Na Polônia, Borussia Dortmund enfrenta Legia Varsóvia pela Champions League

Aurinegros começam sua caminhada enfrentando um adversário que retorna a fase de grupos após 20 anos ausente

Na Polônia, Borussia Dortmund enfrenta Legia Varsóvia pela Champions League
Foto: Vavel
Legia Varsóvia
Borussia Dortmund
Legia Varsóvia: Malarz; Bereszynski, Pazdan, Dabrowski, Broz; Jodlowiec, Moulin; Guilherme, Odjidja-Ofoe, Langil; N. Nikolic. Técnico: Besnik Hasi
Borussia Dortmund: Bürki; Piszczek, Sokratis, Ginter, Schmelzer; Castro, Weigl; Dembélé, M. Götze, Schürrle; Aubameyang. Técnico: Thomas Tuchel
ÁRBITRO: Sergey Karasev (Rússia)
INCIDENCIAS: Partida Válida Pela 1ª rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2016/17. Estádio: Pepsi Arena/Varsóvia (Polônia). Horário: 15h45 (de Brasília).

Nesta quarta-feira (14) Legia Varsóvia e Borussia Dortmund se enfrentam pela 1ª rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2016/17 na Pepsi Arena em Varsóvia em jogo válido pelo grupo F. Os poloneses voltam a disputar a fase de grupos após 20 anos ausente, mas disputou as fase preliminares em anos anteriores só que não conseguiu chegar. Por outro lado os aurinegros estão de volta após ficarem ausente na temporada passada.

O árbitro da partida será o russo Sergey Karasev e o duelo começa às 15h45. Não tem registro de jogos oficiais entre as duas equipes. Só que em 2012 se enfrentaram em amistoso no qual os aurinegros venceram pelo placar de 1 a 0.

Militares voltam a disputar a fase de grupos após 20 anos e esperam fazer uma grande partida

O Legia Varsóvia disputou a fase de grupos da UCL na temporada 1995/96 quando enfrentou naquela ocasião Rosenborg da Noruega, Spartak Moscou da Rússia e Blackburn da Inglaterra e chegaram as quartas de final sendo eliminado pelo Panathinaikos da Grécia. Nos últimos anos disputou as fases preliminares, mas não conseguiu avançar.

No atual elenco tem alguns jogadores da seleção polonesa que estiveram na ultima edição da Eurocopa entre eles o zagueiro Pazdan e o volante Jodlowiec. A equipe buscará dar trabalho aos aurinegros nesta partida.

Em coletiva que antecede o jogo o treinador albanês Besnik Hasi falou sobre a partida: “O Dortmund tem uma das grandes equipes da Europa e praticam um bom futebol. A equipe deles é recheada de excelentes jogadores e vamos fazer de tudo para que consigamos fazer uma boa partida diante deste adversário qualificado. Sabemos da força deles e faremos o possível para complicar o jogo deles. Prevejo um jogo disputado e queremos fazer bonito dentro de casa”.

O volante Tomasz Jodlowiec também falou do duelo: “Tem tudo para ser uma grande partida e vamos buscar fazer nossa parte em casa e teremos do outro uma equipe forte e que vai brigar pela vaga na segunda fase. Mas estamos preparados para jogar contra o Dortmund que tem grandes jogadores e um treinador excelente. Só que nosso conjunto vai buscar fazer o possível para conquistar um bom resultado”.

Dortmund espera mostrar seu bom futebol no primeiro duelo da UCL

Após perderem no final de semana pela Bundesliga, os aurinegros iniciam sua caminhada na UCL. A equipe na temporada passada esteve ausente ao não conseguir a classificação voltará com tudo nessa edição. A equipe comandada por Thomas Tuchel ainda não contará com Marco Reus que só deve voltar no começo de 2017. Mas tem jogadores que podem suprir a ausência do jogador, entre eles Mario Götze, André Schürrle e o recém-chegado Ousmane Dembélé.  

O comandante falou que prevê dificuldades logo na partida de estreia: “Será um jogo muito complicado para nós e contra uma boa equipe que não chegou à fase de grupos por acaso. Vamos fazer o possível para que consigamos fazer uma grande partida e esquecer o jogo ruim que fizemos no fim de semana. Agora o foco é UCL e espero que meus jogadores façam um bom jogo e a partida tem tudo para ser bem disputada”.

O lateral polonês Lukasz Piszczek falou sobre o adversário e disse que conhece alguns jogadores: “É um adversário complicado de se enfrentar e conheço alguns deles por jogarmos juntos na seleção. Anos atrás tive a oportunidade de jogar contra eles e mostrou ser um time difícil de ser batido em seu estádio e o fator campo é a sua principal arma. Mas temos condições de conseguir um grande resultado e começar bem está competição”.