Freiburg surpreende, vira sobre o Gladbach e vence a primeira na Bundesliga

Recém-promovido Freiburg surpreende embalado Gladbach e chega ao seu primeiro triunfo no retorno à elite do futebol alemão

Freiburg surpreende, vira sobre o Gladbach e vence a primeira na Bundesliga
Foto: Reprodução/SCFreiburg
SC Freiburg
3 1
Borussia M'Gladbach
SC Freiburg: Schwolow; Stenzel, Gulde, Söyüncü, Günter; Höfler, Bulut, Frantz (Haberer, min. 68), Grifo (Abrashi, min. 89); Philipp, Niederlechner (Petersen, min. 82). Técnico: Christian Streich
Borussia M'Gladbach: Sommer; Elvedi (Herrmann, min. 77), Christensen, Jantschke; Traoré, Kramer, Strobl, Wendt; Stindl; Raffael (André Hahn, min. 70), Hazard (Vestergaard, min. 70). Técnico: André Schubert
Placar: 0-1, min. 35, Hazard. 1-1, min. 54, Philipp. 2-1, min. 85, Philipp. 3-1, min. 88, Petersen
ÁRBITRO: Harm Osmers. Cartões amarelos: Raffael (min. 51), Haberer (min. 76), Philipp (min. 86), Sommer (min. 87).
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 2ª rodada da Bundesliga 2016/2017, realizado em Freiburg. Estádio: Schwarzwald-Stadion. Público: 24000 presentes

Neste sábado (10) SC Freiburg e Borussia Mönchengladbach se enfrentaram em partida válida pela 2ª rodada da Bundesliga no Schwarzwald-Stadion, em Freiburg. Os Breisgau-Brasilianer visavam a primeira vitória no retorno a elite do futebol alemão, enquanto o Gladbach queria ratificar o bom início de temporada.

Em uma partida bem disputada e movimentada, os mandantes saíram vencedores em uma bela virada diante dos Potros, por 3 a 1. Os gols do Freiburg foram marcados por Philipp (2x) e Petersen, enquanto Thorgan Hazard anotou o tento dos visitantes.

O próximo duelo do SC Freiburg será diante do Colónia, na sexta-feira (16), enquanto o M’Gladbach visitará o poderoso Manchester City pela Uefa Champions League, na terça-feira (13) no Etihad Stadium antes de receber o Werder Bremen pela Bundesliga, no Borussia-Park.

Belo gol de Thorgan Hazard faz a diferença na primeira etapa

O SC Freiburg, assumindo a condição de mandante da partida, tentou pressionar o Gladbach nos minutos iniciais com uma marcação alta e avançada, mas poucas chances reais de gol foram criadas pelas equipes.

A melhor chance do Freiburg veio através de Niederlechner, que finalizou na trave do goleiro Sommer, que apenas olhou. Apesar a superioridade da equipe da casa, foram os Potros que abriram o placar, com o uma finalização espetacular de Thorgan Hazard, que chutou de fora da área, de perna esquerda, mandando a bola no canto superior do goleiro adversário, sem chances para defesa.

Mesmo não convencendo, o Gladbach administrou o jogo e tentou explorar os contra-ataques para ampliar o marcador, mas o sistema de jogo não estava sendo eficiente e mesmo com a vantagem no placar, o domínio na primeira etapa foi do Freiburg, que finalizou quinze vezes contra cinco dos Potros.

Freiburg cresce, surpreende e vira diante do Gladbach

A etapa complementar continuou bem movimentada, mas assim como a primeira metade da partida, sem muitas chances de gol e foi através de um erro na construção de jogo dos Potros que o Freiburg buscou o empate, após uma troca de passes precipitada de Stindl no comando de ataque, proporcionando um rápido contra-ataque dos mandantes, que terminou com um belo gol de Philipp.

A história do confronto mudou depois de alterações bem questionáveis de André Schubert, comandante do Borussia, que sacou Raffael e Hazard, os melhores jogadores do time para promover as entradas de Vestergaard e Hahn. A bagunça tática realizada por Schubert foi o fator chave para a virada do Freiburg, que chegou a superioridade no placar através de Max Philipp, mais uma vez em uma linda finalização de fora da área, sem qualquer marcação.

Perdido em campo e com mais uma péssima atuação fora de casa – o Gladbach teve uma das piores campanhas como visitante na temporada passada – a equipe falhou mais uma vez e, após uma saída de bola errada de Kramer, Christensen não conseguiu afastar e acabou perdendo a bola, o que levou Sommer a cometer o pênalti, convertido por Petersen, que decretou a primeira vitória do Freiburg em seu retorno a primeira divisão.