Após 'castigo', Aubameyang marca quatro e comanda vitória do Dortmund sobre Hamburgo

Gabonês brilha e afunda dinos ainda mais na lanterna da Bundesliga

Após 'castigo', Aubameyang marca quatro e comanda vitória do Dortmund sobre Hamburgo
Foto: Divulgação/Uefa
Hamburgo
2 5
Borussia Dortmund
Hamburgo: Adler; Diekmeier (Hunt Min. 69), Djourou, Cléber (Ekdal Min. 31), Spahic, Douglas Santos; G. Sakai, Jung; N. Müller, Gregoritsch; Lasogga (Waldschmidt Min. 52). Técnico: Markus Gisdol
Borussia Dortmund: Bürki; Ginter, Sokratis (Passlack Min. 81), Bartra, Piszczek; Rode; Castro, Guerreiro, Pulisic (Dembélé Min. 68), Emre Mor (Schürrle Min. 68); Aubameyang. Técnico: Thomas Tuchel
Placar: 0 – 1 Min. 4 Aubameyang, 0 – 2 Min. 23 Aubameyang, 0 – 3 Min. 27 Aubameyang, 0 – 4 Min. 48 Aubameyang, 1 – 4 Min. N. Müller, 1 – 5 Min. 76 Dembélé, 2 – 5 Min. 81 N. Müller.
ÁRBITRO: Sascha Stegemann (ALE) Cartões Amarelos: Sakai (Min. 68), Douglas Santos (Min. 85).
INCIDENCIAS: Partida Válida Pela 10ª rodada da Bundesliga 2016/17. Estádio: Volksparkstadion/Hamburgo (Alemanha) Público: 57.000 Pagantes.

No Volksparkstadion, o Hamburgo recebeu o Borussia Dortmund em jogo válido pela décima rodada da Bundesliga 2016/17, neste sábado (5). Com atuação brilhante de Aubamenyang, os aurinegros venceram por 5 a 2. Após perder o jogo da Champions League contra o Sporting, o atacante marcou quatro vezes e comandou a vitória. Dembélé anotou o outro gol do BVB, enquanto Nicolai Müller descontou para os dinos.

O triunfo fez o Borussia Dortmund alcançar 18 pontos e ascender à quinta colocação. Já o Hamburgo continua afundado na última colocação da liga alemã, com apenas dois pontos.

A próxima partida do Hamburgo é contra o Hoffenheim, na Rhein Neckar Arena, no próximo dia 20. Enquanto que o Borussia Dortmund fará o Der Klassiker contra o Bayern de Munique, no Signal Iduna Park, no dia 19. Não haverá rodada na próxima semana por conta dos jogos da data Fifa.

Envolvente, Aubameyang marca três gols em 27 minutos

Não demorou muito para o Borussia abrir o placar. Aos quatro minutos, numa descida de Guerreiro pela esquerda, o português serviu para Emre Mor arriscar, Adler deu rebote nos pés de Aubameyang, que mandou para o fundo do gol.

O segundo saiu aos 23 minutos numa falha terrível de Djourou, o zagueiro e capitão do time hamburguês foi tentar tocar para Adler, mas Emre Mor foi mais esperto e tomou a bola do jogador e em seguida deu para Aubameyang só empurrar para as redes, aumentando a vantagem.

A equipe visitante jogava com facilidade e por pouco não fez mais um gol Emre Mor, o turco recebeu de Aubameyang e mandou por cima. Só que no lance seguinte o atacante gabonês marcou mais um após intervenção de Bartra, o espanhol cabeceou para frente e o jogador ganhou na velocidade dos marcadores e mandou no canto esquerdo de Adler que ainda tocou na bola.

E o time da casa tentou esboçar uma reação no fim da primeira etapa, Diekmeier levantou a bola na área e Müller cabeceou pra fora uma boa chance de descontar para sua equipe.

Dortmund marca mais dois e conquista a vitória após quatro jogos

No inicio da segunda etapa os aurinegros fizeram o quarto aos 3 minutos em uma falha terrível da defesa hamburguesa a bola sobrou para Pulisic tocar para Aubameyang arriscar ao gol e marcar seu quarto gol no jogo.

Mas os dinos descontaram aos 10 minutos em um lançamento que saiu do campo de defesa, Waldschmidt desviou de cabeça para Nicolai Müller disparar em velocidade e sair na frente de Bürki e fazer o primeiro gol do time do norte da Alemanha.

Depois o time mandante teve um gol invalidado de Gregoritsch, o árbitro Sascha Stegemann viu falta do jogador austríaco em cima de Ginter.

Os aurinegros deram uma relaxada na partida, mas foram perigosos quando chegavam ao ataque e aos 24 minutos Guerreiro levantou a bola na área na cabeça de Sokratis, só que o grego mandou por cima.

Só que aos 31 minutos marcaram o quinto gol Aubameyang serviu para Dembélé, o francês sem marcação arriscou de canhota e deixa sua marca na partida.

Ainda os dinos fizeram o segundo gol aos 36 minutos com participação do brasileiro Douglas Santos que passou para Ekdal em seguida tocar para Müller dominar e arrematar ao gol, diminuindo para sua equipe, mas era tarde demais.