Em busca de um milagre: Borussia Dortmund tenta se salvar na Champions diante do Tottenham

Dortmund vem de dois resultados negativos contra o APOEL e vive situação delicada no Grupo H da Uefa Champions League; Tottenham, por sua vez, garantiu sua classificação e busca a liderança da chave

Em busca de um milagre: Borussia Dortmund tenta se salvar na Champions diante do Tottenham
Arte: Editoria de Arte/VAVEL Brasil
Borussia Dortmund
Tottenham
Borussia Dortmund: Bürki; Toljan, Bartra, Zagadou (Sokratis), Schmelzer; Weigl, Sahin, Götze; Yarmolenko, Aubameyang, Guerreiro. Técnico: Peter Bosz
Tottenham: Lloris; Davinson Sánchez, Dier, Vertonghen; Aurier, Winks, Sissoko, Rose; Eriksen, Son; Llorente. Técnico: Mauricio Pochettino
ÁRBITRO: Clément Turpin (FRA), auxiliado por Nicolas Danos (FRA) e Cyril Gringore (FRA)
INCIDENCIAS: Partida entre Borussia Dortmund e Tottenham, válida pela quinta rodada do Grupo H da Uefa Champions League, no Signal Iduna Park

Em situações opostas no Grupo H da Uefa Champions League, Borussia Dortmund e Tottenham farão, nessa terça-feira (21), um jogo válido pela quinta rodada da chave. A partida ocorerrá no Signal Iduna Park, que promete estar, mais uma vez, com lotação máxima com o intuito de apoiar os aurinegros, que passam por uma situação complicada na chave, ocupando a terceira colocação com apenas 2 pontos somados; o Tottenham, por sua vez, tem uma campanha praticamente perfeita e está na liderança, com 10 pontos.

As equipes vem de extremos. Na última rodada, o Borussia Dortmund não conseguiu vencer o frágil Apoel e, mesmo jogando em casa, somou o segundo empate contra a equipe do Chipre. Por outro lado, o Tottenham se impôs em Wembley e, apresentando um grande futebol, derrotou o Real Madrid por 3 a 1, assumindo o topo do Grupo H e garantindo vaga nas oitavas de final.

Algo que consegue aproximar as duas equipes são os resultados negativos recentes. Vivendo um estado de queda livre, o Borussia Dortmund somou o seu quinto jogo sem vencer na Bundesliga ao perder para o recém-promovido Stuttgart por 2 a 1. Apesar de viver uma situação melhor na Premier League, na quarta posição, o Tottenham vem de uma doída derrota no North London Derby, onde viu o Arsenal ser superior durante a maior parte da partida e sair com uma vitória de 2 a 0.

Kane foi o destaque da partida no primeiro turno (Foto: Ian Kington/AFP)

Na partida do primeiro turno da Champions League, o Tottenham derrotou os rivais alemães em um jogo polêmico. Na ocasião, Heung-Min Son, o maior artilheiro asiático da história da Premier League, abriu o placar. Andriy Yarmolenko empatou minutos depois com um belo gol, mas viu, junto com o resto da sua equipe, um show de Harry Kane no restante do jogo, marcando dois gols e sacramentando a vitória por 3 a 1.

Para essa partida, o holandês Peter Bosz continuará tendo muitos problemas de lesões, já que Erik Durm, Marco Reus, Christian Pulisic, Lucasz Piszczek e Sebastian Rode continuam fora por estarem no departamento médico. Por outro lado, a equipe contará com a volta de Pierre-Emerick Aubameyang, desfalque na última partida da Bundesliga por conta de problemas com a diretoria. Além dele, os zagueiros Sokratis e Töprak são dúvidas e podem figurar na equipe titular.

Dessa maneira, o Borussia Dortmund deverá entrar com o habitual 4-3-3 de Bosz, mas com mudanças no onze titular. Com a incerteza da participação de Sokratis e Töprak, o francês Zagadou ganha chances de figurar na defesa, ao lado de Marc Bartra. Com as seguidas más atuações de Max Phillip, o português Raphael Guerreiro deve figurar na linha ofensiva de três jogadores, junto com Aubameyang, centralizado, e Yarmolenko, pela direita.  

De volta, Aubameyang é a grande esperança do BVB (Foto: TF-Images/Getty Images)

“Talvez seja a oportunidade de apresentarmos uma boa atuação e mudar a nossa situação. A equipe precisa de uma vitória para conseguir seguir normalmente com o restante da temporada e superar todos esses resultados negativos.”, disse Peter Bosz.

O Tottenham de Mauricio Pochettino, por sua vez, terá o retorno de Danny Rose, que não jogou no North London Derby; O jovem Harry Winks deve ocupar a vaga de Moussa Dembelé no meio campo, ficando ao lado de Sissoko, já que Victor Wanyama continua fora por lesão. Além do queniano, Toby Alderweireld também está fora por conta de problemas e Eric Dier formará a linha de três zagueiros. Ainda é esperado que Dele Alli e Harry Kane comecem do banco de reservas por conta do desgaste da partida contra o Arsenal.

Dessa maneira, os Spurs jogarão com o conhecido 3-4-3, podendo variar para um 3-5-1-1, dependendo do posicionamento de Christian Eriksen, que pode flutuar pelas linhas ofensivas, formando um trio de ataque, ou recuar, ficando ao lado de Sissoko e Winks, para ajudar que a bola chegue com qualidade a Son e nas investidas dos laterais Aurier e Danny Rose.

“Já estamos classificados e isso é muito importante, ainda mais com dois jogos restantes, contra Borussia Dortmund e APOEL. Agora, jogamos pela liderança do grupo, o que seria uma conquista fantástica após o nosso desempenho na última temporada. A equipe está evoluindo e isso é importante para eles mesmos e para o clube. Temos que jogar mais duas partidas e vamos tentar terminar na primeira posição da tabela, sabendo que será um teste muito difícil contra o Borussia.”, disse Mauricio Pochettino.