Dortmund bate Sporting, garante classificação e assume liderança do Grupo F

Gol solitário de Adrian Ramos foi suficiente para mais uma vitória dos aurinegros na competição

Dortmund bate Sporting, garante classificação e assume liderança do Grupo F
Foto: Reprodução/BorussiaDortmund
Borussia Dortmund
Sporting
Borussia Dortmund: Bürki; Ginter, Sokratis, Bartra, Guerreiro; Weigl; Pulisic, Castro (Piszczek, min. 69), Götze (Rode, min. 69), Dembélé (Schürrle, min. 46); Ramos. Técnico: Thomas Tuchel
Sporting: Rui Patrício; P.Oliveira, Semedo, Coates, Zeegelaar; Bruno César (Adrien, min. 58), William; Schelotto, Ruiz (Markovic, min. 77), Gelson; Castaignos. Técnico: Jorge Jesus
Placar: 1 - 0, min. 12, Adrian Ramos.
ÁRBITRO: Danny Makkelie (HOL). Cartões Amarelos: Semedo (min. 11), Castaignos (min. 20), Guerreiro (min. 65), Zeegelar (min. 75)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 4ª rodada da fase de grupos da Uefa Champions League, disputado no Signal Iduna Park, em Dortmund. Público: 65.849 torcedores

O Borussia Dortmund recebeu, nesta quarta-feira (2), o Sporting-POR em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Uefa Champions League, em Dortmund, no Signal Iduna Park.  As  equipes, que haviam se enfrentado na rodada anterior com vitória dos alemães por 2 a 1, voltaram a se enfrentar nesta rodada, com mais uma vitória dos aurinegros, garantindo a classificação antecipada para a próxima fase de competição.

Danny Makkelie (HOL) foi o responsável por arbitrar a partida, que terminou em 1 a 0 para os aurinegros, com gol de Adrian Ramos, que jogou na vaga de Aubaymeang, uma vez que o goleador da equipe teve problemas com o técnico Thomas Tuchel.

O Dortmund voltará a campo pela Champions League no dia 22, quando receberá o Légia Varsóavia, enquanto o Sporting terá um complicado confronto com o Real Madrid, em Portugal. Enquanto os alemães jogarão em busca da liderança do grupo, os portugueses agora visam garantir o 3º lugar e a qualificação para a disputa das fases eliminatórias da Uefa Europa League.

Adrian Ramos dá vantagem merecida aos aurinegros

O Dortmund começou a partida indo para cima da defesa do Sporting, com o intuito de imprimir uma pressão nos primeiros quinze minutos, para abrir o placar e conseguir administrar o placar. E foi exatamente o que aconteceu, através de Adrian Ramos, substituindo Aubameyang, que por problemas internos com o treinador Thomas Tuchel, ficou de fora da partida.

Aos doze minutos da etapa inicial, após boa jogada de Ginter, o colombiano finalizou para o fundo das redes, não dando chances ao arqueiro Rui Patricio. Depois do gol os mandantes continuaram dominando a posse de bola e trocando mais passes, no entanto Bartra quase deixou tudo a perder, perdendo a bola dentro da área, permitindo que Gelson Martins tivesse a chance de igualar o marcador, que foi impedido pelo goleiro Bürki, em uma excelente intervenção.

Alguns minutos depois, Martins ameaçou novamente, mas Bartra, diferente do lance anterior, conseguiu impedir a finalização por parte do jogador português. Os visitantes cresceram depois dessas oportunidades, mas não conseguiram empatar o jogo na primeira etapa.

Dortmund controla o jogo e vence mais uma na Champions League

Na volta para a etapa complementar, Tuchel promoveu uma alteração, com Dembélé dando lugar a André Schürrle, que recentemente voltou de lesão, enquanto Bas Dost entrou na equipe portuguesa, visando ao menos um empate, que quase veio com Bruno César, em finalização de fora da área, todavia Bürki defendeu, evitando o gol de empate dos visitantes.

O ritmo da partida diminuiu, com o Dortmund gerenciando a posse de bola, aproveitando a vantagem no placar, enquanto o Sporting, após a entrada de Adrien Silva, se mostrou mais perigoso na partida, criando mais oportunidades de perigo, mas sem qualquer sucesso. Em resposta aos avanços dos portugueses, Schürrle, em cobrança de falta, quase ampliou a vantagem, mas Rui Patrício fez uma excelente defesa.

Nos minutos finais o Dortmund controlou a partida e administrou a vitória, que garantiu a classificação da equipe para a próxima fase da Champions. A equipe comandada por Tuchel busca agora a manutenção da liderança do grupo.