Gladbach controla e vence o Ingolstadt pela Bundesliga

Em mais uma vitória no Borussia-Park, a 10ª consecutiva, Potros derrotaram o Ingolstadt

Gladbach controla e vence o Ingolstadt pela Bundesliga
Oscar Wendt anotou o 2º gol dos Potros (Foto: Divulgação/Borussia)
Borussia M'Gladbach
2 0
Ingolstadt
Borussia M'Gladbach: Sommer, Jantschke, Elvedi, Christensen, Korb, Kramer, Dahoud, Johnson, Stindl (Vestergaard, min. 84), Wendt (Schulz, min. 89), Hahn (Hazard, min. 56). Técnico: André Schubert
Ingolstadt: Nyland, Levels, Matip, Tisserand, Suttner, Cohen (Roger, min. 61), Morales (Lex, min. 77), Groß, Hartmann (Hinterseer, min. 58), Leckie, Lezcano. Técnico: Markus Kauczinski
Placar: 1 - 0, min. 42, Stindl. 2 - 0, min. 76, Wendt
ÁRBITRO: Bastian Dankert (ALE). Cartões Amarelos: Leckie (min. 4), Hahn (min. 53), Elvedi (min. 65), Hinterseer (min. 66), Levels (min. 85).
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 5ª rodada da Bundesliga, disputado no estádio Borussia-Park, em Mönchengladbach. Público Presente: 50.112 Torcedores

O Borussia Mönchengladbach recebeu o Ingolstadt, neste sábado (24), pela quinta rodada da Bundesliga, no Borussia-Park, em Mönchengladbach, e assegurou uma importante vitória, por 2 a 0, mostrando sua força como mandante.

O Gladbach vinha de um bom resultado fora de casa, após conquistar um ponto contra o time sensação da Bundesliga, o RB Leipzig, mesmo em uma partida pouco inspirada da equipe comandada por André Schubert, enquanto o Ingolstadt visava à recuperação, pois havia sido derrotado pelo Eintracht Frankfurt em seus domínios, por 2 a 0.

Bastian Dankert foi o responsável por arbitrar a partida, que contou com gols de Lars e Stindl e Oscar Wendt, em mais uma vitória dos Potros no Borussia-Park.

O próximo compromisso do Gladbach será contra o Barcelona, na quarta-feira (28), pela Champions League, enquanto o Ingolstadt volta a campo pela Bundesliga, no sábado (01/10), quando recebe o Hoffenheim.

Lars Stindl faz a diferença em um primeiro tempo monótono

O Gladbach, mesmo com um time modificado (quatro alterações em relação ao jogo anterior), precisava da vitória, pois a equipe não se podia dar o luxo de desperdiçar pontos em casa para o Ingolstadt, no entanto faltou inspiração para os jogadores comandados por André Schubert na primeira etapa. Ambas as equipes pouco criaram e proporcionaram quarenta e cinco minutos de um futebol de péssima qualidade.

A primeira ação ofensiva dos Potros veio através de Mo Dahoud, que finalizou fraco para fácil defesa do goleiro Nyland. A resposta dos visitantes, com Lezcano, em cobrança de falta, não levou qualquer perigo ao arqueiro Yann Sommer.

O jogo se encaminhava, de forma monótona, para o fim da primeira etapa, sem chances reais de gol, até que Stindl lançou Wendt, o lateral  cruzou para Fabian Johnson, a zaga afastou mas Stindl, que havia iniciado a jogada, finalizou com perfeição no canto do goleiro do Ingolstadt, abrindo o marcador.

Gladbach amplia a vantagem e confirma mais uma vitória em casa

O Ingolstadt voltou para a etapa complementar tentando impor alguma pressão no Gladbach, mas foi incapaz de criar qualquer chance real de gol, com o jogo prosseguindo da maneira da primeira metade, com poucas chances e inspiração de ambos os lados.

Os Potros melhoraram na partida após a entrada de Thorgan Hazard, no lugar de André Hahn, substituição que deu maior fluidez ao ataque dos mandantes e dessa forma as chances começaram a aparecer. Korb, após bom passe de Stindl, acertou a trave do arqueiro Nyland e quase ampliou a vantagem dos Foals.

Com uma melhora significativa nas ações ofensivas e sem ser incomodado, o M’Gladbach continuou ditando o ritmo da partida e aos 31 minutos Dahoud deu uma brilhante assistência para Oscar Wendt, que com extrema frieza, finalizou para marcar o segundo gol dos Potros.

Com o triunfo encaminhado, Schubert resolveu dar um descanso para os protagonistas do jogo, pois a equipe tem o Barcelona como próximo adversário, ao sacar Stindl e Wendt, para as entradas de Vestergaard e Nico Schulz, As modificações serviram para cadenciar o jogo, assegurando a 10ª vitória consecutiva do Borussia M’Gladbach como mandante, em partidas da Bundesliga.