Atalanta e Lyon se enfrentam pela liderança do 'grupo da morte' da UEL

Separados somente pelo saldo de gols, franceses assumem a ponta do grupo caso consigam uma vitória simples sobre os italianos, que ainda não perderam na fase de grupos

Atalanta e Lyon se enfrentam pela liderança do 'grupo da morte' da UEL
Time precisa de um empate para se classificar em primeiro do grupo E (Foto: NurPhoto/Getty Images)
Atalanta
Lyon
Atalanta : Berisha; Palomino; Caldara; Masiello; Spinozalla; Roon; Cristante; Freuler; Hateboer; Gomez; Petagna. Técnico: Gian Piero Gasperini
Lyon: Lopes; Rafael; Marcelo; Diakhaby; Marçal; NDombele; Tousart; Depay; Fekir; Cornet e Mariano Díaz. Técnico: Bruno Génésio
ÁRBITRO: Aleksei Eskov (RUS)
INCIDENCIAS: Partida válida pela fase de grupos da Europa League 2017/18

A fase de grupos da Uefa Europa League chega ao fim nesta quinta-feira (6). Para fechar a primeira fase da competição, Atalanta e Lyon medem forças para disputar o primeiro lugar do grupo E, no estádio Città del Tricolore, em Reggio-Emilia, no norte da Itália - o time italiano não pode jogar no seu Estádio Atleti Azzurri d'Italia, em Bérgamo, por estar fora do padrão Uefa.

Os dois times já se enfrentaram antes e empataram em 1 a 1. Com esse resultado as duas equipes seguem com campanhas quase idênticas com 11 pontos cada uma, com um histórico de três vitórias e dois empates.

O único fator que separa os italianos dos franceses é o saldo de gols, a Atalanta soma 9 e o Lyon fica com 8. Uma vitória simples dos Les Gones já seria o bastante para assumirem a ponta e irem para as oitavas de final como líderes do grupo E.

Além da Atalanta, Milan e Lazio são as outras equipes italianas que garantiram a classificação para a próxima fase, juntamente com o Napoli, que se classifica de forma direta para a fase eliminatória, depois de ter ficado em terceiro lugar em seu grupo na Uefa Champions League.

Surpresa da Europa League

Depois de conseguirem um quarto lugar na última temporada da Serie A, o time de Bérgamo enfim se classificou para a sua primeira Europa League. Em sua estreia na competição, os italianos caíram em um grupo que aparentemente fosse complicado, junto com Lyon e Everton, clubes que já carregam um histórico de experiências nos campeonatos continentais.

Todavia, a Atalanta surpreendeu até mesmo os torcedores mais otimistas e aplicando uma goleada de 3 a 0 sobre os ingleses de Liverpool, em jogo comandado pelo meio-campista argentino, Alejandro "Papu" Gomez, camisa 10 e principal destaque da campanha dos italianos na Europa League.

Dono de dois gols em quatro jogos, o baixinho de apenas 1, 65 cm , é conhecido pela velocidade e dribles, além do recurso do chute de fora da área. Inclusive, a boa fase lhe rendeu convocações para a seleção argentina, onde disputou as Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Apesar de contarem contarem com a inspiração de Gomez, o esquema 3-5-2 que Gian Piero Gasperini armou tem funcionado de forma eficaz na competição. Entretanto, no campeonato italiano o time de Bérgamo não vem mostrando toda a classe vista na Europa League, ocupando apenas o 10° lugar, com 20 pontos, 14 atrás do quarto colocado, que dá a vaga direta para a próxima temporada.

Para a partida de hoje, Gasperini terá todos os jogadores à sua disposição. A única dúvida fica para o meio-campista Jasmin Kurtic, que apesar de ser reserva do time, é frequentemente utilizado pelo técnico italiano durante as partidas por ser polivalente e conseguir atuar em diversas posições dependendo do cenário da partida. 

Fôlego para a Europa e Ligue 1

Os franceses, por sua vez, vivem um momento ascendente em sua temporada. Na Ligue 1, o Lyon assumiu a liderança depois de tropeços do Mônaco. Entretanto, se mantém a nove pontos do PSG que lidera a competição.

Apesar de manterem as esperanças quanto ao campeonato doméstico, o foco está na competição continental, visto que um possível triunfo na final, leve o time de volta à Champions League, onde tem tradição e peso de camisa.

Bruno Génésio, treinador do Lyon, terá desfalques importantes para a partida que pode decidir o futuro da equipe nas oitavas de final. O ponta-direita Bartrand Traoré e o zagueiro Jérémy Morel sequer viajaram para a Itália com a equipe e são peças fundamentais para Génésio. 

O Lyon deve sentir falta de Traoré, que é autor de três gols, em três partidas pela Europa League. Já na Ligue 1, o francês tem os mesmos três gols, só que em um número maior de partidas, 12.

A equipe francesa vem armada em um 4-2-3-1, com Depay e Mariano Díaz, os homens de referência no ataque, sendo que o holandês atua pelas pontas com infiltrações pelo meio de campo para servir o atacante espanhol, que tem 12 gols na Ligue 1, mas apenas um na Europa League. Além da dupla que é mais ativa em jogadas ofensivas, Nabil Fekir é quem comanda o meio de campo com infiltrações dentro da área e chutes de longa distância, marca registrada do francês capitão do time.