Bayer Leverkusen recebe carrasco Borussia Dortmund em momentos distintos na temporada

Equipes se enfrentarão na BayArena, em jogo válido pela sexta rodada da Bundesliga 2016/17

Bayer Leverkusen recebe carrasco Borussia Dortmund em momentos distintos na temporada
Foto: Divulgação/Borussia Dortmund
Bayer Leverkusen
Borussia Dortmund
Bayer Leverkusen: Leno; L. Bender (Wendell), Tah, Toprak (Dragovic), Henrichs; Mehmedi (Kießling), Kampl, Aranguiz, Calhanoglu; Chicharito, Volland. Técnico: Roger Schmidt.
Borussia Dortmund: Bürki; Piszczek (Passlack), Sokratis, Ginter, Schmelzer - Weigl (Rode); Pulisic (Dembélé), Castro, Götze, Guerreiro; Aubameyang. Técnico: Thomas Tuchel.
ÁRBITRO: Árbitro: Manuel Gräfe (Berlim).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 6ª rodada da Bundesliga 2016/17. O confronto será disputado na BayArena (30,210 espectadores).

O Bayer Leverkusen receberá o Borussia Dortmund neste sábado (1º), às 13h30 (de Brasília), na BayArena, em Leverkusen. Pela sexta rodada da Bundesliga 2016/17, estarão frente a frente equipes que vivem momentos distintos neste início de temporada, uma vez que os leões estão atualmente na 10ª posição na tabela de classificação, enquanto os aurinegros são vice-líderes e buscam alcançar o primeiro colocado Bayern de Munique.

Leverkusen e Dortmund já sem enfrentaram 75 vezes em toda história e o retrospecto é extremamente equilibrado, tanto no número de vitórias quanto na quantidade de gols marcados. Foram 26 triunfos do Bayer e 27 do Borussia, além de 21 empates. O último confronto entre as equipes foi pela 22ª rodada da Bundesliga 2015/16 e na ocasião, os aurinegros levaram a melhor com gol solitário de Pierre-Emerick Aubameyang.

Ambas equipes entraram em campo no decorrer desta semana, devido aos compromissos pela fase de grupos da Uefa Champions League. Pelo Grupo E, o Bayer Leverkusen visitou o Monaco no estádio Louis II e empatou em 1 a 1, enquanto o Borussia Dortmund, pelo Grupo F, empatou em 2 a 2 com o Real Madrid no Signal Iduna Park.

Borussia visa desfecho de sequência de jogos positivo 

(Foto: Divulgação/Borussia Dortmund)
Tuchel prioriza segurança dos atletas (Foto: Divulgação/Borussia Dortmund)

O Borussia Dortmund viajará desfalcado para Leverkusen neste sábado (1º). Sem Marc Bartra e Adrian Ramos, ambos com problemas na virilha, além de André Schürrle que sentiu incômodo no joelho, "a segurança é nossa prioridade número um. Vamos usar as duas semanas que teremos para que possamos entrar em campo seguros diante do Hertha Berlin”, disse Thomas Tuchel.

Por motivos racionais, Tuchel terá de escalar uma equipe sem o trio que tornou-se sensação nas últimas rodadas da Bundesliga. Outros desfalques são Marco Reus e Sven Bender, que também não foram capazes de viajar, além de Neven Subotić e Erik Durm que ainda não tem previsão retorno. "Marco ainda está inapto, não treinou com bole hoje”, relatou o treinador. "Mas na recuperação ele está definitivamente à frente de Bender, que está usando uma tala para descansar o tornozelo", concluiu. 

Contudo, o Dortmund fará o sétimo jogo em um período de 22 dias e tal sequência não tem sido nada fácil. "Temos jogado na maior intensidade possível e neste jogo não vai ser diferente, quero ver uma equipe com fome e disposta a gastar toda a sua energia” afirmou Thomas Tuchel. No entanto, a última vez que o Borussia deixou a BayArena com uma derrota foi na temporada 2006/07, mas apesar disso “será mais um teste difícil para nós no final deste período intenso de jogos. Podemos concluir que temos investido muito nos últimos jogos, mais do que os nossos adversários", finalizou o comandante aurinegro.

Leverkusen aposta na força do fator casa 

(Foto: Divulgação/Bayer Leverkusen)
Schmidt reconhece força do adversário (Foto: Divulgação/Bayer Leverkusen)

Assim como o adversário, o Bayer Leverkusen fará o sétimo jogo no intervalo de 22 dias. Sendo assim, o treinador dos leões afirma que está ciente da tarefa que enfrentará e para que o desfecho seja positivo, "precisamos estar na nossa melhor forma. Nós temos todas as chances de ganhar o jogo, pois estaremos em casa e com nossos torcedores nos apoiando, é isso que estamos almejando”, disse Roger Schmidt.

No entanto, o Leverkusen não contará com Vladlen Yurchenko e Joel Pohjanpalo, ambos sofreram fratura na perna, além de Karim Bellarabi que lesionou o tendão. Em contrapartida, Roger Schmidt espera contar com o capitão Lars Bender, que sofreu um corte no confronto diante do Monaco, e com Ömer Toprak que recuperou-se após torcer o joelho. “Eu não posso dar a luz verde para nenhum deles, vamos decidir se são capazes de jogar contra o Dortmund apenas após a última sessão de treinamentos antes do jogo”, declarou o treinador.

Outra preocupação do Leverkusen é com relação ao retrospecto, uma vez que o número de jogos sem vitória em casa diante do Borussia, é maior do que contra qualquer outro clube da Bundesliga. Além disso, o Bayer venceu apenas três dos últimos 18 jogos frente ao Dortmund, seja em casa ou fora.

Contudo, resta ao Leverkusen deixar de lado o histórico de confrontos e apostar na força recente da equipe. Sendo assim, o primeiro passo dado por Roger Schmidt foi reconhecer a força do adversário que “trouxe jogadores ainda melhores após a saída de Hummels, Gundogan e Mkhitaryan. As novas contratações como Götze, Schürrle, Guerreiro, Dembélé e Emre Mor são muito impressionantes, isso significa que o jogo ofensivo do Borussia agora está ainda mais adaptável”, concluiu o treinador.