Em duelo de invictos, PSG recebe Lyon buscando liderança isolada da Ligue 1

Ainda desfalcado de Di María e Pastore, time parisiense tentará manter folga na liderança da competição; setor ofensivo é o principal destaque; Lyon precisa da vitória para entrar no G-3

Em duelo de invictos, PSG recebe Lyon buscando liderança isolada da Ligue 1
Foto: Arte/Vavel Brasil
PSG
Lyon

Líder isolado com 100% de aproveitamento, o Paris Saint-Germain recebe o Lyon, neste domingo (17), pela sexta rodada do Campeonato Francês. O clássico será disputado às 16h (de Brasília), no Parc des Princes.

Com cinco vitórias em seus cinco primeiros jogos pela Ligue 1, o PSG quer manter a boa campanha na competição e a ponta da tabela. Para continuar com tamanha produtividade, o time de Paris conta com o ataque mais caro do mundo, ou trio MCN, formado por Mbappé, Cavani e Neymar. Juntos, os atletas balançaram as redes nos dois últimos jogos. Ainda no departamento médico, Di María e Javier Pastore são desfalques.

O Lyon é um dos fortes candidatos ao título desta temporada. Assim como o PSG, os Gones ainda não foram derrotados no certame nacional, tendo somado 11 pontos de 15 possíveis. O meio-campista Jordan Ferri não foi relacionado para o clássico, assim como a mais recente aquisição do clube, o senegalês naturalizado espanhol, Pape Cheikh Diop. De acordo com o treinador Bruno Genesio, o volante não está disponível.

Com desfalques, PSG enfrenta Lyon para manter folga na liderança 

São sete jogos oficiais na temporada 2017/18, com sete triunfos. Dezenove gols marcados na Ligue 1 - média de 3,8 por partida- contra apenas três sofridos. Jogadores contratados a peso de ouro, como Neymar e Mbappé, se mostram bastante à vontade no clube e deixaram suas marcas nos seus primeiros jogos. O PSG vive um momento de graça, onde já colhe os frutos do seu alto investimento. Em entrevista coletiva, o técnico espanhol Unai Emery comentou sobre o ótimo momento da equipe, que ganhou a condição de 'o time a ser batido'.

"Eu acho que nós trabalhamos muito tecnicamente. Hoje, vemos uma melhoria. Os jogadores estão mais focados taticamente. A oportunidade de ter contratado alguns jogadores importantes para melhorar a equipe nos dará ainda mais qualidade técnica.

É por isso que pensamos que existe uma boa combinação entre a compreensão tática e a qualidade técnica dos jogadores. Em cada jogo, colocamos a melhor equipe para evoluir. Individualmente e coletivamente, vamos melhorar ainda mais", disse.

(Foto: Divulgação /PSG)
(Foto: Divulgação /PSG)

"O Lyon perdeu alguns jogadores importantes, mas comprou alguns jovens que podem melhorar. Eles são uma equipe que joga bom futebol, tem muita posse e tem transições rápidas da defesa para o ataque. Queremos jogar bem e ganhar este jogo, mesmo que tenhamos muito respeito pelo Lyon. Cada jogo é um teste. Vamos trabalhar bem e focar em ganhar essa partida, com um bom futebol em frente aos nossos torcedores", comentou.

Jogadores relacionados 

Para o clássico contra o Lyon, Emery não vai contar com quatro jogadores: Di María e Javier Pastore, que estão no departamento médico desde a volta da Seleção Argentina, Verratti, suspenso, e Ben Arfa, por opção técnica do treinador. De restante o grupo é o mesmo que participou da goleada sobre o Celtic, na rodada de abertura da fase de grupos da Uefa Champions League.

Leia mais: Cavani, Mbappé e Neymar marcam pelo segundo jogo seguido e PSG goleia Celtic na UCL

(Foto: Divulgação /PSG)
(Foto: Divulgação /PSG)

Para se aproximar dos líderes, Lyon tentará supreender fora de casa

Se o PSG conseguiu um grande resultado no meio da semana, o mesmo não se pode dizer sobre o Lyon. Na quinta-feira (14), os Gones venciam o Apollon Limassol até os acréscimos, mas aos 47 minutos da segunda etapa o time cipriano igualou o marcador, decretando o empate na primeira do Grupo E da Uefa Europa League.

+ Depay marca, mas Lyon vacila diante do Apollon Limassol e sofre empate no fim

Embora não ostente os pomposos números do PSG, o Lyon também faz um bom início da temporada. Invictos na competição com três triunfos e dois empates, os Gones não irão ao Parc des Princes a passeio, pelo menos é o que garante o treinador da equipe, Bruno Genesio.  

“Somos uma equipe de competidores, queremos fazer resultados mesmo que não seja com a melhor atuação. É um jogo onde temos tudo a ganhar. Fomos vistos impondo-nos em Limassol. Tanto quanto lá, poucas pessoas apostarão em um resultado positivo do Lyon no Park. Nós não vamos lá como uma vítima, mas para propor algo. Esta é a base para um bom resultado”, declarou.

Jogadores relacionados: Lopes, Gorgelin, Rafael, Diakhaby, Marçal, Marcelo, Morel, Mendy, Tete, Aouar, Martins-Pereira, Tousart, Ndombele, Cornet, Memphis, Mariano, Fekir, Maolida, Traoré.