Em ritmo de treino, Tottenham bate Apoel e garante a melhor campanha da fase de grupos

Time de Mauricio Pochettino não tem dificuldade, derrota time do Chipre por 3 a 0 e fechar a primeira fase com 16 pontos

Em ritmo de treino, Tottenham bate Apoel e garante a melhor campanha da fase de grupos
Son escorrega no gramado após marcar as redes (Foto: Chris Brunskill Ltd/Getty Images)
Tottenham
3 0
Apoel
Tottenham: Vorm, Aurier, Foyth, Sanchez, Rose(Walker-Peters 70'); Winks, Nkoudou, Sissoko, Dele(Sterling 88'), Son(Dembele 65'); Llorente
Apoel: Perez, Vouros, Rueda, Carlão, Lago; Nuno Morais, Vinicius(Sallai 45'), Zahid, Ebecilio, Aloneftis(Igor de Camargo 75'); Pote(Antoniou 81')
Placar: 3-0 Llorente(20'), Son(37'), Nkoudou(80')
ÁRBITRO: Slavko Vincic Advertidos: Aurier, Rose(TOT), Sallai, Rueda(APO)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela última rodada da fase de grupos da Uefa Champions League, realizado no Wembley em Londres

Em ritmo de treino e sem o artilheiro Harry Kane, o Tottenham não encontrou dificuldades para vencer o APOEL, nesta quarta-feira (6), pelo placar de 3 a 0. Llorente, Son e N'Koudou marcaram os gols do time inglês. A partida ocorreu no Wembley Stadium, em Londres, e foi válida pela última rodada do Grupo H da Uefa Champions League.

O resultado fez com que o time de Mauricio Pochettino terminasse a primeira fase da UCL com a melhor campanha geral, somando incríveis 16 pontos. Já o Apoel deixa a competição somando apenas dois pontos e na última colocação da chave, não conseguindo nem se classificar para a Uefa Europa League.

Agora, o Tottenham volta as suas atenções para a Premier League, onde a equipe vive uma fase diferente da competição continental e não se encontra muito bem na tabela. A equipe está na sexto colocação com 25 pontos e está a quatro pontos do primeiro time do grupo dos quatro primeiros. O time da capital inglesa vai receber o Stoke City, no Wembley, na próxima rodada.

A equipe londrina estará no pote 1 do sorteio da próxima fase que ocorrerá na próxima segunda-feira (12), na sede da Uefa, em Nyon, na Suiça. Os Spurs podem enfrentar equipes como o Bayern de Munique e Juventus já na próxima fase.

Já o Apoel que está fora das competições continentais desta temporada pelo saldo de gols, volta suas atenções para o Campeonato do Chipre, onde a equipe encontra-se na terceira colocação, com 26 pontos, mas dois jogos a menos que o líder AEK Larnaca, que tem 32 pontos. A equipe enfrentará o AEL Limassol fora de casa na próxima rodada.

Spurs fazem partida segura no primeiro tempo

A classificação com o primeiro lugar já estava garantida, já que o Tottenham levou a melhor nos confrontos contra o Real Madrid e não poderia ser ultrapassado por ninguém. Apesar disso o Tottenham não tirou o pé do freio contra o Apoel, que necessitava de pontuar para garantir ao menos uma vaga na Uefa Europa League. 

O primeiro gol veio aos 20 minutos, quando o lateral da Costa do Marfim, Serge Aurier cruzou da direita para Fernando Llorente fazer o giro em cima do zagueiro do Apoel e mandar para o fundo das redes. Foi o primeiro gol de Llorente com a camisa do Tottenham e um alívio para o atacante espanhol que vinha sendo cobrado para fazer boas atuações.

O atacante que veio do Swansea no começo do ano ainda participou do segundo gol, quando tabelou com Son Heung-Min e deixou o coreano na boa para chutar colocado na entrada da área e fazer o segundo gol do Tottenham na partida.

Tottenham controla a etapa final e faz mais um

O segundo tempo da partida foi de poucas chances de gols, muita tranquilidade do Tottenham para controlar a partida e tentativas do Apoel de buscar o empate a qualquer custo, mas que não surtiram muito efeito.

A grande chance dos visitantes na etapa final veio após o lateral-direito Vouros receber uma bola no lado direito e arriscar um chute cruzado que desviou em Danny Rose e quase matou o goleiro Vorm, com a bola passando raspando a trave direita do goleiro.

O gol veio após jogada individual de outro jogador que é contestado pela torcida dos Spurs desde sua chegada. Nkoudou recebeu pelo lado esquerdo, entrou na área e cortou o zagueiro antes de chutar com desvio que matou o goleiro Perez e deu números finais ao jogo.