Rafinha espera preencher vazio deixado pela aposentadoria de Philipp Lahm

O brasileiro espera estabelecer-se como o sucessor do ídolo alemão, que se aposentou na última temporada

Rafinha
espera preencher vazio deixado pela aposentadoria de Philipp Lahm
Divulgação: Bundesliga

Rafinha viveu bons e maus momentos por jogar ao lado de Lahm desde a sua chegada aos bávaros, em 2011, até a aposentadoria do lateral-direito no final da temporada passada. O jogador teve a oportunidade de jogar com regularidade na era Guardiola, pois o alemão jogava como meia.

Com Carlo Ancelotti, foi limitado a apenas 20 jogos – sendo divididos entre Bundesliga e Champions League.

Porém, o presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, vem confirmando publicamente que Joshua Kimmich seria a principal opção do clube no futuro. Irritado, o defensor do Gigante da Baviera deixou claro quem é o responsável pelas as escolhas dentro de campo.

"Rummenigge pode dizer o que ele quiser. Acho que ele tem aqui o seu trabalho, mas o treinador é Carlo Ancelotti. É ele quem decide se cada jogador entra ou não", afirmou.

Rafinha que espera uma extensão de seu contrato, que se encerra em 2018, anseia ter números de jogos nesta:"Espero poder jogar mais, tenho a qualidade para fazer isso. Joguei com Philipp por seis anos e mesmo assim, tenho 200 jogos pelo Bayern de Munique", disse.