Bayern condena tratamento de Man United a Schweinsteiger e nega venda de Müller ao clube

O sonho do Manchester United em contar com Müller parece ter chegado ao fim após declarações de dirigente do Bayern

Bayern condena tratamento de Man United a Schweinsteiger e nega venda de Müller ao clube
Imagem: Divulgação/ManchesterUnited

O campeão do mundo com a seleção alemã em 2014, Bastian Schweinsteiger, voltou a ser notícia pelo mundo, mas não pelo seu retorno aos gramados, e sim pelo tratamento do Manchester United com o alemão, algo que gerou revolta por parte do Bayern de Munique, ex-equipe de Basti, levando o clube a afirmar que jamais venderá Müller para os ingleses.

Devido ao tempo afastado do time principal – o alemão chegou a treinar com o time sub-23 do Manchester United, por ordem de Mourinho -, um dirigente do Bayern declarou que jamais venderá Thomas Müller aos Red Devils, uma vez que a cúpula diretiva dos alemães demonstrou imensa insatisfação com o tratamento recebido por Schweini pelo técnico português do United.

Müller nunca jogará no United. Nossos torcedores jamais nos perdoariam caso vendêssemos ele. Ele não vai passar o que Schweinsteiger está passando. Quando Bastian foi para o United, a torcida já ficou descontente, no entanto ele, com 31 anos, estava disposto a viver algo novo”, salientou Edmund Stoiber, presidente do Conselho Assessor do Bayern.

Schweinsteiger, de 32 anos, fez apenas 18 aparições na temporada passada sob o comando de Van Gaal, mas fez sua primeira partida com Mourinho apenas na noite passada, quando o United derrotou o West Ham em jogo válido pela EFL Cup.

Vale-se ressaltar que Thomas Müller sempre foi um grande objetivo do Manchester United, que inclusive teria chegado a oferecer €85 milhões de euros (aproximadamente R$309 milhões no câmbio atual) dos red devils, todavia a proposta foi rapidamente rechaçada, por Müller ser um dos jogadores favoritos da torcida do clube alemão.