Em bons momentos, Arsenal e Manchester United fazem grande duelo da rodada na PL

Arsenal, em grande fase, busca a quarta vitória seguida na competição; United, por sua vez, continua à caça ao líder Manchester City

Em bons momentos, Arsenal e Manchester United fazem grande duelo da rodada na PL
Foto: Catherine Ivill - AMA/Getty Images
Arsenal
Manchester United
Arsenal: Cech; Mustafi, Koscielny, Monreal; Bellerin, Ramsey, Xhaka, Kolasinac; Ozil, Welbeck (Giroud), Alexis Sanchez. Técnico: Arsène Wenger
Manchester United: De Gea; Valencia, Smalling, Lindelöf, Rojo, Young; Ander Herrera, Pogba; Lingard, Lukaku, Martial. Técnico: José Mourinho
INCIDENCIAS: Partida entre Arsenal e Manchester United, válida pela 15ª rodada da Premier League, no Emirates Stadium

Dois dos maiores clubes da Inglaterra, Arsenal e Manchester United sempre protagonizam confrontos muito vistosos, marcados pela grande qualidade técnica apresentada pelos times. Nesse sábado (2), a promessa parece não ser diferente, já que as duas equipes farão a grande partida da 15ª rodada da Premier League, às 15h30 (de Brasília), no Emirates Stadium.

O Arsenal atravessa uma grande fase, e está, provavelmente, no seu melhor momento na temporada. Os comandados de Arsène Wenger vêm de três vitórias seguidas, apresentando um grande futebol coletivo, marcado pelos passes rápidos e objetivas nas construções das jogadas, no perfil do treinador francês. Os Gunners golearam o Huddersfield por 5 a 0 na última rodada e ocupam a quarta posição, com 28 pontos.

O Manchester United, por sua vez, aparenta ser o principal perseguidor do Manchester City, que atualmente lidera a competição isoladamente. Com 32 pontos conquistados, os Red Devils estão no segundo lugar e derrotaram o Watford por 4 a 2, em Vicrage Road, no seu último compromisso pela competição. Apesar de não repetir as mesmas atuações do começo da temporada, a equipe de José Mourinho é muito perigosa.

Apesar de jogos muito equilibrados, o Arsenal levou uma vantagem sobre o rival nos jogos na temporada passada: no primeiro turno, o Manchester United foi superior durante toda a partida, mas fora castigado com um gol de Olivier Giroud nos minutos finais. A partida seguinte, jogada no Emirates, foi vencida por 2 a 0 pelos Gunners, com gols de Granit Xhaka e Danny Welbeck.

Sem Lacazette, quem assumirá o ataque do Arsenal?

A principal ausência do Arsenal para essa parte será a do atacante Alexandre Lacazette, que se machucou na partida contra o Huddersfield, sendo substituído no intervalo daquela partida. Para evitar que essa possível se agrave, a comissão técnica do clube vetou a participação do francês no jogo. Com isso, surge uma dúvida na cabeça de Wenger: quem escalar para seu lugar? As opções são Danny Welbeck, que oferece um jogo de mais mobilidade, e Oliver Giroud, que tem o jogo aéreo como atrativo.

Giroud ou Welbeck: quem começará jogando? (Foto: David Price/Arsenal FC)

Além disso, Alexis Sanchez, que também deixou a partida contra o Huddersfield com dores, é dúvida por conta de um problema na coxa. O chileno, porém, treinou sem problemas e, provavelmente, fará parte do elenco para essa partida. Além dele, Alex Iwobi também é questionável para o jogo, por conta de um problema na perna. Santi Cazorla, no seu calvário de seguidas lesões, é, obviamente, outro desfalque dos Gunners.

Um dos grandes destaques do Arsenal até aqui é o ala-esquerdo Sead Kolasinac. Vindo gratuitamente do Schalke 04, o bósnio impressionou a todos, incluindo Arsène Wenger. “Eu estou surpreso em como ele se adaptou tão rápido, mas eu penso que ele joga em uma posição que é favorável ao seu jogo, já que ele tem liberdade e gosta de atacar com essa liberdade. Ele tem um poder natural, o que ajuda demais na sua adaptação da Premier League.”, disse o treinador.

Manchester United tem problemas no setor defensivo

Se o Arsenal não terá Lacazette, o Manchester United passa por problemas muitos piores no seu sistema defensivo. Isso porque Eric Bailly, Phil Jones e Michael Carrick são desfalques para a partida. Além disso, Mauroane Fellaini, com um problema no tornozelo, também não jogará e Nemanja Matic, com uma lesão no músculo, é dúvida, mas, provavelmente não estará disponível para o jogo.

Dessa maneira, José Mourinho terá problemas para montar seu sistema defensivo, principalmente a posição de primeiro volante, que deverá ser ocupada pelo espanhol Ander Herrera. Os Red Devils deverão jogar em uma formação variando entre o 3-5-2 e o 3-4-3, com Ashley Young, que atravessa grande fase, e Antonio Valencia como os alas pelos lados do campo.

Ashley Young foi o grande destaque da vitória contra o Watford (Foto: Richard Heathcote/Getty Images)

“Eu jogo uma partida de cada vez e acho que essa é a maneira correta de se fazer. Ontem eu estava assistindo um filme interessante: ‘Bjorn Borg v John McEnroe’. O treinador do Bjorn dizia a ele todo tempo ‘Um ponto de cada vez, pense apenas nesse um ponto’. Eu falo para os meus jogadores pensarem apenas nessa partida. Eu sempre digo isso.”, disse José Mourinho.