Ancelotti analisa primeira derrota no comando do Bayern e ressalta: "Não jogo para perder"

Treinador italiano concedeu entrevista coletiva após confronto diante do Atlético de Madrid, pela Uefa Champions League

Ancelotti analisa primeira derrota no comando do Bayern e ressalta: "Não jogo para perder"
Treinador italiano conhece primeira derrota após nove jogos oficiais (Foto: Divulgação/Bayern de Munique)

O Bayern de Munique foi ao estádio Vicente Calderón nesta quarta-feira (28), para enfrentar o Atlético de Madrid, em jogo válido pela segunda rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. No entanto, a viagem a Madri não foi bem sucedida, já que os donos da casa venceram pelo placar mínimo, com gol de Yannick Ferreira-Carrasco, e mantiveram-se na liderança do Grupo D.

Com o resultado, o Atlético de Madrid somou seis pontos, sustentou os 100% de aproveitamento na competição e segue isolado na ponta da tabela.  Já o Bayern de Munique continua com os mesmos três pontos e ocupa a segunda posição no Grupo D. O próximo compromisso de ambas as equipes na Uefa Champions League será na quarta-feira (19), onde o Atlético visitará o Rostov, da Rússia, enquanto o Bayern receberá o PSV, da Holanda.

Como de costume, o comandante do Bayern de Munique concedeu entrevista coletiva após o confronto. Carlo Ancelotti, que obteve a primeira derrota como comandante dos bávaros coincidentemente no retorno à capital espanhola, reconheceu que "não foi uma boa exibição. Até que os primeiros 20 minutos foram razoáveis, mas perdemos o controle em alguns momentos”, disse o italiano. "Perdemos a posse de bola em momentos importantes e perdemos também no combate um contra um. Analisando o conjunto da obra, não tivemos muitas chances", acrescentou.

"É sempre triste perder, não jogo para perder. No período em que controlamos o jogo, não conseguimos ser eficientes. Nos faltou velocidade, agressividade e um pouco de determinação para fazer uso das chances cedidas pelo Atlético”, comentou Ancelotti, que analisou os 90 minutos intensos no turbulento estádio Vicente Calderón, que transformou-se em um caldeirão pelos mais de 48 mil colchoneros presentes. "Temos que observar o jogo e ver o que não fizemos bem. No entanto, foi apenas um jogo, vamos tentar ser melhor da próxima vez", finalizou o treinador.

Bayern retorna a Munique

(Foto: Javier Soriano/AFP/Getty Images)
Viagem a Madri não foi bem sucedida (Foto: Javier Soriano/AFP/Getty Images)

A volta para casa dos bávaros tornou-se mais longa do que o previsto, devido ao placar negativo em Madrid. No entanto, com o regresso a Munique na manhã desta quita-feira (29), o foco da equipe mudou e estará voltado para o próximo desafio.

Antes do embarque, ainda em solo Espanhol, alguns atletas do elenco bávaro realizaram um treino regenerativo no hotel, enquanto os demais participaram de intensa sessão de treinamentos em um campo próximo ao local onde estavam hospedados. Em seguida, após a chegada em Munique, os jogadores receberam folga pelo resto do dia.

Contudo, está previsto uma sessão de treinamentos nesta sexta-feira (30), visando preparar os atletas para o confronto em casa pela Bundesliga. O Bayern de Munique receberá o Colônia na Allianz Arena, neste sábado (1º), às 10h30, em jogo valido pela sexta rodada da liga nacional.