Estreante Leipzig sai na frente, mas cede empate para Monaco em casa

Touros vermelhos realizaram uma boa partida, mas ficaram na igualdade diante do Monaco

Estreante Leipzig sai na frente, mas cede empate para Monaco em casa
Foto: Divulgação/Bundesliga
RB Leipzig
1 1
Monaco

RB Leipzig realizou nesta quarta-feira (13) sua primeira participação na história da Uefa Champions League diante do Monaco, campeão francês na última temporada, enquanto os touros vermelhos conseguiram um surpreendente vice-campeonato na Alemanha. Em um confronto franco na Red Bull Arena, as equipes empataram por 1 a 1, com gol de Forsberg para os mandantes e Tielemans para a equipe do principado.

Retomando as atenções para suas competições nacionais, o Leipzig jogará novamente em casa, diante do Borussia Mönchengladbach, no sábado, às 13h30. Já o Monaco, no mesmo dia, busca recuperação no campeonato francês diante do Strasbourg, 12h, após revés avassalador por 4 a 0 para seu grande rival, o Nice.

Jogando diante de sua torcida em um momento histórico – participação inédita na Uefa Champions League, o Leipzig não se intimidou perante o Monaco, equipe sensação da Europa na temporada passada, e logo foi para o ataque, criando algumas chances de perigo. Aos 33’ a defesa dos visitantes falhou e permitiu que Forsberg, livre de marcação, avançasse sem ser incomodado, facilitando a vida do dinamarquês, que surpreendeu Benaglio e bateu direto para o gol, abrindo o placar para os touros vermelhos.

A alegria dos donos da casa, no entanto, não durou muito. Um minuto depois, o Monaco chegou ao empate através de Tielemans, após boa jogada de Diakhaby pela esquerda. O belga parou em boa defesa de Gulacsi, mas foi mais esperto para mandar a bola para as redes e igualar o marcador.

Já na etapa complementar o Leipzig continuou ameaçando muito mais, principalmente com Timo Werner – sem sucesso. Augustin, logo após entrar em campo, quase causou um impacto imediato, porém Benaglio executou uma excelente intervenção para evitar que o time da casa retomasse a liderança no placar. Mesmo insistindo bastante, o Leipzig não conseguiu furar a defesa do Monaco, que por outro lado, teve atuação pouco inspirada, principalmente de Falcão, maior esperança de gols da equipe do principado.