Aubameyang revela decepção por não ter saído do Borussia Dortmund

Em entrevista à rádio francesa RMC, o atacante aurinegro trouxe à tona as especulações feitas ao jogador no PSG, Marselha e Milan, a sua relação atual no Dortmund e sua desilusão com o Real Madrid

Aubameyang revela decepção por não ter saído do Borussia Dortmund
Não contente por não ter sido transferido, Aubameyang foca no trabalho no Borussia Dortmund (Foto: Getty Images)

Rumores da saída de Pierre-Emerick Aubameyang do Borussia Dortmund já era dado como certo no final da temporada 2015/2016 da Bundesliga. A permanência de Aubameyang na equipe aurinegra na temporada seguinte, garantiu que o atacante conquistasse o troféu de artilheiro da competição com 31 gols. Porém, o futuro do jogador ainda continuava incerto no clube e novamente era especulada a sua saída.

A temporada 2017/2018 começou e Auba novamente permaneceu no plantel do Dortmund, e os rumores foram silenciados. Até que o atacante revelou a situação vivida em entrevista à Rádio Monte Carlo (RMC), da França, nesta última quinta-feira (21) no programa Team Duga, declarando o seu descontentamento por não deixar o clube alemão e ir para o Paris Saint-Germain.

"No início do mês de junho, encontrei-me com Nasser al-Khelaïfi [presidente do PSG]. Foi pouco antes da chegada de Antero Henrique. Mas quando este chegou ao clube, decidiu que não me queria contratar", contou o jogador gabonês.

+ Segundo jornal francês, PSG fez oferta milionária para contratar Aubameyang

Contudo, a insatisfação de Aubameyang não se aplica ao Dortmund: “Há decepção [por não ter saído], mas, o que quer que aconteça, estou feliz por ficar porque me sinto bem aqui. Não é um problema, vamos trabalhar duro aqui".

Também foi questionado se houve algum contato do Olympique de Marselha para contrata-lo, mas Auba enfatiza que não houve nenhuma conversa: "É um clube histórico e claro que podia ser interessante. A nível pessoal, não estou muito seguro quanto ao projeto deles, mas isso é apenas um palpite. Se eles querem chegar ao título e um lugar ao sol na cena europeia, vai ser preciso fazer um pouco melhor".

Sabendo sobre a sua vontade de jogar no Real Madrid e da promessa feita ao seu falecido avô madridista que defenderia o clube blanco, Aubameyang se mostrou desiludido do sonho ao responder a pergunta feita no programa: "Não tenho mais sonhos. Não vou mais falar de Madri, eu tenho feito isso. Eu estou muito bem em Dortmund. Eu sinto que os clubes não se atrevem a chegar muito perto de me levar. Talvez já não me desejem. Pessoas que me subestimam, vou continuar a provar-lhes o que posso fazer, onde estou. Estou inevitavelmente frustrado”, declarou.

+ Aubameyang reafirma desejo de jogar no Real Madrid, mas ressalta: "No futuro nós veremos"

Na entrevista, perguntaram se não estava interessado em um novo desafio e o jogador acabou comentando sobre uma proposta feita pelo Milan para voltar ao clube: "Houve uma abordagem do Milan, eles me ofereceram algo, não havia muitas diferenças entre o que eu ganho aqui e ali, o que eu poderia reivindicar. Eu estava muito interessado no projeto, não aconteceu por vários motivos".

+ Aubameyang admite vontade de voltar ao Milan, mas afirma: "Eles estão dormindo"

Outro clube que pareceu interessado em Aubameyang foi o Tianjin Quanjian, da China, que chegou a fazer uma grande proposta. O gabonês criticou a atitude do time e disse que desconsiderou a oferta:  "Eu não levei a sério a (proposta da) China. Faltou profissionalismo. Eles saíram do seu caminho para nos enviar uma oferta por escrito, seja para o clube ou para mim. Um desastre, francamente, eles vieram aqui, eles partiram, eles disseram que iriam voltar e eles não voltaram”.