Dortmund leva a melhor sobre Sporting fora de casa e segue próximo ao Real Madrid

Aurinegros marcam dois gols na primeira etapa, mas os portugueses descontam com Bruno César

Dortmund leva a melhor sobre Sporting fora de casa e segue próximo ao Real Madrid
Foto: Divulgação/Uefa
Sporting
1 2
Borussia Dortmund
Sporting: Rui Patrício; Schelotto, Coates, Rúben Semedo, Zeegelaar; William Carvalho; Gelson Martins, Elias (Bruno César Min. 60), B. Ruiz (André Min. 79); L. Markovic (J. Campbell Min. 65), Dost. Técnico: Raul José
Borussia Dortmund: Bürki; Ginter (Rode Min. 71), Sokratis, Bartra (Piszczek Min. 68), Passlack (Burnic Min. 90+2); Weigl; Pulisic, Kagawa, M. Götze, Dembélé; Aubameyang. Técnico: Thomas Tuchel
Placar: 0 – 1 Min. 9 Aubameyang, 0 – 2 Min. 43 Weigl, 1 – 2 Min. 67 Bruno César.
ÁRBITRO: Damir Skomina (Eslovênia) Cartões Amarelos: Passlack (Min. 48), Elias (Min. 54), Schelotto (Min. 68). J. Campbell (Min. 76), Rode (Min. 76), Bruno César (Min. 86), Bürki (Min. 88).
INCIDENCIAS: Partida Válida Pela 3ª rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2016/17. Estádio: José Alvalade/Lisboa (Portugal)

No José Alvalade, em Lisboa, o Sporting enfrentou o Borussia Dortmund pela terceira rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2016/17, em jogo válido pelo Grupo C, nesta terça-feira (18). Os aurinegros venceram pelo placar de 2 a 1 com gols de Aubameyang e Weigl. Para os leões o gol foi marcado pelo brasileiro Bruno César.

O resultado manteve o time alemão na liderança do Grupo C com sete pontos. Já os portugueses estão em terceiro com três pontos.

As duas equipes voltam a se enfrentar no Signal Iduna Park no dia 2 de novembro. Pela Liga Sagres os leões enfrentam o Tondela nesse mesmo estádio. Os aurinegros pela Bundesliga vão até o Audi-Sportpark pegar o Ingolstadt, as partidas serão realizadas no próximo sábado (22).

Aurinegros são mais eficientes e marcam dois gols na primeira etapa

Quem começou atacando foram os leões, aos dois minutos Schelotto cruzou a bola na área a defesa afastou e sobrou para Gelson Martins, mas o jogador arriscou por cima da meta de Bürki. Mas foram os aurinegros que abriram o marcador: aos nove minutos, ótimo passe de Mario Götze, que deu na medida para Aubameyang, o atacante ganhou na disputa de Ruben Semedo e mandou na saída do goleiro Rui Patrício.

Depois, o atacante gabonês teve outra oportunidade ao mandar de cabeça após cruzamento de Weigl. Em seguida foi à vez de Pulisic, o jovem jogador arrancou do campo de defesa e arrematou mal. Os leões tiveram duas boas chances. A primeira aos 29 minutos: Gelson Martins cruzou na cabeça de Dost, mas o holandês cabeceou pra fora. Logo depois foi a vez do brasileiro Elias, o ex-jogador do Corinthians ganhou a disputa de Passlack só que arriscou mascado ao gol de Bürki.

Mas os aurinegros levavam perigo quando chegavam ao ataque. Aos 35 minutos, Ginter cruzou na área Rui Patrício saiu mal e na sobra Aubameyang arriscou no canto só que o goleiro português defendeu. Aos 43 minutos, os visitantes aumentaram o marcador em grande jogada de Weigl, o volante se livrou dos marcadores e arriscou no canto esquerdo de Rui Patrício, aumentando a vantagem para sua equipe, antes do intervalo. Foi o primeiro gol do jogador como profissional.

Bruno César marca, mas não evita a derrota em casa

Na etapa final, os leões voltaram melhor e foram pra cima do time aurinegro e logo com um minuto de bola rolando, Gelson Martins fez grande jogada e arriscou em cima de Bürki, o goleiro suíço fez boa defesa. Mais tarde foi a vez de Bas Dost, o atacante foi acionado e arriscou para longe.

Os aurinegros só chegaram ao ataque apenas na bola parada em cobrança de escanteio batida por Dembélé, o francês mandou na cabeça de Sokratis e o zagueiro mandou por cima. Aos 22 minutos, os portugueses descontaram depois de recuada de Bartra para Bürki, o árbitro Damir Skomina deu tiro livre indireto. Em jogada de dois lances, William Carvalho ajeitou para Bruno César e o brasileiro mandou uma bomba, marcando um belo gol para sua equipe voltar à partida.

Por pouco os mandantes não chegaram ao empate aos 24 minutos. Zeegelaar levantou a bola na cabeça de Dost que desviou com perigo sobre o gol aurinegro. Outra oportunidade veio com Schelotto, o lateral arriscou cruzado, Bürki fez a defesa e na sobra à defesa afastou.

No melhor lance do time aurinegro na etapa final, Pulisic pegou a sobra da defesa e arriscou a bola no travessão, quase marcando o terceiro gol. Depois os leões tiveram outra chance de empatar o confronto no arremate cruzado de Gelson Martins, a bola passou com perigo e André chegou atrasado não conseguindo desviar.