Barcelona visa manutenção de máximo aproveitamento na Liga diante do Las Palmas

Duelo acontece em dia movimentado por causa do referendo sobre independência da Catalunha; blaugranas venceram todos os jogos, enquanto Canários estreiam novo treinador

Barcelona visa manutenção de máximo aproveitamento na Liga diante do Las Palmas
Foto: Désirée Martin/AFP/Getty Images
Barcelona
Las Palmas
Barcelona: Ter Stegen; Nélson Semedo, Mascherano, Umtiti e Jordi Alba; Sergio Busquets, Rakitic e Paulinho; Messi, Luis Suárez e Denis Suárez. Técnico: Ernesto Valverde.
Las Palmas: Chichizola; Michel Macedo, David García, Lemos e Ximo Navarro; Javi Castellano, Aquilani, Tannane, Jonathan Viera e Tana; Jonathan Calleri. Técnico: Pako Ayestarán.
ÁRBITRO: José Luis Munuera Montero
INCIDENCIAS: Jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Espanhol 2017-18, a ser disputado às 11h15 da manhã deste domingo (1º), no Camp Nou, na Catalunha

O 1º de outubro é mais um dia polêmico e histórico na Catalunha. Mais uma vez, um referendo será feito para votar a separação do território da Espanha e, consequentemente, sua independência. Cultuado por alguns, criticado por outros, o pleito é considerado ilegal pela Justiça espanhola.

Em meio ao cenário político, o Barcelona vai manter o máximo aproveitamento no Campeonato Espanhol e a campanha irretocável no torneio nacional. Às 11h15 deste domingo (1º), o time blaugrana vai encarar o Las Palmas, no Camp Nou, pela sétima rodada da Liga.

O Barça segue na liderança, com 18 pontos ganhos conquistados em seis partidas, e tenta aumentar a vantagem na primeira posição da tabela. Caso conquiste mais um triunfo, abre seis pontos de vantagem em relação ao Sevilla, segundo colocado.

Por outro lado, o Las Palmas somou apenas um terço dos pontos disputados e está próximo à zona de rebaixamento. A campanha ruim, diferente da trajetória inicial na temporada passada, resultou na troca do comando técnico. Pako Ayestarán vai estrear à frente da equipe das Ilhas Canárias e vai tentar surpreender.

O retrospecto é completamente favorável aos catalães. O último triunfo do Las Palmas sobre o rival aconteceu em 1971. Desde então, são 17 triunfos catalães e dois empates.

Foto: Charlie Crowhust|Getty Images

Máximo aproveitamento na reta inicial da Liga

A campanha do Barcelona no Campeonato Espanhol é perfeita e irretocável, com máximo aproveitamento. E enfrentar o Las Palmas no fim desta manhã é importante para atingir a meta de vencer todos os jogos na Liga antes da pausa para a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018. Além disso, abrir uma boa vantagem diante do segundo colocado dá mais tranquilidade para trabalhar e seguir a toada na primeira posição do campeonato mais importante do país.

Foto: Divulgação|FC Barcelona
Foto: Divulgação|FC Barcelona

O técnico Ernesto Valverde convocou 18 jogadores para formar a lista de relacionados. Não jogam o meia Rafinha Alcântara, o atacante Ousmane Dembélé e o zagueiro Vermaelen, lesionados; além do lateral Digne, do meia Arda Turan e do atacante Paco Alcácer, por opção da comissão técnica. Em entrevista coletiva, o comandante blaugrana destacou que atingir os 21 pontos é necessário para manter o bom ânimo do ambiente, além de superar um adversário que costuma ter proposta de jogo que dá trabalho aos oponentes.

“Será uma partida importante, porque queremos ir com boa sensação de vencer todos os jogos para ir tranquilamente. Não acho que haja mudança no Las Palmas, apesar da mudança de treinador. É uma equipe com excelente qualidade técnica e compromisso para manter a posse de bola, atacar e passar por nossas linhas. Ganhar é sempre bom para todos, mas não se pode baixar a guarda. Para vencer de novo, é necessário estar constantemente em guarda para manter o ponto de tensão para competir”, explicou Valverde.

Novo treinador para dar fôlego

Após Manolo Márquez pedir demissão, a diretoria do Las Palmas trouxe Pako Ayestarán para ser o novo treinador da equipe das Ilhas Canárias. O time ocupa a 17ª posição, com seis pontos ganhos, à beira da zona de rebaixamento, e espera que a mudança no comando técnico seja um item fundamental para a reabilitação do time no Campeonato Espanhol. Além da mudança no comando técnico, a determinação de acabar com um jejum que dura 46 anos de não vencer o Barcelona motiva os atletas a fazerem parte da história do clube.

Foto: Divulgação|UD Las Palmas

O novo comandante da equipe canária convocou 18 jogadores, e não vai poder contar com cinco jogadores, todos no departamento médico. O defensor Dani Castellano, os meio-campistas Halilovic, Momo Figueroa e Vitolo, além do atacante Rémy não reúnem condições físicas para entrarem em campo. Em entrevista coletiva, Ayestarán afirmou que existem diversas dificuldades para encarar o Barcelona no Camp Nou, mas manifestou animação para estrear no banco de reservas da equipe.

“Será complicado. Sabemos que também iremos sofrer, mas tentaremos controlar a bola. Messi é muito bom, mas, se mantivermos o foco apenas nisso, outros aparecem, porque o Barcelona tem jogadores que fazem a diferença. Estou mais animado que quando eu cheguei. Vejo que os jogadores estão dispostos, empenhados e em equipe. As bases da equipe e o que queremos é ter a bola sempre e adotar um estilo de jogo na partida”, declarou o treinador do Las Palmas.