Hoffenheim sai na frente, mas cede virada para Braga na Europa League

Portugueses anotaram dois gols em um espaço de cinco minutos e conquistaram uma importante vitória na Alemanha

Hoffenheim sai na frente, mas cede virada para Braga na Europa League
Foto: Divulgação/Bundesliga
Hoffenheim
1 2
Braga
Hoffenheim: Baumann, Bicakcic (Hübner, min. 46), Vogt, Nordtveit (Ochs, min. 69), Kaderabek, Rupp, Grillitsch (Polanski, min. 56), Demirbay, Schulz, Kramaric, Wagner. Técnico: Julian Nagelsmann
Braga: Matheus, Rosic, Esgaio, Raul, Sequeira, Goiano, Danilo, João Carlos (Horta, min. 78), Vukčević, Sousa (Fransérgio, min. 61), Paulinho (Koka, min. 83). Técnico: Abel Ferreira
Placar: 1 - 0, min. 25, Sandro Wagner. 1 - 1, min. 45+1, João Carlos. 1 - 2, min. 50, Dyego Souza
ÁRBITRO: Bobby Madden (ESC). Cartões Amarelos: Nordtveit (min. 42), Silva (min. 87), Demirbay (min. 89)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 1ª rodada da fase de grupos da Europa League

Surpresa na Alemanha. O Hoffenheim recebeu o Braga nesta quinta-feira (14) pela rodada de abertura da fase de grupos da Uefa Europa League, na Rhein-Neckar-Arena. Após ter provocado mais uma surpresa ao bater o Bayern de Munique na rodada passada da Bundesliga, o Hoffe decepcionou diante de sua torcida em sua primeira participação internacional ao sofrer um revés por 2 a 1 para os portugueses do Braga. Sandro Wagner abriu o placar para o time da casa, mas João Carlos e Dyego Sousa viraram para os visitantes.

As equipes agora retomam as atenções para seus respectivos campeonatos nacionais, ambos no domingo (17). O Hoffenheim, novamente em casa, receberá o Hertha Berlin, enquanto o Braga, também jogando diante de sua torcida, tem confronto marcado contra o Vitória de Guimarães.

Hoffenheim domina etapa inicial, mas sofre empate no fim

Diante de sua torcida, o Hoffenheim teve um início de jogo bem consistente, dominando as ações no meio-campo e levando perigo a meta do goleiro adversário. A primeira chance real ocorreu após uma bola em profundidade de Demirbay para Kaderabek, que acertou a trave, assustando a defesa do Braga, que no lance seguinte, permitiu que Sandro Wagner, totalmente livre, mandasse de cabeça para o fundo das redes, abrindo o placar na Alemanha.

O gol era uma questão de tempo, uma vez que o time alemão dominava completamente as ações ofensivas na partida. Após o gol sofrido, a equipe portuguesa aumentou sua intensidade dentro da partida, mas ainda sem conseguir causar qualquer impacto real na defesa alemã. O Hoffenheim, inclusive, quase aumentou sua vantagem depois de boa jogada de Nico Schulz, que achou Kramaric livre – e a finalização parou no goleiro Matheus, em uma grande intervenção.

O castigo para o Hoffe chegou no último minuto da primeira etapa, quando em sua primeira chance real de perigo, o Brasil chegou a igualdade. João Carlos, também de cabeça, igualou o marcador depois de uma bela jogada de Ricardo Esgaio.

Braga marca no início da etapa final e conquista triunfo importante na Alemanha

Assim como no fim da primeira etapa, o Braga voltou extremamente perigoso para a etapa complementar, e o alerta foi dado logo nos primeiros minutos, novamente em jogada de Ricardo Esgaio, todavia o impedimento foi assinalado. Sem entender o recado, o Hoffenheim sofreu a virada alguns minutos depois e mais uma vez com Esgaio, dessa vez em jogada pelo flanco direito, servindo Dyego Sousa, que só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes.

Com dois gols em apenas cinco minutos, a equipe da casa ficou apática e perdeu a intensidade de jogo imposta na etapa inicial – refletida no comportamento da torcida, muito calada em comparação ao jogo diante do Bayern de Munique.  O panorama da partida só se alterou nos minutos finais, quando, de forma desesperada, a equipe de Julian Nagelsmann foi atrás busca do empate, mas sem muita efetividade na criação de jogadas. Kramaric, aproveitando bola rebatida na área, tentou um lance acrobático, mas a finalizou foi para fora.

Apesar de um primeiro tempo promissor, o Hoffenheim nunca parece próximo de igualar o marcador na etapa final, e acabou derrotado em sua estreia na Europa League.