Com objetivo de voltar às vitórias, Tottenham enfrenta Watford na Premier League

Spurs não vencem há três partidas e buscam reencontrar caminho das vitórias na Premier League; Watford, por sua vez, tem em Richarlison a sua esperança de surpreender

Com objetivo de voltar às vitórias, Tottenham enfrenta Watford na Premier League
Foto: Dan Mulian/Getty Images
Watford
Tottenham
Watford: Gomes; Mariappa, Prödl, Kabasele; Kiko Femenía, Doucouré, Cleverley, Zeegelaar; Carrillo (Pereyra), Gray (Deeney), Richarlison. Técnico: Marco Silva
Tottenham: Lloris; Davinson Sánchez, Dier, Vertonghen; Trippier, Winks, Sissoko, Rose; Eriksen (Dembelé), Kane, Dele Alli. Técnico: Mauricio Pochettino
INCIDENCIAS: Partida entre Watford e Tottenham, válida pela 15ª rodada da Premier League, em Vicarage Road

Duelo londrino! Numa partida que colocará frente a frente dois dos mais promissores treinadores do país, Marco Silva e Maurício Pochettino, Watford e Tottenham, respectivamente, farão, nesse sábado (2), às 13h (de Brasília), um dos jogos da 15ª rodada da Premier League em Vicrage Road, estádio dos Hornets.

Apesar da grande diferença econômica e técnica, as duas equipes estão separadas por apenas 3 pontos, muito por conta da grande campanha que o Watford faz aqui, ocupando o 8º lugar, com 21 pontos. O Tottenham, por sua vez, teve uma queda de rendimento nas últimas rodadas e está na sétima posição, com 24 pontos.

Os Spurs, após começarem arrasadores, estão passando por uma má fase, já que não vencem há três rodadas, com duas derrotas e um empate – incluindo um resultado negativo contra o Arsenal, seu grande rival. Na última rodada, o Tottenham perdeu para o Leicester City, fora de casa, por 2 a 1. O Watford também vem de um resultado negativo, já que na última terça-feira (28) foi derrotado pelo Manchester United por 4 a 2.

Hughes é o grande desfalque do Watford

O jovem Will Hughes vem sendo um dos grandes nomes ultimamente no Watford. Com um começo de temporada tímido, o jogador de 22 anos ficará de fora dessa partida, desfalcando o setor de meio-campo de Marco Silva, com uma lesão no tendão. Com isso, o treinador português deverá optar por uma opção mais ofensiva, tendo André  Carillo, um velocista, e Ricardo Pereyra, um jogador com mais técnica, como dúvidas para a posição.

Hughes está de fora da partida (Foto: Catherine Ivill/Getty Images)

Além do inglês, o experiente Younés Kaboul, Craig Cathcart, Nathaniel Chalobah e Isaac Success também ficarão de fora da partida por conta de problemas de lesões. Até aqui, o grande destaque da equipe é Richarlison, que teve um grande começo na sua trajetória com a camisa do Watford. O brasileiro, inclusive, é um dos candidatos a vencer o prêmio de melhor jogador da Premier League no mês de novembro.

Outra dúvida do treinador é a escolha do atacante titular. A vaga é disputada por Andre Gray, titular nos últimos jogos, e Troy Deeney, que foi uma substituição de impacto contra o Manchester United. “Quando eu tenho todos disponíveis é minha obrigação de fazer uma decisão. Troy (Deeney) teve um grande impacto na equipe quando ele entrou (contra os Red Devils), assim como Pereyra e Carrillo. É a única coisa que posso esperar de jogadores como Deeney, Carrillo e Pereyra.”, disse Marco Silva.

Winks é a grande novidade do Tottenham

Sofrendo com algumas lesões durante a temporada, o meio-campista Harry Winks, que não enfrentou o Leicester, deve retornar a equipe e ser um grande ponto de equilíbrio. O jovem se destacando por sua qualidade em prender a bola e distribuir o jogo, sendo uma peça chave ao esquema de Mauricio Pochettino. Com isso, o belga Moussa Dembelé deve ir para o banco.

(Foto: John Patrick Fletcher/Action Plus)

Por outro lado, Victor Wanyama e Toby Alderweireld continuam machucados e, obviamente, estão fora da partida. Christian Eriksen, um dos grandes jogadores da equipe, talvez receba um descanso por conta do desgaste gerado pelo calendário enxuto de jogos, e o argentino Erik Lamela, que voltou para a equipe recentemente, ainda não está em uma boa forma física para começar uma partida.

“O Watford é uma equipe muito física, muito forte e eles estão fazendo uma grande temporada. Nesse mesmo caminho, teremos que nos esforçar muito, é uma boa oportunidade de jogar fora de casa e jogar fora toda a má fase que vem nos perseguindo. Eles são uma equipe muito aguerrida e será difícil, mas esses jogos são muito importantes, já que são essenciais ao momento da equipe.”, disse Mauricio Pochettino.