Capitão do Leverkusen, Bender desabafa após empate sofrido com Monaco: "Estou atordoado"

Após sofrer empate no último minuto da partida, Lars Bender ressalta falta de concentração e maturidade da equipe alemã

Capitão do Leverkusen, Bender desabafa após empate sofrido com Monaco: "Estou atordoado"
Bender cobrou atenção dos companheiros (Foto: Valery Hache/Getty Images)

O Monaco recebeu o Bayer Leverkusen nesta terça-feira (27), no estádio Louis II, em Mônaco, em confronto válido pela segunda rodada da fase de grupos da Uefa Champions League.  As equipes fizeram um jogo equilibrado e competitivo, mas a notória superioridade dos visitantes foi convertida em gol aos 74 minutos, na cabeçada de Chicarito Hernández. No entanto, os donos da casa não deixaram de acreditar e buscaram o empate já no apagar das luzes, aos 94 minutos, com um golaço do zagueiro Kamil Glik.

Com o resultado, o Mônaco somou quatro pontos e assumiu a liderança do Grupo E, enquanto o Bayer Leverkusen encontra-se na terceira posição, com dois pontos ganhos.  O próximo compromisso de ambas equipes será no próximo sábado (1º): o Mônaco visitará o Metz, pela Ligue One, e o Bayer Leverkusen receberá o Borussia Dortmund, pela Bundesliga.

Após o apito final, o capitão do Bayer Leverkusen concedeu entrevista à Sky Sports. Para Lars Bender, a “falta de concentração foi crucial, somos uma equipa que disputa competições internacionais já há alguns anos. São nestes momentos que temos que mostrar maturidade e nos mantermos alertas”, disse. "É claro que, apostar em bolas longas nos últimos minutos fez com que o Mônaco avançasse e como cada bola era um pouco descontrolada, acabou caindo em algum lugar", acrescentou.

Embora o Leverkusen tenha feito um bom jogo, na visão do capitão, faltou maturidade no momento de "parar a jogada, usar a experiência e evitar que situações como esta aconteçam. Glik levou de forma relativamente livre na linha da grande área, isto não pode acontecer conosco no minuto 94", afirmou Bender, referindo-se ao gol do Mônaco.

Contudo, Lars Bender foi questionado sobre o que estava sentindo, em relação aos três pontos importantes que Leverkusen deixou escapar no último minuto da partida. "Estou atordoado, fomos visivelmente melhores e merecíamos vencer. O futebol às vezes é realmente impetuoso e temos que aceitar isso", desabafou. "Pode ter sido sorte, coincidência ou destino, eu não sei. Mas pela maneira que a equipe apresentou-se hoje, ainda temos todas as chances de alcançar a fase eliminatória", finalizou o meio campista de 27 anos.