Surpreendente Valencia encara líder Barcelona no seu principal teste na temporada

Donos das melhores campanhas e ainda invictos fazem o jogo mais esperado da rodada, uma derrota pode custar caro na luta pelo título

Surpreendente Valencia encara líder Barcelona no seu principal teste na temporada
Valencia
Barcelona
Valencia: Neto; Montoya, Garay, Gabriel Paulista, Gayá; Parejo, Kondogbia, Soler, Gonçalo Guedes; Rodrigo, Zaza
Barcelona: Ter Stegen; Semedo, Vermaelen, Umtiti, Alba; Busquets, Rakitic, Iniesta; Messi, Alcácer, Suárez
ÁRBITRO: Iglesias Villanueva (ESP).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Espanhol disputada entre Valencia e Barcelona no Estádio Mestalla, em Valencia

Neste domingo (26), o surpreendente Valencia recebe o Barcelona no Estádio Mestalla às 17h45 pela 13ª rodada do Campeonato Espanhol, no confronto mais esperado da rodada. Vice-líder e líder, respectivamente, estão separados por apenas 4 pontos e a partida pode ser decisiva em caso de vitória catalã ou uma vitória valencianista pode embolar ainda mais a briga pelo título.

O Valencia vem de oito vitórias consecutivas, tem 30 pontos e na última rodada venceu o Espanyol por 2 a 0 fora de casa. Com nove vitórias e três empates, faz uma campanha muito além do esperado, depois de ano de 2016 com muitos problemas.

A trajetória do Barcelona até aqui é quase perfeita, o time empatou somente o clássico com o Atlético de Madrid e venceu as outras 11 partidas, chegando a 34 pontos. Na rodada passada despachou o Leganés por 3 a 0, chegando a 18 jogos de invencibilidade.

"Podemos ser os primeiros a vencer o Barcelona", diz Marcelino

Marcelino García Toral compareceu à entrevista coletiva pré-jogo para falar sobre o duelo deste domingo. O treinador, que não comandará a sua equipe do banco de reservas pois foi expulso no último jogo, está confiante na vitória e empolgado para o jogo. Questionado sobre o que estaria em disputa no confronto, disse que "para nós são os três pontos, mas quero nos ver competindo com um grande adversário com a ilusão de vencê-lo".

Com Lionel Messi (que está de contrato renovado com o clube) fazendo um grande campeonato, Toral foi perguntado sobre a chave pra conseguir parar o argentino: "Não creio que eu saiba como pará-lo porque não sou melhor que ninguém nem jogo. É fácil dar opinião sobre como neutralizá-lo, tentaremos fazer com que tenha menos participações e com pouco espaço, mas pará-lo... ninguém conseguiu ultimamente", disse.

Último treino da equipe antes do grande jogo | Foto: Divulgação/Valencia CF
Último treino da equipe antes do grande jogo | Foto: Divulgação/Valencia CF

E falou também sobre como enfrentar o sistema do Barcelona e vencer a melhor defesa da competição: "Vencer o Barça é muito difícil, estamos esperançosos e queremos ser os primeiros a vencê-lo, mas até agora ninguém conseguiu. O setor defensivo deles é muito forte, só sofreu quatro gols, defendendo um pouco mais adiantados, sofrem poucas ocasiões de gol e tentaremos conseguir as máximas situações possíveis".

Jeison Murillo e Maksimovic estão de fora do jogo por lesão, o restante do elenco está todo à disposição, inclusive com os retornos de Ruben Vezo e Nacho Vidal. O atacante Simone Zaza, que pode precisar operar o joelho, foi selecionado para o jogo e será titular, de acordo com Marcelino.

Valverde confiante na vitória: "Seria matematicamente enorme"

Ao falar à imprensa sobre o importante jogo deste domingo, Ernesto Valverde não poupou elogios ao adversário: "Eles têm um bom treinador, bons jogadores e trabalham duro. Além de ser um grande time, não têm competições no meio da semana para deixá-los cansados. Seus contra-ataques são os melhores da liga".

Mesmo sendo líder, Valverde não se deixa iludir pela vantagem de pontos e nem por uma possível vitória, que aumentaria ainda mais a diferença: "Não importa o que aconteça, ainda tem muito por acontecer. Independente da situação que esteja o Valencia, são sempre jogos interessantes. Se vencermos, matematicamente será enorme, mas insisto que ainda está apenas no começo e realmente acho que o Real Madrid ainda é candidato ao título".

Ernesto Valverde, técnico do Barcelona | Foto: Divulgação/FC Barcelona
Ernesto Valverde, técnico do Barcelona | Foto: Divulgação/FC Barcelona

Com a suspensão de Piqué e a lesão de Mascherano, o miolo de zaga estará bastante modificado para a partida, formado por Vermaelen e Umtiti, mas o treinador acredita no potencial de seus jogadores para manter o sistema defensivo na excelente forma que se encontra até aqui: "Acham estranho que se tem dois zagueiros canhotos, mas quando são destros não parece tão estranho assim. Estamos falando de dois jogadores de seleção".

Além dos citados acima, Dembélé, André Gomes, Arda Turan (que pode deixar o clube em janeiro), Rafinha e Sergi Roberto também estão vetados para o jogo por causa de lesão. David Costas, do Barcelona B, foi o único zagueiro relacionado para o banco de reservas.

Este será o confronto de número 210 entre as equipes, com um retrospecto favorável ao clube catalão, que venceu 102 vezes, empatou 51 e perdeu 56. Em jogo estará a invencibilidade e, ainda que o Valencia não ultrapasse o Barça na tabela se vencer o jogo, fica a apenas um ponto e pode mudar a história da competição.