Não existe bobo na Libertadores: Guaraní goleia Carabobo e se classifica para terceira fase da pré

Equipe paraguaia não toma conhecimento de adversário e agora espera vencedor de Olimpia e Junior Barranquilla

Não existe bobo na Libertadores: Guaraní goleia Carabobo e se classifica para terceira fase da pré
Foto: Norberto Duarte/AFP
Guaraní
6 0
Carabobo

Após a vitória por 1 a 0, na semana passada, o Carabobo não aguentou a pressão e, nesta terça-feira (7), jogando no Defensores del Chaco, foi goleado e completamente dominado pelo Guaraní, do Paraguai, que venceu por 6 a 0 e avançou para a terceira e última fase dos estágios preliminares da Taça Libertadores. Os gols foram marcados por Jorge Morel, duas vezes, Rodrigo Bogarín, Andrés Imperiale, Rodolfo Gamarra e Antonio Marín.

Com esse resultado, a equipe paraguaia, que vem se acostumando a jogar a principal competição do continente, terá que esperar o vencedor do confronto entre Junior Barranquilla e Olimpia, que venceu a primeira partida por 1 a 0. O embate decisivo entre as equipes será na Colômbia, na madrugada da próxima quinta-feira (8), para a sexta-feira (9), às 00h15 (de Brasília).

A equipe paraguaia não conseguiu, em algumas ocasiões, criar chances a partir do toque de bola e, por isso, as bolas paradas eram as principais chances do Guaraní. Em uma delas, logo aos três minutos do primeiro tempo, o volante Jorge Morel aproveitou uma confusão dentro da área para abrir o placar de cabeça. Aos 40 minutos, o mesmo Morel aumentou o placar, após outra cobrança de falta e mais um vacilo da defesa do Carabobo no terço final do campo.

Apesar de ter pressionado e chegado perto de um gol no fim do primeiro tempo, o Carabobo sofreu com erros defensivos no começo da etapa complementar. Após cruzamento vindo da direita, aos três minutos, os zagueiros da equipe venezuelana não conseguiram afastar uma bola relativamente fácil, e ela acabou sobrando para Rodrigo Bogarín finalizar com extrema qualidade, acertando o ângulo.

Após isso, o ânimo da equipe venezuelana acabou e o panorama da partida se tornou totalmente favorável ao Guaraní. Em outras jogadas resultadas de cruzamentos vindo dos lados do campo, Andrés Imperiale fez um gol aos nove minutos. Rodolfo Gamarra contou com uma falha do González para aumentar a vantagem com um chute de fora da área aos 26 minutos e Antonio Marin deu números finais à partida já nos minutos finais.