Em jogo disputado, Alemanha e Polônia ficam no zero e dividem a liderança do grupo C

Alemães e poloneses fizeram uma partida disputada e duelo ficou no zero, o primeiro da competição

Em jogo disputado, Alemanha e Polônia ficam no zero e dividem a liderança do grupo C
(Foto: Divulgação/Uefa)
Alemanha
0 0
Polônia
Alemanha: Neuer; Höwedes, J. Boateng, Hummels, Hector; Khedira, T. Kroos; T. Müller, Özil, Draxler (Gomez Min. 72); M. Götze (Schürrle Min. 66). Técnico: Joachim Löw
Polônia: Boruc; Piszczek, Glik, Pazdan, Jedrzejczyk; Krychowiak, Maczynski (Jodlowiec Min. 76); Blaszczykowski (Kapustka Min. 80), Grosicki (Peszko Min. 87); Milik, Lewandowski. Técnico: Adam Nawalka
ÁRBITRO: Björn Kuipers (Holanda) Cartões Amarelos: Khedira (Min. 3), Özil (Min. 34), Pazdan (Min. 45), Grosicki (Min. 55), J. Boateng (Min. 67), Peszko (Min. 90+3).
INCIDENCIAS: Partida Válida Pela 2ª rodada da Eurocopa 2016. Estádio: Stade de France/Saint-Denis (França).

Nesta quinta-feira (16), Alemanha e Polônia se enfrentaram pela 2ª rodada da Eurocopa 2016 no Stade de France em Saint-Denis em jogo válido pelo grupo C. As duas seleções que venceram no jogo anterior buscavam a classificação antecipada para segunda fase. Os alemães apostaram em seu conjunto diante da equipe de Robert Lewandowski que queria a classificação pela primeira vez em sua história.

O jogo foi disputado e terminou no empate sem gols. Com o resultado, os alemães continuam na liderança do grupo com quatro pontos, a mesma pontuação dos poloneses que estão em segundo, mas perde no saldo de gols.

A próxima partida da Alemanha será contra a Irlanda do Norte no Parc des Princes em Paris. Enquanto que a Polônia enfrenta a Ucrânia no Stade Vélodrome em Marseille, os jogos serão realizados às 13h da próxima terça-feira (21).

Primeiro tempo truncado e poucas chances de gol das duas seleções

As duas seleções buscando mais um triunfo para se aproximarem da classificação para segunda fase do torneio. E os alemães tomaram a iniciativa e aos 4 minutos, Draxler levantou a bola na cabeça de Götze que mandou pra fora. Depois foi a vez de Jonas Hector arriscar de fora da área e mandou sem direção ao gol de Fabianski.

Logo aos 10 minutos Toni Kroos levantou a bola na cabeça de Höwedes, o zagueiro que vem jogando de lateral mandou em cima de Fabianski que fez a defesa. Os alemães até que cercaram a saída de bola do time polonês que teve dificuldades de impor seu jogo na partida.

Em cobrança de escanteio batido por Özil aos 16 minutos a defesa afastou e sobrou para Kroos que arriscou por cima da meta adversária. A equipe de Joachim Löw tinha dificuldades de entrar na área adversária.

Os poloneses começaram a sair mais para o jogo e aos 22 minutos tentou com o atacante Milik, mas o jogador foi interceptado por Hummels que cortou o chute do jogador. Ainda teve outra oportunidade com Lewandowski, mas o atacante não teve sucesso.

No fim da primeira etapa aos 44 minutos Khedira fez linda jogada e arriscou de fora da área e mandou sem direção ao gol de Fabianski que só acompanhou a bola sair pelo lado direito de sua meta.

Segunda etapa mais movimentada e o confronto termina no empate sem gols

Na etapa final as duas equipes voltaram mais dispostas em busca do seu gol e os poloneses quase conseguiram abrir o marcador com menos de um minuto, Grosicki tocou para Milik, mas o atacante chegou atrasado e não conseguiu desviar.

A resposta dos alemães foi um minuto depois em jogada de contra ataque, Kroos acionou Mario Götze que arriscou em cima de Fabianski que mandou para tiro de canto, evitando o primeiro gol da partida.

Os poloneses se assanharam no jogo e aos 14 minutos em cobrança de falta ensaiada Lewandowski ajeitou para Milik que mandou no cantinho sem direção. Depois em uma saída errada da defesa alemã, Lewandowski foi interceptado por Boateng.

A partida estava lá e cá e os germânicos tiveram uma boa chance com Draxler que entrou na área, mas Krychowiak evitou afastando para escanteio. Em seguida, Toni Kroos arriscou de fora da área por cima da meta polonesa.

Por pouco os alemães não abriram o marcador aos 24 minutos em lindo chute de Özil que arriscou colocado e Fabianski fez linda defesa tirando com a ponta dos dedos. Outro que tentou foi Schürrle que mesmo sem ângulo mandou em cima do arqueiro polonês.

O time de Joachim Löw tentou mais duas vezes e Toni Kroos de fora área mandou fraco e Fabianski atento fez a defesa. Ainda Thomas Müller aproveitou vacilo da defesa e arriscou para longe.