Ancelotti descarta regresso de Schweinsteiger ao Bayern: "Não está em nossos planos"

Em entrevista coletiva, treinador italiano afirmou que não é o momento ideal para o meio campista retornar à Munique

Ancelotti descarta regresso de Schweinsteiger ao Bayern: "Não está em nossos planos"
Bastian não faz parte dos planos de Ancelotti (Foto: A. Hassenstein/Getty Images)

Aos 32 anos, o meio campista Bastian Schweinsteiger enfrenta situação difícil no Manchester United, tanto quanto constrangedora. Após ser afastado da equipe principal por José Mourinho, atual treinador da equipe, formou-se uma polêmica em torno do jogador alemão e consequentemente uma incógnita em relação a seu futuro.

Mourinho afirmou que não pretende contar com Schweinsteiger, que desde então segue treinando com os reservas na equipe Sub-23. A justificativa do treinador português foi que há um demasiado número de atletas no plantel e que o meio campista não faz parte dos planos.

Após tais acontecimentos em Manchester, surgiram diversas especulações ligando o nome do jogador a importantes clubes que eventualmente possuem interesse em contratá-lo, como Internazionale, Milan e Paris Saint-Germain. Obviamente, Schweinsteiger também foi relacionado ao ex-clube, Bayern de Munique, mas o possível retorno à Baviera tem sido anulado com frequência.

O italiano Carlo Ancelotti, atual treinador do Bayern, declarou que o regresso de Schweinsteiger não está previsto e que tudo não passa de rumores. "Bastian é um grande jogador, apesar do baixo desempenho nas últimas temporadas, mas não está em nossos planos”, disse  em entrevista coletiva. “Eu não acho que é o momento ideal para ele retornar à Munique, embora seu futuro seja uma decisão do Manchester United, não minha", concluiu o treinador.

(Foto: Bongarts/Getty Images)
Futuro do meio campista alemão segue indefinido (Foto: Bongarts/Getty Images)

Contudo, após Schweinsteiger ter sido dispensado por Mourinho, houve uma conversa para discutir a possível  volta do atleta ao Bayern de Munique e as  possibilidades ganharam força após as declarações do presidente do clube. "Bastian deve falar sobre seu futuro e de seu desejo de voltar. Sendo assim, vamos sentar e analisar as hipóteses”, afirmou Karl-Heinz Rummenigge, em entrevista concedida ao jornal alemão Sport Bild.

Ídolo na Alemanha, Schweinsteiger possui uma carreira vitoriosa e digna de respeito. Pela seleção, o meia foi um dos principais atletas na conquista do Mundial de 2014, no Brasil. Com a camisa do Bayern foram 22 títulos oficiais, sendo oito edições da Bundesliga, sete edições da DFB Pokal, uma Uefa Champions League e um Mundial de Clubes da FIFA, entre outros. Pelo Manchester United, o volante sagrou- se campeão da FA Cup na temporada 2015/16.