Müller demonstra modéstia após gols na estreia: "Tive um pouco de sorte"

Atacante de 26 anos comandou vitória alemã; O defensor Joshua Kimmich fez seu primeiro gol com a camisa da seleção

Müller demonstra modéstia após gols na estreia: "Tive um pouco de sorte"
Alemães estrearam com o pé direito nas Eliminatórias (Foto: Alex Grim/Getty Images)

Pela primeira rodada das Eliminatórias Europeias para Copa do Mundo de 2018, Noruega e Alemanha se enfrentaram neste domingo (4), no Estádio Ullevaal, em Oslo. Com gols de Joshua Kimmich e Thomas Müller duas vezes, a soberania alemã foi novamente confirmada, em confronto válido pelo Grupo C.

Apos estrearem com o pé direito em solo norueguês e conquistarem os primeiros pontos na busca pelo pentacampeonato, os autores dos gols do jogo conversaram com a imprensa na zona mista do estádio.

Embora a Seleção Alemã possua um histórico recente extremamente positivo, para o atacante Thomas Müller: “Ainda há questões que precisam ser melhoradas, mas em geral, temos feito uma boas partidas como queríamos”, disse o atacante de 26 anos. “Temos que marcar gols e até poderíamos ter feito mais alguns, mas não acertamos a direção da meta. Estamos satisfeitos, apesar que ainda temos um certo espaço de tempo para melhorarmos nossa qualidade”, acrescentou.

(Foto: Alex Grim/Getty Images)
Jovem Kimmich segue sendo destaque no futebol alemão (Foto: Alex Grim/Getty Images)

Sobre os objetivos, Müller destacou o trabalho que vem sendo realizado e ressaltou que persistência é importante para marcar gols. "Novamente tive apenas um pouco de sorte e como eu sempre digo, isso é extremamente necessário para quem joga como atacante”, afirmou. “É bom atuar e marcar gols com a camisa da seleção outra vez, além de reencontrar meus companheiros e poder estar com esses caras em jogos de futebol”, concluiu Thomas, autor de dois gols.

Em seu sétimo jogo pela Seleção, Kimmich friamente colocou a bola no fundo das redes, como um atacante. Atuando na lateral direita, para Joshua o primeiro gol com a camisa alemã "É algo especial, pois eu não chuto tantas vezes para o gol e especificamente nessa partida fiz isso muito bem. Eu estava frequentemente livre pela direita e pude explorar bem os espaços, o que era muito bom. Além disso, fico feliz quando temos tantos jogadores jovens em campo”, finalizou o atleta de 21 anos.