Doutora do Spartak Moscou proíbe jogadores de fazerem sexo antes de jogo contra Liverpool

Segundo Gameeva, atividade sexual prejudica o rendimento dos atletas em campo

Doutora do Spartak Moscou proíbe jogadores de fazerem sexo antes de jogo contra Liverpool
Doutora faz exames no atacante brasileiro Luiz Adriano (Foto: Reprodução/Instagram @gameeva_victoria)

A médica do Spartak Moscou, Victoria Gameeva, proibiu os jogadores do time russo de fazerem sexo antes da partida contra o Liverpool, nesta quarta-feira (6), às 17h45 (de Brasília), pela última rodada da fase de grupos da Uefa Champions League.

De acordo com Gameeva, a atividade sexual na véspera dos jogos prejudica o desempenho dos jogadores. “De um ponto de vista médico, o sexto estimula a capacidade de trabalho apenas em mulheres, mas funciona de outra forma para os homens. Eles devem evitar as relações sexuais dois ou três dias antes de uma partida de futebol”, explicou.

Na terceira colocação do Grupo E, o Spartak Moscou precisa bater o Liverpool, na Inglaterra, e torcer por uma vitória do lanterna da chave, Maribor, ganhar do Sevilla, na Eslovênia. Assim, o time russo, que tem no elenco os brasileiros Fernando (ex-Grêmio e Sampdoria) e Luiz Adriano (ex-Internacional e Milan) e Pedro Rocha (ex-Grêmio), avançaria às oitavas de final via segunda posição do grupo.

+ Saiba o que seu time precisa fazer para avançar de fase na Uefa Champions League