Alemanha e França se enfrentam para definir o segundo finalista da Eurocopa 2016

Alemães e franceses duelam por uma vaga na grande final e se enfrentam em Marseille

Alemanha e França se enfrentam para definir o segundo finalista da Eurocopa 2016
Foto: Vavel
Alemanha
França
Alemanha: Neuer; Höwedes, J. Boateng, Mustafi; Kimmich, Hector; Weigl, T. Kroos; Özil, Draxler; T. Müller. Técnico: Joachim Löw
França: Lloris; Sagna, Rami, Koscielny, Evra; Pogba, Matuidi; Sissoko, Griezmann, Payet; Giroud. Técnico: Didier Deschamps
ÁRBITRO: Nicola Rizzoli (Itália)
INCIDENCIAS: Partida Válida Pelas Semifinais da Eurocopa 2016. Estádio: Velodrome/Marseille (França). Horário: 16h00 (de Brasília).

Nesta quinta-feira (7) Alemanha e França se enfrentam pela semifinal da Eurocopa 2016 no Stade Velodrome em Marseille. Os alemães que mesmo com desfalques enfrentam os donos da casa que vão embalados por serem os anfitriões do torneio e também querem chegar à decisão.

O árbitro será o italiano Nicola Rizzoli e o confronto começa às 16h00. No ultimo encontro entre as duas seleções em amistoso realizado em Saint-Denis vitória dos franceses pelo placar de 2 a 0, os gols foram de Giroud e Gignac no duelo que ficou marcado pelos ataques terroristas aos arredores do estádio.

Alemães não se intimidam com os donos da casa e quer a vaga na final

Os alemães que precisaram dos pênaltis para superar os italianos chegam as semifinais com três baixas são eles os lesionados Sami Khedira e Mario Gomez que não atuam mais no torneio e o suspenso Mats Hummels, a dúvida está por conta do capitão Bastian Schweinsteiger. As possíveis entradas na equipe são do jovem volante Julian Weigl, do zagueiro Shkodran Mustafi e do meia-atacante André Schürrle e avançado Thomas Müller como atacante.

Em coletiva prévia Joachim Löw falou da força do adversário, mas está confiante que a Alemanha possa ir a final: “Será uma grande partida e contra os donos da casa que também buscam o titulo do torneio. Não será um duelo simples a França tem grandes jogadores e vai querer dar muito trabalho a nossa equipe. O nosso time está mais confiante, mesmo com as baixas que atrapalham muito. Só que isso não será o problema e temos jogadores que podem substituir à altura as ausências. Espero uma partida disputada e bem movimentada”.

Para o atacante Thomas Müller que ainda não marcou nesta Eurocopa não se intimida com o adversário: “Sabemos da força do adversário e eles vão querer ganhar de nós atuando dentro da sua casa. Os franceses tem um grande time, mas isso não vai nos intimidar e queremos o triunfo e chegar a final do torneio. A partida tem tudo para ser excelente e vamos buscar fazer nosso jogo e conseguir um grande resultado”.

Franceses vão com força máxima para o jogo decisivo

Após conquistar a vitória sobre os islandeses pelo placar de 5 a 2 e avançar as semifinais os bleus querem chegar novamente em um final em casa. Quando sediaram o torneio em 1984 foram campeões. Só que o retrospecto e jogos oficiais não favorecem, pela ultima que se enfrentaram na Copa do Mundo de 2014, os alemães levaram a melhor.

O time vai completo e contará com os retornos do zagueiro Adil Rami e do volante N’Golo Kanté que voltam de suspensão. Nas ultimas prévias que estava no time titular era Moussa Sissoko.

E o comandante da equipe Didier Deschamps vê que será um jogo duríssimo: “É um clássico do futebol mundial e enfrentaremos uma seleção fortíssima e uma das favoritas a levantar a taça. Sei que o confronto tem tudo para ser movimentado, os dois times vão sair para o jogo e prevejo uma partida de muitas oportunidades. Em jogos oficiais a vantagem é favorável a eles, mas isso não vai contar muito e temos condições de conseguir a vaga para final”.

O goleiro e capitão Hugo Lloris admite dificuldades contra os alemães: “O jogo tem tudo para ser um dos mais difíceis para nossa equipe e não tivemos facilidade quando enfrentamos outros adversários. Tivemos que suar bastante e não chegamos à toa para semifinal. A Alemanha é um time poderoso e o jogo tem tudo para ser um dos mais difíceis para ambos. Espero que nossa seleção saia vencedora neste duelo”.