Ulreich falha, Wolfsburg reage e busca empate contra Bayern na Allianz Arena

Suplente de Manuel Neuer cometeu falha clamorosa e permitiu início de reação dos Lobos

Ulreich falha, Wolfsburg reage e busca empate contra Bayern na Allianz Arena
Foto: Divulgação/Bundesliga
Bayern de Munique
2 2
Wolfsubrg
Bayern de Munique: Ulreich, Kimmich, Boateng, Hummels, Rafinha, Rudy, Vidal (Tolisso, min. 63), Robben (James, min. 85), Müller, Ribéry (Coman, min. 85), Lewandowski. Técnico: Ancelotti
Wolfsubrg: Casteels, Verhaegh, Tisserand, Uduokhai, William (Kuba, min. 46), Itter, Camacho (Didavi, min. 73), Guilavogui, Arnold, Malli, Orig (Bazoer, min. 85). Técnico: Schmidt
Placar: 1 - 0, min. 33, Lewandowski. 2 - 0, min. 42, Robben. 2 - 1, min. 56, Arnold. 2 - 2, min. 86, Didavi.
ÁRBITRO: Christian Dingert. Cartões Amarelos: Vidal (min. 13), Tisserand (min. 18), William (min. 25)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela sexta rodada da Bundesliga 2017-18

Bayern de Munique e Wolfsburg se enfrentaram nesta sexta-feira (22) na partida de abertura da 6ª rodada da Bundesliga na Allianz Arena, e empataram por 2 a 2. Após um pênalti polêmico, o Bayern abriu vantagem na etapa inicial com gols de Lewandowski e Robben, enquanto Arnold e Didavi buscaram o empate para os lobos.

O empate deixou o Bayern de Munique em 2º lugar, de forma provisória, com 13 pontos, impedindo que os bávaros superassem o Borussia Dortmund – que ainda joga na rodada, dentro de casa, diante do Gladbach. Já o Wolfsburg, por sua vez, conquistou um excelente resultado fora de casa, levando a equipe ao 11º lugar.

Na próxima rodada os lobos jogam dentro de casa, contra o Mainz 05, no sábado (30). Já o Bayern tem compromisso pela Uefa Champions League na quarta-feira (27) perante o poderoso Paris Saint Germain, em um confronto de suma importância para as equipes na competição internacional.

Bayern conta com pênalti polêmico para abrir vantagem

Após um triunfo confortável fora de casa diante do Schalke 04, imaginava-se que o Bayern teria vida tranquila frente o Wolfsburg na Allianz Arena, e pelo principio de jogo, era algo factível. Controlando as ações da partida, o Bayern teve domínio da posse de bola nos minutos iniciais, no entanto, os lobos, com novo comando – Martin Schmidt assumiu na rodada passada – mostraram uma consistência defensiva superior a apresentada nas rodadas inicias, impedindo chances de perigo por parte dos bávaros.

A defesa dos visitantes estava aguentando firme até que o juiz assinalou um pênalti extremamente polêmico de Tisserand em Robert Lewandowski – o polonês, que não tinha nada com isso, converteu com categoria, abrindo o placar na Allianz Arena. O centroavante converteu as últimas quinze cobranças de penalidade na Bundesliga.

Mesmo não jogando o seu melhor futebol e com o Wolfsburg apresentando boa resistência, o Bayern chegou ao segundo gol através de Arjen Robben em um lance fortuito: o holandês partiu em velocidade para cima da defesa adversária e arrematou de fora da área, contando desvio em Rafinha para ampliar a vantagem bávara.

Martin Schmidt arrisca, Wolfsburg conta com falha de Ulreich e busca empate

Apesar do resultado adverso no placar, o Wolfsburg havia produzido bem na etapa inicial – essencialmente na parte defensiva – e o treinador Martin Schmidt, consciente de que sua equipe poderia buscar um resultado melhor, promoveu a entrada de Kuba na vaga do brasileiro William. O ex-jogador do Dortmund, em poucos minutos, criou algumas oportunidades de perigo pelo flanco direito.

A entrada de Blaszczykowski foi fundamental, mas o gol do Wolfsburg veio através de uma falha clamorosa do arqueiro Ulreich em cobrança de falta de Arnold – o arqueiro tentou defender com apenas uma das mãos e foi surpreendido pelo chute do meio-campista da seleção sub-21 da Alemanha.

Confiante, o Wolfsburg não se intimidou e foi para cima do Bayern de Munique, chegando ao empate após um lançamento magnífico para Verhaegh, que levantou para a área com perfeição, encontrando Didavi mandar para o fundo das redes em uma bela cabeçada, que ainda tocou na trave antes de entrar.

O Bayern ainda tentou incomodar nos minutos finais, mas sem sucesso.

Alemanha