Uruguai viaja à Venezuela para carimbar vaga na Copa

Seleção Celeste encara o último colocado das eliminatórias para confirmar vaga na próxima Copa na Rússia; Venezuela que não tem mais chances de classificação, apenas cumprirá tabela

Uruguai viaja à Venezuela para carimbar vaga na Copa
(Foto: Yelim Lee/Getty Images)
Venezuela
Uruguai
Venezuela: Wuilker Fariñez, Ronald Hernández, Rolf Feltscher, Jhon Chancellor e José Hernández; Jhon Murillo, Arquímedes Figuera, Tomás Rincón e Yangel Herrera; Sergio Córdova e Salomón Rondón TÉCNICO: Rafael Dudamel
Uruguai: Fernando Muslera, Maximiliano Pereira, Josema Giménez, Diego Godín e Gastón Silva (Martín Cáceres); Nahitan Nández, Matías Vecino, Federico Valverde e “Cebolla” Rodríguez; Edinson Cavani e Luis Suárez TÉCNICO: Óscar Tabárez
ÁRBITRO: Anderson Daronco (BR), auxiliado por Alessandro Rocha (BR) e Fabrício Vilarinho (BR)
INCIDENCIAS: JOGO A SER DISPUTADO ÀS 18:00 HORAS DESTA QUINTA-FEIRA (05), NO ESTÁDIO PUEBLO NUEVO, EM SAN CRISTÓBAL, NA VENEZUELA. PARTIDA VÁLIDA PELAS ELIMINATÓRIAS SUL-AMERICANA PARA COPA DO MUNDO DE 2018

Em situações opostas, Venezuela e Uruguai se enfrentam nesta quinta-feira (05) ás 18:00 horas, pelas Eliminatórias Sul-Americana para próxima Copa do Mundo realizada na Rússia. A Seleção Venezuelana se encontra em décimo e último lugar do torneio, com apenas oito pontos ganhos. Já a Seleção Celeste é vice colocada da competição, com 27 pontos somados.

No primeiro confronto entre as duas seleções nas Eliminatórias, realizado no dia 06 de Outubro de 2016, em Montevidéu, no Uruguai. A equipe comandada por Óscar Tabárez saiu vencedora por 3 a 0, com dois gols de Cavani e um de Lodeiro.

A partida envolvendo Uruguai x Venezuela possui amplo favoritismo por parte dos uruguaios, que somam ao todo dezoito vitórias na história do confronto, contra apenas cinco para os venezuelanos, ainda houve sete empates entre as duas seleções.

Venezuela cumpre tabela pensando na Copa do Catar de 2022

A Seleção mandante não tem mais chance de se classificar para o Mundial, com um desempenho desastroso de uma vitória, cinco empates e dez derrotas, a Venezuela entra em campo já projetando as Eliminatórias para a Copa de 2022. “Temos um grupo forte e que já pensa no futuro. Mas esse futuro começa a ser construído a partir de agora, com uma base sólida e com um trabalho de longo prazo. Todos queremos se esforçar muito e podemos surpreender o Uruguai”, afirmou o técnico Rafael Dudamel.

Apesar da fraca campanha nas Eliminatórias, a Venezuela conseguiu arrancar pontos de Seleções favoritas como Argentina e Colômbia, que estão na briga por vagas na Copa da Rússia. Diante dos colombianos, em casa, empatou sem gols. Contra os argentinos, em Buenos Aires, o placar foi de 1 a 1.

Para se ter uma noção do tamanho do fiasco venezuelano, a equipe precisaria de duas vitórias nos jogos que restam e tropeços da Bolívia, nona colocada com 13 pontos, para ganhar uma posição e não finalizar o torneio em último colocado.

Vencer para carimbar o passaporte para Rússia

O Uruguai precisa de uma simples vitória jogando fora de casa para confirmar presença no Mundial de 2018. A Seleção Celeste vêm de um ótimo resultado conquistado em Assunção, com a vitória pra cima do Paraguai por 2 a 1. Porém, mesmo a classificação estando bem encaminhada, o técnico Óscar Tabárez alertou para as qualidades do time da casa. "A seleção venezuelana conta com muitos jogadores de velocidade, de habilidade. Eles geralmente levam perigo em lances de bola parada, principalmente em cruzamentos na área", disse o treinador.

Para Tabárez, a pressão da classificação não pode ser considerada um peso para atrapalhar seus jogadores.“Se ganharmos, vamos para a Copa do Mundo. Mas não devemos nos sentir pressionados, pois em caso de tropeço, ainda dependeremos de nossas próprias forças, na última rodada, em casa, contra a Bolívia. Portanto, temos que jogar com alegria, sendo a grande família que somos”, finalizou o comandante.

A única dor de cabeça para o treinador, é o defensor Martín Cáceres, que se apresentou com dores no ombro e é dúvida para partida contra a Venezuela. Caso não jogue, a opção para posição é Gastón Silva, lateral-esquerdo do Independiente, da Argentina.

Futebol Internacional