Ex-Maccabi Haifa, lateral israelense Taleb Tawatha assina por três anos com o Frankfurt

Lateral-esquerdo é o quatro reforço das águias para esta temporada

Ex-Maccabi Haifa, lateral israelense Taleb Tawatha assina por três anos com o Frankfurt
Foto: Divulgação/Eintracht Frankfurt

Nesta terça-feira (5) o Eintracht Frankfurt anunciou mais um reforço e trouxe o lateral esquerdo israelense Taleb Tawatha de 24 anos que atuava pelo Maccabi Haifa. O jogador assinou contrato de três temporadas e os valores foram em torno de € 750 mil (cerca de R$ 2,7 milhões).

Tawatha fez toda carreira atuando pelo clube de seu país e também a nacionalidade do Sudão terra de seus país e pelo clube esteve por 153 partidas e marcou 10 gols. Pela seleção nacional jogou em cinco oportunidades e não marcou nenhum gol. E vem para ser a opção para lateral esquerda que só tem de oficio Bastian Oczipka, já que o marfinense Konstantin Djakpa deixou o clube.

Para Bruno Hübner é um jogador interessante: “Estamos satisfeitos pela sua contratação é um jogador muito interessante e dinâmico e buscamos para função. Outras equipes tinham interesse de contar com seu futebol, mas conseguimos ganhar a disputa dos concorrentes. O jogador se mostrou entusiasmado de ter chegado ao nosso clube e começar as atividades com os novos companheiros”.

O novo reforço falou sobre sua chegada a nova equipe: “Será uma chance de atuar em uma liga tão importante que é a Bundesliga, tive oportunidades de enfrentar equipes quando atuava pelo meu antigo clube em jogos da UEL. Agora que estou aqui vai será um prazer imenso de estar jogando em campeonato que tem grandes torcidas e a atmosfera é fantástica. Quero mostrar meu valor atuando pelo Eintracht Frankfurt daqui para frente”.

Foi o quarto reforço do clube que já trouxe os atacantes Danny Blum, Branimir Hrgota e Ante Rebic. O clube está na Áustria fazendo sua pré-temporada e vai fazer amistosos de preparação para Bundesliga e DFB Pokal. As águias terminaram o ultimo campeonato na décima sexta colocação e precisou dos playoffs para conseguir sua permanência na primeira divisão.