Com pretensões distintas, Chelsea e Manchester United fazem clássico na Premier League

Após resultados opostos na Champions League, Blues buscam se estabelecer no G4 e Red Devils querem se aproximar da liderança no fechamento da 11ª rodada

Com pretensões distintas, Chelsea e Manchester United fazem clássico na Premier League
Duelo em Stamford Bridge promete ser emocionante (Foto: Julian Finney/Getty Images)
Chelsea
Manchester United
Chelsea: Courtois; Azpilicueta, Cahill e David Luiz; Zappacosta (Kanté), Bakayoko, Fábregas e Alonso; Pedro e Hazard; Morata. Técnico: Antonio Conte.
Manchester United: De Gea; Darmian (Jones), Bailly, Smalling e Blind; Matic, Herrera, Valencia, Young e Mkhitaryan; Rashford (Martial) e Lukaku. Técnico: José Mourinho.
ÁRBITRO: Anthony Taylor, auxiliado por Gary Beswick e Adam Nunn, com Craig Pawson como quarto árbitro
INCIDENCIAS: Partida válida pela 11ª rodada da Premier League, a ser disputada no Stamford Bridge, em Londres.

Mais uma semana, mais um grande clássico na Premier League. Neste domingo (5), às 14h30 (de Brasília), Chelsea e Manchester United duelam em Stamford Bridge no encerramento da 11ª rodada do torneio. As duas equipes estão no G-4, mas buscam objetivos um pouco diferentes. O Chelsea, em quarto com 19 pontos, está empatado com o quinto colocado Arsenal e quer a vitória para se estabelecer no grupo de classificados para a Uefa Champions League. Já o United, em segundo com 23 pontos, está cinco pontos atrás do líder Manchester City e busca se aproximar da ponta.

O time de Londres vem de duas vitórias na Premier League (4 a 2 contra o Watford e 1 a 0 contra o Bournemouth), mas precisa se reabilitar após a grande derrota por 3 a 0 para a Roma fora de casa pela Champions League. Já a equipe de Manchester, que venceu o confronto direto pela vice-liderança contra o Tottenham na última rodada da liga, chega para o clássico embalada após vencer também o Benfica por 2 a 0 em casa e praticamente garantir a classificação para as oitavas de final da Champions.

Na última temporada, os times se enfrentaram três vezes. Na Premier League, uma vitória para cada lado: um dominante 4 a 0 para os Blues no primeiro turno e um 2 a 0 para os Red Devils no segundo. Já pela FA Cup, duelo em Stamford Bridge e vitória do Chelsea por a 1 a 0 nas quartas de final, em jogo que ficou marcado pela discussão à beira do campo entre os técnicos Antonio Conte e José Mourinho.

Mourinho (esq.) e Conte (dir.) se estranharam no duelo da última FA Cup (Foto: Catherine Ivill – AMA/Getty Images)
Mourinho (esq.) e Conte (dir.) se estranharam no duelo da última FA Cup (Foto: Catherine Ivill – AMA/Getty Images)

Precisando vencer para se reabilitar, Chelsea pode ter volta de Kanté no clássico

O Chelsea, que venceu apenas duas das cinco partidas em casa nesta Premier League, precisa encontrar a recuperação após a dura derrota para a Roma na Champions League. Para o duelo deste domingo, o técnico Antonio Conte não poderá contar com Victor Moses – segundo o treinador italiano, o meia nigeriano teve uma “lesão muscular ruim” e ainda precisa de tempo para se recuperar. Já o zagueiro Gary Cahill, que foi reserva na vitória contra o Bournemouth e jogou apenas até os 10 minutos do segundo tempo contra a Roma, volta ao time titular na Premier League – possivelmente no lugar de Antonio Rüdiger, que está pendurado.

Outra dúvida para o time é a de um nome essencial: N’Golo Kanté. O volante francês, um dos melhores do mundo na posição e uma das principais peças da equipe, sofreu uma lesão muscular na vitória da França contra a Bulgária no começo de outubro pelas Eliminatórias da Copa do Mundo e desde então não está apto para jogar. Segundo Conte, Kanté está evoluindo bem e entrará em campo apenas se estiver pronto. “Se eu quisesse arriscá-lo, teria feito isso contra o Bournemouth ou contra a Roma. Decidi esperar, tive muita paciência para encontrar a melhor maneira e isso significa que se eu decidir colocá-lo no time para começar o jogo, é porque ele estará pronto”, disse o italiano.

Kanté não joga pelo Chelsea desde a derrota para o Manchester City (Foto: John Patrick Flethcer/Action Plus/Getty Images)
Kanté não joga pelo Chelsea desde a derrota para o Manchester City (Foto: John Patrick Flethcer/Action Plus/Getty Images)

Conte também falou sobre a necessidade do time em dar a volta por cima contra o United. Mais uma vez o comandante dos Blues assumiu que o começo de temporada não está sendo o esperado, mas que são nesses momentos que time e jogadores precisam mostrar caráter. Segundo ele, são essas situações que mostram se sua equipe é vencedora ou não.

Estou feliz por trabalhar com meus jogadores porque o comprometimento deles é sempre bom. Mas, nessa temporada estamos com problemas porque enfrentamos muitos problemas importantes, e soluciona-los não é simples. Nesse momento você vê se é um vencedor ou um perdedor. Isso é muito importante. Quando a fase é boa, é fácil jogar bem e ter confiança. Quando se está mal, é importante mostrar caráter, ser forte e encarar o problema da maneira certa”, afirmou.

Na caça à liderança, United não deve ter mudanças na equipe titular

Em boa fase na Premier League e na Champions League, o Manchester United busca a vitória para diminuir a distância de cinco pontos para o líder, o rival Manchester City. O atual vice-líder da liga tem seis jogadores no departamento médico: Michael Carrick (panturrilha), Paul Pogba (coxa), Marcos Rojo, Marouane Fellaini, Zlatan Ibrahimovic (todos no joelho) e Jesse Lingard. Este último teve um problema nas costas durante a última partida contra o Benfica pela Champions, mas segundo o técnico José Mourinho, a lesão não é “nada muito importante”.

Mourinho, que já tem montado o time titular recentemente sem essas peças e deve manter o time base das últimas partidas, afirmou não estar criando expectativas e não mostrou muito otimismo na volta desses atletas à ação por agora. “Tenho que esperar um pouco. Não estou muito otimista, mas não quero mentir. Não quero que vocês digam que eu falei uma mentira quando eu disse que não há chance de recuperação, então prefiro apenas esperar mais dois dias para confirmar minhas expectativas”, disse o português.

Será o primeiro jogo de Matic contra o Chelsea, agora pelo United (Foto: Gareth Copley/Getty Images)
Será o primeiro jogo de Matic contra o Chelsea, agora pelo United (Foto: Gareth Copley/Getty Images)

O jogo de domingo será o primeiro do volante Nemanja Matic contra seu ex-clube. O sérvio, que chegou a ser uma peça muito importante quando Mourinho era técnico do Chelsea, foi negociado e já é um dos principais jogadores dos Red Devils. E o currículo do atual comandante do time de Manchester no rival também é grande, sendo um dos principais nomes da história do clube – foram duas passagens, cinco temporadas e oito títulos, sendo três Premier Leagues. Mas mesmo com todo esse histórico e com a importância da partida, no entendimento do português este é apenas mais um jogo na temporada.

É uma grande coisa porque é um grande jogo e um grande oponente. Eles são os campeões, e por isso é uma dessas partidas entre times top do país. Mas, do ponto de vista emocional, é apenas mais um jogo”, afirmou Mourinho.