 1, quatro gols saíram dos pés do trio.

Foto: Aurelien Meunier/Getty Images

Na coletiva pré-jogo, o técnico da equipe, Unai Emery, demonstrou confiança, assim como respeito ao adversário: "Vamos pro jogo com muita confiança. Trabalhamos duro até aqui e teremos que trabalhar ainda mais. Sentimos que iremos fazer um bom começo, e sabemos que a Liga dos Campeões é um grande objetivo do clube. Mas também sabemos que será uma partida difícil contra o Celtic", ponderou.

O outro entrevistado, o brasileiro Thiago Silva, seguiu a mesma linha de pensamento: "Sabemos que o Celtic é um ótimo time. É difícil ganhar deles quando jogam dentro de casa. Esperamos uma partida muito intensa, onde eles serão fortes na tentativa de bloquear nosso jogo. Os analisamos hoje de manhã".

Sobre o retorno à Champions League, o zagueiro negou qualquer trauma causado pela eliminação histórica contra o Barcelona na última edição do torneio. "Nós já esquecemos disso. É uma nova Champions League. Estamos prontos para começar fortes. É uma competição especial e estamos motivados para trazer os três pontos para casa".

Foto: Mark Runnacles/Getty Images

A dupla Neymar e Mbappé também foi assunto da entrevista, com Thiago Silva reforçando a confiança que possui no elenco parisiense: "Foram grandes contratações", reconheceu. "Eles possuem experiência e estão muito motivados a ajudar a equipe. Possuímos confiança neles como colegas de time. Neymar tem muita experiência na Champions. Ele pode fazer a diferença. Os três jogadores que trouxemos são incríveis".

No entanto, o brasileiro desconversou quanto ao possível favoritismo do PSG na briga pelo título. "Não sabemos se somos favoritos [da Liga dos Campeões]. Queremos chegar mais perto este ano. Há muitos jogadores de qualidade, mas temos muitos talentos em nosso time. Estamos preparados e muito motivados", disse.