Uth faz dois, Hoffenheim tem grande atuação defensiva e derrota Bayern

Equipe de Julian Nagelsmann conta com desempenho defensivo perfeito, aproveita as chances e bate gigante bávaro

Uth faz dois, Hoffenheim tem grande atuação defensiva e derrota Bayern
Foto: Alex Grimm/Bongarts/Getty Images
Hoffenheim
2 0
Bayern de Munique
Hoffenheim: Baumann; Kaderabek, Bicakcic, Nordtveit, Hübner, Zuber (Schulz); Amiri, Geiger (Polanski), Demirbay, Kramaric; Uth (Ochs)
Bayern de Munique: Neuer; Kimmich, Javi Martinez, Hummels, Rafinha (Ribéry); Rudy (Robben), Thiago, Tolisso; Coman, Lewandowski, Müller (James Rodriguez).
Placar: 1-0, 26', Mark Uth; 2-0, 51', Mark Uth.
INCIDENCIAS: Partida entre Hoffenheim e Bayern de Munique, válida pela terceira rodada da Bundesliga

Eficácia, sabedoria e qualidade defensiva: esses foram os adjetivos que podem definir a grande vitória do Hoffenheim sobre o Bayern de Munique nesse sábado (9), em uma partida válida pela terceira rodada da Bundesliga. Na Wirsol Rhein-Neckar Arena, a equipe de Julian Nagelsmann conseguiu os três pontos graças a dois gols de Mark Uth.

Com o resultado, o Bayern não conseguiu se manter na liderança da competição – já que o Borussia Dortmund empatou com o Freiburg – e caiu para a quinta colocação, com 6 pontos. O Hoffenheim, por sua vez, divide a liderança com os aurinegros e o Hannover com 7 pontos – ocupando a segunda posição por conta do saldo de gols.

As duas equipes voltarão à campo durante o meio da próxima semana: na terça-feira (12), o Bayern terá um compromisso contra o Anderlecht na Allianz Arena pela primeira rodada do Grupo B da UEFA Champions League. O Hoffenheim fará a sua estreia na Europa League na quinta-feira (14), contra o Braga.

Lateral polêmico marca a primeira etapa

Os primeiros minutos da partida deram a impressão que seria um atropelamento da equipe bávara, já que, nos primeiros minutos, o time de Carlo Ancelotti começou com tudo e, logo aos 6 minutos, conseguiu uma bola no travessão após uma cabeçada de Lewandowski em um levantamento de Müller.

Com o tempo, porém, o Bayern não conseguiu repetir os perigosos ataques e parou numa grande atuação defensiva da equipe comandada pelo jovem Julian Nagelsmann. O Bayern manteve a posse de bola na maior parte do jogo, mas não conseguia levar perigo à meta defendida por Baumann. Na verdade, o Hoffenheim assustou mais nas poucas vezes que chegou ao ataque.

Uth foi o cara do jogo (Foto: AFP/DANIEL ROLAND)
Uth foi o cara do jogo (Foto: DANIEL ROLAND/AFP)

Aos 27 minutos, o primeiro gol e uma enorme polêmica: após um chutão vindo da defesa, Hummels saiu do campo ao isolar a bola em lateral, o croata Kramaric pediu ao gandula uma rápida reposição e tocou para Mark Uth. Como em cobranças laterais a regra do impedimento não é válida, o atacante do Hoffenheim entrou cara a cara com Neuer e marcou graças a um chute rasteiro com a perna esquerda.

Apesar de toda a polêmica gerada por isso e as reclamações dos jogadores do Bayern, o gol foi validado e a partida seguiu. Contudo, a história anteriormente vista se repetira: os bávaros tinham a bola mas não conseguiam passar da excelente defesa do Hoffenheim, que jogou com 5 homens na linha à frente do goleiro.

Hoffenheim conta com gol relâmpago para dobrar o placar

Com a desvantagem no placar, os comandados de Carlo Ancelotti voltaram ao gramado com a intenção de atacar e tentar conquistar o empate ainda nos primeiros minutos da partida. O ímpeto ofensivo do Bayern, porém, foi por água à baixo: aos seis minutos, Zuber recebeu um lindo passe de Amiri e, com liberdade, rolou para trás e Mark Uth colocou a bola no canto de Neuer e dobrar a vantagem.

Com a vantagem no placar e a força vindo das arquibancadas, o Hoffenheim tinha o total controle da partida. Ancelotti tentou reverter a situação colocando Robben no lugar de Rudy, mas não conseguiu passar da excelente atuação defensiva por parte da equipe de Julian Nagelsmann.

Baumann também foi importante (Foto: Getty Images Sport/Simon Hofmann)
Baumann também foi importante (Foto: Simon Hofmann/Getty Images)

Já na parte final da partida, o Bayern foi para o abafa com as entradas de James Rodriguez e Franck Ribéry, mas com isso outro personagem apareceu na partida: o goleiro Oliver Baumann. Com 35 minutos, ele fez uma grande defesa após uma cabeçada de Javi Martinez. Quatro minutos mais tarde, ele foi importante ao fazer uma defesa dupla, em chute de Lewandowski e posteriormente no rebote de Robben.

Desse jeito, o Bayern de Munique passaria em branco e conheceria a sua primeira derrota nessa Bundesliga. O Hoffenheim, por sua vez, derrota o rival bávaro em seus domínios assim como fizera na última temporada e se consagraria graças a uma atuação muito inteligente taticamente, com uma grande participação defensiva.