M'Gladbach bate Leverkusen em jogo intenso e equilibrado pela Bundesliga

Em duelo equilibrado, Gladbach conquista vitória importante diante do Leverkusen, adversário direto na briga por vagas europeias

M'Gladbach bate Leverkusen em jogo intenso e equilibrado pela Bundesliga
Christoph Kramer reencontrou seu ex-clube logo na estreia da Bundesliga (Foto: Reprodução/Borussia)
Borussia M'Gladbach
2 1
Bayer Leverkusen
Borussia M'Gladbach: Sommer, Elvedi, Christensen, Jantschke (Vestergaard, min. 46); Traoré , Strobl, Kramer, Wendt; Stindl, Raffael, Hahn (Hazard, min. 84). Ténico: André Schubert
Bayer Leverkusen: Leno, Jedjvaj, Tah, Toprak, Wendell; Bellarabi, Baumgartilinger, Aránguiz (Pohjanpalo), Kampl; Çalhanoglu (Mehmedi, min. 64) e Volland (Brandt, min. 64). Técnico: Roger Schmidt
Placar: 1-0, min. 45+1, André Hahn. 1-1, min. 79, Pohjanpalo. 2-1, min. 85, Stindl
ÁRBITRO: Felix Brych. Cartões Amarelos: Kramer (min. 40), Toprak (min. 64), Stindl (min. 74), Bellarabi (min. 74), Wendell (min. 75), Strobl (min. 90+4)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 1ª rodada da Bundesliga, disputada no Borussia-Park, em Mönchengladbach, Alemanha. Público: 52183 pagantes

Neste sábado (27), Borussia Mönchengladbach e Bayer Leverkusen se enfrentaram pela 1ª rodada da Bundesliga no Borussia-Park, em um confronto eletrizante, com vitória dos Potros por 2 a 1. Os gols do Gladbach foram marcados por Hahn e Stindl, enquanto Pohjanpalo descontou para o Leverkusen.

O Bayer Leverkusen tentará sua primeira vitória na próxima rodada, quando o recebe o Hamburgo (10/09), enquanto o Gladbach visitará o Freiburg, no mesmo dia. Antes disso, os Potros vão enfrentar o Hannover 96 (02/09) em um amistoso durante a data FIFA.

André Hahn aproveita falha e Gladbach abre vantagem nos acréscimos

O Gladbach, jogando diante da sua torcida, começou a partida buscando dominar as ações ofensivas, mas o estilo de jogo do Leverkusen não permitiu que qualquer chance fosse criada nos minutos iniciais, apesar de toda a intensidade da partida.

O primeiro lance de perigo veio através do zagueiro Jonathan Tah, que por pouco não aproveitou uma bola levantada na área. Já o Gladbach chegou com real perigo aos vinte minutos da primeira etapa, com o brasileiro Raffael, em uma finalização que exigiu bela defesa de Leno, que ainda foi capaz de fazer outra intervenção, salvando um chute de Wendt com o rosto, paralisando o jogo por alguns minutos para atendimento ao arqueiro dos aspirinas.

Na reta final do primeiro tempo, as duas equipes tiveram boas oportunidades para abrir o marcador, o Leverkusen chegou com Tah, que acertou o travessão, enquanto Hahn desperdiçou chance clara, parando mais uma vez no goleiro do Leverkusen.  No entanto o próprio Hahn, depois de uma falha de Tah, abriu o placar nos acréscimos, deixando o Mönchengladbach em vantagem na primeira etapa.

Em uma segunda parte intensa, Stindl dá vitória ao Gladbach nos minutos finais

O Bayer Leverkusen voltou melhor após o intervalo e criou boas oportunidades para igualar o placar, mas acabou desperdiçando-as, principalmente com Kampl, que sozinho, finalizou para fora. Schubert estava atento a melhora dos visitantes e resolveu mudar o time, com Fabian Johnson entrando no lugar de Traoré, o que deu uma maior agressividade ao setor ofensivo dos Potros.

Apesar da melhora do M’Gladbach após a alteração, a equipe mandante não conseguiu ampliar o placar, deixando o confronto em aberto. Ciente disso, Roger Schmidt, comandante do Leverkusen, trocou sua linha ofensiva, promovendo as entradas de Brandt e Mehmedi, que aumentaram o poderio ofensivo ao Bayer.  Com o jogo aberto, mas poucas chances reais de gol, o Leverkusen chegou a igualdade em uma jogada isolada, quando Christensen quase marcou contra e, apesar de uma defesa espetacular de Yann Sommer, Bellarabi aproveitou o rebote e deu assistência para Pohjanpalo empatar o duelo.

O duelo se encaminhava para o final, mas Schubert não estava satisfeito com o empate e decidiu colocar Thorgan Hazard em campo, meia que foi destaque no duelo contra o Young Boys pela Champions, no lugar do autor do primeiro gol, André Hahn. A mudança foi precisa e o Borussia chegou ao gol da vitória após uma bela assistência de Hazard para Stindl, que tirou de Leno e mandou para o fundo das redes, definindo o marcador e confirmando a primeira vitória dos Potros na Bundesliga.