Em duelo de invictos, Watford e Manchester City se enfrentam pela Premier League

Estando invictas no campeonato, Watford conta com força da torcida para dar fim a tabu contra um City embalado por goleadas recentes

Em duelo de invictos, Watford e Manchester City se enfrentam pela Premier League
Foto: Gerson Barbosa/VAVEL Brasil
Watford
Manchester City
Watford: Gomes; Janmaat (Kiko Femenía), Kabasele, Mariappa, Holebas; Chalobah, Doucouré, Cleverley; Carrillo, Gray, Richarlison. Técnico: Marco Silva.
Manchester City: Ederson; Walker, Stones, Otamendi, Danilo; Fernandinho, De Bruyne; Sterling (Yaya Toure), David Silva; Aguero, Gabriel Jesus. Técnico: Pep Guardiola
INCIDENCIAS: Partida entre Watford e Manchester City, no Vicrage Road, válida pela quinta rodada da Premier League.

Watford e Manchester City farão um dos jogos mais interessantes dessa quinta rodada da Premier League nesse sábado (16). Com ambos estando invictos e no G4, a partida, que será realizada em Vicrage Road, colocará frente a frente os treinadores Marco Silva e Pep Guardiola, que são dois dos melhores técnicos do Campeonato Inglês ultimamente.

Mesmo jogando fora de casa, o Watford não sentiu a pressão e derrotou, na última rodada, o Southampton, com gols marcados por Doucouré e Janmaat, fazendo com que a equipe terminasse a rodada na quarta posição, com 8 pontos. O Manchester City, por sua vez, teve uma grande atuação e destruiu o Liverpool com um sonoro 5 a 0, com grandes atuações de Gabriel Jesus, De Bruyne e Sané. Com esse resultado, os Citizens foram à segunda posição na tabela, com 10 pontos, mesma pontuação do United – mas perdendo no saldo de gols.

Na última temporada, uma enorme soberania do Manchester City: no primeiro turno, vitória por 2 a 0 no Etihad Stadium. Cinco meses depois, a equipe de Guardiola não mediu esforços e, no próprio Vicrage Road, goleou o time da casa, à época treinado por Walter Mazzarri, por 5 a 0.

Watford aposta na velocidade para quebrar tabu

O treinador Marco Silva terá muitos desfalques, principalmente no setor defensivo, para essa partida. Titular da equipe, o zagueiro Miguel Britos ainda cumpre suspensão por conta de uma expulsão contra o Brighton, na terceira rodada. Além dele, Craig Cathcart, Sebastian Prödl, Younes Kaboul e Roberto Pereyra completam a lista de desfalques. Dessa maneira, a dupla de defesa titular deverá ser formada por Christian Kabasele e Adrian Mariappa.

A boa notícia fica por conta da volta do espanhol Kiko Femenía ao elenco. O jogador saiu machucado na última partida e era dúvida. Apesar disso, ele deve perder a vaga no onze titular, já que o holandês Janmaat, que o substituiu, marcou um gol e teve uma grande atuação contra o Southampton.

Richarlison teve bom começo na Premier League (Foto: Dan Istitene/Getty Images)
Richarlison teve bom começo na Premier League (Foto: Dan Istitene/Getty Images)

Vale ressaltar que os Hornets nunca derrotaram o Manchester City em jogos da Premier League – quatro derrotas em seis partidas. A grande esperança da quebra desse tabu se dá pelo trio de jogadores mais avançados, que têm a característica de serem muito rápidos. O brasileiro Richarlison, ex-Fluminense, pela esquerda, Andre Gray, ex-Burnley, pelo centro, e Andre Carrillo, pela direita, prometem ser uma dor de cabeça à defesa do Manchester City.

“Estamos felizes com tudo que fizemos até agora, conquistamos importantes pontos pela nossa luta. É importante estar invicto. Tivemos boas performances em algumas partidas e precisamos dar continuidade em trabalhar duro para ganhar da maneira correta. Temos que entender nossa posição e não pensar em coisas diferentes porque começamos muito bem. É importante não perder o nosso foco.”, disse o treinador Marco Silva.

City quer manter atuações extraordinárias para seguir vencendo

Além da goleada sobre o Liverpool na última rodada, os Citizens viajaram até a Holanda na última quarta-feira (13) e mais uma vez saíram de campo com um placar elástico: pela UEFA Champions League, os selecionados de Guardiola golearam o Feyenoord por 4 a 0, totalizando 11 gols nos últimos três jogos. A missão dessa vez, porém, será mais difícil, visto que o Watford só levou três gols nesse Campeonato Inglês e ficou atrás do placar durante apenas 33 minutos.

O zagueiro e capitão Vincent Kompany ainda não se recuperou por completo de uma lesão na panturrilha e a dupla de zagueiros titular deverá ser formada por John Stones e Nicolas Otamendi. Por outro lado, David Silva e Sergio Agüero, que marcou 6 gols nos seus últimos 4 jogos contra o Watford, não tiveram muitos minutos de jogo contra o Feyenoord e estarão complemente descansados para esse compromisso pela Premier League.

Agüero tem bom retrospecto contra o Watford (Foto: Emmanuel Dunand/AFP)
Agüero tem bom retrospecto contra o Watford (Foto: Emmanuel Dunand/AFP)

Raheem Sterling também retornará após cumprir suspensão na última partida e está elegível novamente. A grande dúvida na cabeça de Pep Guardiola se dá pelo marfinense Yaya Touré – que não entra em campo há duas partidas. Caso escolha o inglês, De Bruyne jogará mais recuado, como um segundo volante; se optar pelo volante africano, o belga jogará mais avançado, com liberdade para chegar dentro da área.

“A equipe do Watford está a apenas dois pontos atrás de nós. Eu fiquei impressionado com a última atuação deles contra o Southampton. Eles dominaram no primeiro tempo. São muito físicos. Eles têm jogadores rápidos e um grande treinador. O que ele fez no comando do Hull City foi sensacional. Ele é um treinador fantástico. Com seus arremessos laterais e a qualidade no ataque, vai ser um jogo muito difícil – pela partida em si e porque estamos jogando rápido demais após um jogo de Champions League.”, disse Pep Guardiola