Bayern peca nas finalizações, tropeça contra Colônia e perde 100% na liga

Bávaros cederam empate na Allianz Arena, mas seguem líderes da competição

Bayern peca nas finalizações, tropeça contra Colônia e perde 100% na liga
Foto: Divulgação/Bayern de Munique
Bayern de Munique
1 1
Colônia
Bayern de Munique: Neuer; Rafinha, Martínez, Hummels, Bernat; Kimmich, Alonso, Sanches (Alaba 71); Robben (Müller 46), Lewandowski, Coman (Vidal 71). Técnico: Carlo Ancelotti.
Colônia : Horn; Sörensen, Mavraj, Heintz, Hector; Risse, Höger (Özcan 62), Lehmann, Rausch (Zoller 62); Modeste, Osako. Técnico: Peter Stöger.
Placar: Kimmich 40'; Modeste '63.
ÁRBITRO: Daniel Siebert (Berlin).
INCIDENCIAS: Confronto válido pela sexta rodada da Bundesliga. Partida disputada na Allianz Arena, em Munique (75 mil espectadores).

Pela sexta rodada da Bundesliga, o Bayern de Munique recebeu o Colônia neste sábado (1º), na Allianz Arena, em Munique. Frente a frente, duas equipes fazem bom início de temporada e que ainda não perderam nesta edição da liga alemã.

Em jogo eletrizante, as equipes empataram em 1 a 1. Joshua Kimmich abriu o placar para o Bayern no primeiro tempo e Anthony Modeste descontou para o Colônia na etapa complementar. Com o resultado, os bávaros somaram 16 pontos e seguem na liderança da Bundesliga, embora não possuam mais os 100% de aproveitamento na competição. Já os bodes, acumularam 12 pontos e assumiram a quarta posição na tabela de classificação.

Ambas equipes retornarão a campo no próximo sábado (15), pela sétima rodada da Bundesliga. O Bayern de Munique visitará o Eintracht Frankfurt na Commerzbank-Arena, em Frankfurt, enquanto o Colônia receberá o Ingolstadt no RheinEnergie Stadion, em Colônia.

Bayern insiste e abre o placar no fim da primeira etapa

(Foto: Divulgação/Bayern de Munique)
Foto: Divulgação/Bayern de Munique

Como era de se esperar, o Bayern de Munique se impôs sobre o Colônia, que pouco apareceu durante toda a primeira etapa, pressionando-os na intermediária e controlando a posse de bola. Sendo assim, os visitantes apostaram nos contra-golpes, na tentativa de explorar os erros bávaros.

Empurrados pelos mais de 70 mil torcedores presentes na Allianz Arena, os bávaros sufocaram os visitantes controlando e trabalhando a posse de bola no campo ofensivo. O Bayern criou diversas oportunidades com Lewandowski, Robben e Xabi Alonso, mas falharam na pontaria e não obtiveram sucesso nas finalizações.

Apenas aos 39 minutos os bávaros conseguiram converter toda a pressão imposta em gol. Em bela jogada pela esquerda, o lateral Bernat livrou-se da marcação e levantou a bola na pequena área, para encontrar o jovem Kimmich, que adiantou-se e mergulhou para de cabeça marcar 1 a 0.

Após abrir o placar, o Bayern continuou tocando a bola no ataque e agredindo o Colônia. No entanto, não houve tempo de fazer mais nada, já que o árbitro Daniel Siebert decretou o fim da primeira etapa, após o habitual um minuto de acréscimo.

Colônia aproveita desatenção defensiva e deixa tudo igual

(Foto: Divulgação/Colônia)
Foto: Divulgação/Colônia

Na volta das equipes para a etapa complementar, Carlo Ancelotti optou por substituir Robben por Müller, enquanto o treinador Peter Stöger determinou apenas alterações táticas no Colônia, que retornou com os mesmos atletas. Sendo assim, o confronto ficou mais equilibrado e os visitantes demonstraram-se destemidos.

Com a torcida bávara cantando alto na Allianz Arena, o Bayern não mudou a proposta de jogo e continuou exercendo pressão. Consequentemente, a equipe criou diversas oportunidades e ao pecar nas finalizações, pagou um alto preço, já que o futebol não costuma perdoar.

Peter Stöger determinou a saída de Rausch e Hoger, para a entrada de Zoller e Ozcan, que logo surtiram efeito. Recuado e explorando o contra-ataque bávaro, o Colônia conseguiu o empate com o francês Anthony Modeste. Aos 63 minutos, Risse cruzou na área e encontrou o camisa 27 , que em jogada acrobática desviou enganando o goleiro Manuel Neuer e deixando tudo igual em Munique.

O jogo tático continuou, Ancelotti tirou Sanches e Coman, para a entrada de Vidal e Alaba. A partida ficou ainda mais aberta nos 15 minutos finais, com diversas chances para os dois lados, embora o Bayern mostrava-se superior. Apesar das tentar com Alonso, Müller, Rafinha, Lewandowski  e Bernat, se tratando de resultado nada mudou.

Os bávaros não acertaram a pontaria e além disso, o goleiro Timo Horn contou a ajuda da trave no mínimo três vezes. Contudo, o Bayern perdeu diversas chances nos minutos finais, assim como o Colônia que ainda teve oportunidade de virar o jogo nos acréscimos. Por fim, Daniel Siebert apitou pela última vez e deu números finais ao jogo.