No retorno de Guardiola a Munique, Bayern vence City pelo placar mínimo em amistoso

Treinador catalão retornou à Alemanha como adversário e viu sua equipe ser derrotada pelo placar mínimo na Allianz Arena

No retorno de Guardiola a Munique, Bayern vence City pelo placar mínimo em amistoso
Foto: Divulgação/Bayern de Munique
Bayern de Munique
1 0
Manchester City

Nesta quarta-feira (20) Bayern de Munique e Manchester City se enfrentaram em amistoso de pré-temporada na Allianz Arena em Munique. Os bávaros que contam agora com o italiano Carlo Ancelotti no comando enfrentaram a equipe de seu ex-treinador Pep Guardiola que fez seu primeiro jogo frente ao seu novo time.

As duas equipes com inúmeros reservas em campo e com muito jogadores jovens duelaram visando as competições que vão disputar nesta atual temporada. Os bávaros que não poderiam contar com os jogadores que estiveram na Eurocopa, o mesmo com o time inglês.

E quem começou em cima foram os donos da casa aos 6 minutos, o garoto Benko acionou Ribery que se livrou do marcador e tocou na medida para Bernat, o lateral espanhol cruzou para o meio da área, mas Julian Green chegou atrasado e não conseguiu desviar para a meta de Caballero. Minutos depois em boa troca de passes entre Ribery e Alaba, o austríaco arriscou em cima do goleiro argentino que fez a defesa.

Os citizens deram a resposta aos 23 minutos Jesús Navas tocou para Iheanacho, o nigeriano arriscou por cima da meta de Ulreich que só acompanhou a bola sair por cima de sua meta.

Depois aos 28 minutos os bávaros por pouco não abriram o marcador em jogada iniciada no campo de defesa com Martinez que passou para Ribery lançar Alaba, o austríaco passou para Julian Green que arriscou em cima de Caballero que fez grande defesa. Novamente o jogador estadunidense perdeu outra chance ao arrematar em cima do goleiro argentino que defendeu no susto.

Na etapa final os mandantes tiveram a oportunidade com o garoto Hägler que aproveitou um descuido na saída de bola do time inglês e arriscou fraco facilitando a defesa do goleiro Angus Gunn.

A equipe inglesa por pouco não marcou seu gol aos 26 minutos em jogada iniciada com Bytyqi, o jovem jogador se livrou dos marcadores e passou para Tasende que cruzou para Bony que cabeceou pra fora.

Só que aos 31 minutos os bávaros abriram o marcador se aproveitando de uma saída errada da defesa visitante a bola chegou aos pés do garoto Öztürk que arriscou ao gol e a bola desviou em Clichy, matando qualquer chance de defesa a Gunn que ainda tentou desviar.

Os visitantes tentaram a resposta em cobrança de falta batida por Yaya Touré que mandou sem direção ao gol de Ulreich. Por pouco não conseguiram o empate, Bony fez o pivô e rolou para Tasende que arriscou fraco, mas Öztürk afastou.

No fim da partida Hägler foi acionado e arriscou de fora de área e quase o goleiro Gunn entregou e a bola saiu para tiro de canto.