Longe do líder Barcelona, Real Madrid duela com Las Palmas para espantar crise

Merengues vêm de duas derrotas seguidas na temporada e querem mandar a crise para longe do Bernabéu

Longe do líder Barcelona, Real Madrid duela com Las Palmas para espantar crise
Fotomontagem: Junior Ribeiro/VAVEL Brasil
Real Madrid
Las Palmas
Real Madrid: Casilla; Achraf, Varane, Ramos e Marcelo (Theo); Casemiro, Kroos, Modric e Isco; Benzema e Ronaldo. técnico: Zinédine Zidane
Las Palmas: Lizoain; Michel Macedo, Lemos, Bigas e Castellano; Samper, Gómez e Aquilani; Vitolo, Calleri e Remy. técnico: Pako Ayestaran
INCIDENCIAS: partida válida pela 11ª rodada do campeonato espanhol 2017/18, realizada no estádio santiago bernabéu, em madri

Neste domingo (5), às 17h45 (horário de Brasília), o Real Madrid recebe o Las Palmas pela 11ª rodada do Campeonato Espanhol 2017/18, no estádio Santiago Bernabéu. Em crise na temporada, os merengues tem a obrigação da vitória, enquanto a equipe de Gran Canaria visa deixar a parte de baixo da tabela.

As coisas andam de mal a pior pelos lados da capital espanhola. O começo de temporada do Real Madrid é bem conturbado, com vários tropeços. As duas derrotas seguidas, para Girona, na Liga, e Tottenham, na Uefa Champions League, ligaram de vez o alerta na equipe blanca, que precisa da vitória apresentando um bom futebol para dar uma resposta ao seu torcedor.

Penúltimo colocado com apenas seis pontos, o Las Palmas ainda não conseguiu apresentar o futebol esperado por conta dos bons reforços trazidos para esta temporada. Com apenas duas vitórias e oito derrotas, pelo menos sair com um ponto do Bernabéu seria essencial para as pretensões dos amarillos.

Hora de dar uma resposta ao torcedor

Foto: Divulgação/Real Madrid CF
Foto: Divulgação/Real Madrid CF

Um dos mais cobrados pelo fraco desempenho recente merengue é, claro, o técnico Zinédine Zidane. O francês têm, mesmo após quase dois anos de muito sucesso e resultados, seu trabalho questionado. E Zizou falou sobre o atual momento pessoal no clube, falando que não é o melhor treinador do mundo, mas que também não é o pior por conta do momento da sua equipe.

"Eu não sou o melhor treinador do mundo, como as pessoas dizem que sim, é por causa da temporada que fizemos e eu aceito. Agora eu também não sou o pior. Eu estou sempre no meio, nem para cima, nem para baixo, na vida você um dia é melhor, outra é pior. O que penso e o que os jogadores acham positivo são o mesmo. Ultimamente com as derrotas, não estamos felizes, mas não mudará nada", disse.

Além disso, o treinador também falou sobre o que esperar da partida deste domingo: "Temos que fazer uma boa partida, atacar, defender, colocar intensidade. Tentar fazer isso do início até o fim. É a conseqüência da possível vitória. Se o fizermos bem desde o início até o fim, obteremos os três pontos", finalizou.

O Real Madrid ainda segue cheio de desfalques para a partida, todos por contusão. Dani Carvajal Gareth Bale, dois titulares, devem retornar após a Data Fifa, mas ainda são desfalques. Além deles, Mateo KovacicKeylor Navas Luca Zidane também estão fora.

Por outro lado, Raphael Varane volta ao time e deve fazer a dupla de zaga com Sergio Ramos. Quem pode pegar banco na partida é o brasileiro Marcelo, que não passa por um bom momento. Theo Hernández, que entrou bem no meio de semana, pode ganhar uma chance. De resto é a mesma equipe que enfrentou o Tottenham.

Aproveitar crise merengue para surpreender

Foto: Divulgação/UD Las Palmas
Foto: Divulgação/UD Las Palmas

Adversário blanco, o técnico do Las Palmas, Pako Ayestarán, analisou de maneira rasa o mal momento do Real Madrid, dizendo que sua equipe pode se beneficiar disso, mas que não é uma certeza para conseguir tirar um ponto do Bernabéu: "Há momentos em que você pode se beneficiar porque há mais perguntas. Se pudermos manter o 0 a 0, mais tempo pode ter ansiedade, mas o Real Madrid sempre renasceu e às vezes é mais difícil, você nunca sabe", disse.

O ex-treinador do Valencia também foi perguntado sobre qual é a forma de vencer a equipe merengue, e focou bastante nos "detalhes": "Você ganha atenção aos detalhes, sendo muito organizado, com linhas muito próximas e tendo a fortuna de que você não tem sorte, porque contra todos os rivais, o Real Madrid teve mais posse, mais tiros e você sabe que não é você que precisa disso", afirmou.

Assim como os merengues, os amarelos também têm desfalques e todos por contusão. O zagueiro Aythami, os meias Alen HalilovicJonathan Viera Tana, além do atacante Oussama Tannane estão no departamento médico e não vão nem para o banco.

Ayestarán não garantiu quem fará o meio de campo ao lado de Samper Vicente Gómez, mas é bem provável que o italiano Alberto Aquilani complete a trinca. De resto é a mesma equipe que perdeu para o Deportivo La Coruña na última rodada, com o forte trio formado por VitoloCalleri Rémy no ataque.