Para manter sequência histórica, Manchester City recebe Tottenham em clássico na Premier League

Citizens buscam 16ª vitória seguida no campeonato, enquanto Spurs buscam triunfo fora de casa para seguirem na zona da Champions League

Para manter sequência histórica, Manchester City recebe Tottenham em clássico na Premier League
Foto: Editoria de Arte/VAVEL Brasil
Manchester City
Tottenham
Manchester City: Ederson; Walker, Mangala, Otamendi e Delph (Danilo); Fernandinho, De Bruyne e David Silva; Sané, Agüero e Gabriel Jesus. Técnico: Pep Guardiola.
Tottenham: Lloris; Aurier, Trippier (Dier) e Rose; Sissoko, Winks, Alli, Eriksen e Son; Kane. Técnico: Mauricio Pochettino.
ÁRBITRO: Craig Pawson, auxiliado por Lee Betts e Adam Nunn, com Lee Mason como quarto árbitro.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 18ª rodada da Premier League, a ser disputada no Etihad Stadium, em Manchester.

Tem clássico agitando a 18ª rodada da Premier League. Neste sábado (16), às 15h30 (de Brasília), Manchester City e Tottenham se enfrentam em um grande jogo no Etihad Stadium. As duas equipes estão entre as quatro melhores do campeonato após praticamente um turno inteiro jogado, mas possuem objetivos diferentes no duelo em Manchester.

O Manchester City vem fazendo história. O time de Pep Guardiola chegou a 15 vitórias seguidas no campeonato, maior sequência da história na Inglaterra, e lidera o campeonato com 49 pontos (11 pontos de vantagem para o vice-líder Manchester United) e nenhuma derrota. Uma vitória, além do aumento do recorde, pode fazer os Citizens dispararem ainda mais na ponta. Já o Tottenham, com 31, é o quarto e fecha a zona de classificação para a Uefa Champions League em quarto. Porém, entre os Spurs e o sétimo colocado Arsenal, a distância é de apenas um ponto. Um triunfo fora de casa seria crucial para manter o time de Londres entre os melhores da tabela.

Na última temporada, foram dois confrontos entre os dois e ambos pela Premier League. No primeiro turno, ainda em White Hart Lane, vitória do Tottenham por 2 a 0. No segundo, no Etihad Stadium, empate por 2 a 2.

Dele Alli fez um dos gols na vitória do Tottenham na última temporada (Foto: Rob Newell/CameraSport/Getty Images)
Dele Alli fez um dos gols na vitória do Tottenham na última temporada (Foto: Rob Newell/CameraSport/Getty Images)

City busca vitória para estender recorde histórico de vitórias

Uma vitória para o Manchester City seria a 16ª seguida no campeonato, aumentando ainda mais o recorde histórico que atingiu. O líder, que venceu 15 e empatou apenas dois jogos, sem nenhuma derrota na liga até então, vem sem grandes desfalques para o duelo deste sábado (16).

O técnico Pep Guardiola confirmou que os zagueiros John Stones e Vicent Kompany, já machucados anteriormente, seguem de fora da equipe. Stones, que teve uma lesão em um tendão do joelho, ainda não está disponível, mas deve voltar logo (Guardiola afirmou ao site oficial do time que “em uma ou duas semanas ele estará pronto”). Já Kompany, que deixou o campo no intervalo da vitória contra o Manchester United na última semana com um problema no músculo, deve voltar aos treinos e estar 100% em um futuro muito próximo.

Artilheiro do City na PL com 10 gols, Agüero é a grande esperança de gols (Foto: Michael Steele/Getty Images)
Artilheiro do City na PL com 10 gols, Agüero é a grande esperança de gols (Foto: Michael Steele/Getty Images)

A boa fase dos Citizens tem refletido em recordes e prêmios: Sergio Agüero tornou-se o terceiro principal artilheiro do campeonato com 10 gols, e Guardiola recebeu nesta sexta-feira (15) o prêmio de melhor técnico do mês de novembro na Premier League – terceira vez seguida nesta temporada. Porém, o espanhol classificou o Tottenham como uma equipe top, garante que o desafio não será nada fácil e lembrou da derrota para os próximos adversários por 2 a 0 na temporada passada, ainda no White Hart Lane.

O Spurs é um time top. Não importa a posição onde eles estão, para mim continuam assim. Resultados são resultados, mas eu vejo o que eles fazem e não a posição. Tenho muito respeito por eles e pelo que fazem. É um jogo importante, o adversário é difícil, gosto da maneira como jogam. No White Hart Lane (temporada passada) eu percebi o quão difícil e complicada a Premier League seria”, disse o comandante.

Tottenham tenta acabar com sequência negativa contra “big six” como visitante e subir na tabela

Além de tentar se manter na zona da Champions League, o Tottenham busca vencer para melhorar uma estatística incômoda: dos últimos 17 jogos como visitantes contra os outros times do chamado “big six” (que além do Tottenham tem Manchester City, Manchester United, Arsenal, Chelsea e Liverpool), os londrinos têm apenas uma vitória. Porém, o Spurs foi o time que mais bateu o City como visitante na história da Premier League (10 vezes).

Para o jogo deste sábado (16), não há nenhum grande desfalque de última hora. O quarto colocado na tabela terá dois desfalques na zaga: Toby Alderweireld, que segue fora com uma lesão no tendão, e Davinson Sánchez, que cumpre o último dos três jogos de suspensão. O volante Victor Wanyama, com um problema no joelho, ainda está voltando a treinar com a equipe e também segue indisponível.

Kane é principal esperança dos torcedores dos Spurs (Foto: John Patrick Fletcher/Action Plus/Getty Images)
Kane é principal esperança dos torcedores dos Spurs (Foto: John Patrick Fletcher/Action Plus/Getty Images)

Liderado por Harry Kane, vice-artilheiro do campeonato com 12 gols, o Tottenham vem extremamente motivado. Isso é o que garante seu técnico, Mauricio Pochettino. O argentino reconheceu o grande momento do City, mas afirmou que grandes jogos como esse não demandam grande esforço para motivar os atletas e garantiu que seu time vai jogar pela vitória fora de casa.

Até agora, ninguém parou o Manchester City, isso é verdade. Eles estão tendo uma temporada fantástica e merecem os elogios. Para nós, será um jogo muito duro, mas ao mesmo tempo será um grande desafio, um jogo empolgante. É um jogo onde você não precisa motivar os jogadores, não precisa falar muito. É um grande jogo, um grande desafio para todos. Queremos os três pontos, é importante para melhorarmos na tabela”, afirmou Pochettino.