Robben mostra total insatisfação com Ancelotti: "Meu filho tem treinador melhor na escola"

Meia holandês foi citado como um dos jogadores responsáveis pela demissão do ex-treinador do Bayern de Munique

Robben mostra total insatisfação com Ancelotti: "Meu filho tem treinador melhor na escola"
Foto: TF-Images/Getty Images

A demissão de Carlo Ancelotti do comando técnico do Bayern de Munique continua a render assuntos e comentários, mesmo com alguns dias após a ocorrência do fato. Nesta segunda-feira (2), o problema de relacionamento entre jogadores e comissão técnica ficou ainda mais evidente como o principal motivo para a saída do treinador italiano.

O meia Arjen Robben não teria poupado críticas ao método de trabalho usado por Ancelotti e fez comparações em relação ao filho. “O treinador do meu filho na escola é melhor e mais capacitado que o Ancelotti”, disse o atleta em entrevista aos meios de comunicação da Alemanha.

As reclamações foram enumeradas pela imprensa germânica. De acordo com a revista Bild, além de Robben, Franck Ribéry, Thomas Müller, Mats Hummels e Jérôme Boateng se dirigiram ao diretor de futebol Karl-Heinz Rummenigge e alegaram insatisfação com Ancelotti e com o preparador físico Giovani Mauri.

Além disso, Xabi Alonso e Philipp Lahm, aposentados ao fim da última temporada, também não teria gostado dos métodos de trabalho. Um outro ponto de insatisfação seria a proximidade de Carlo Ancelotti com James Rodríguez e Thiago Alcántara, o que incomodava o grupo por suspeitar que os dois atletas influenciavam na escalação do time titular.

O zagueiro Mats Hummels, que voltou à titularidade no último fim de semana e balançou as redes, negou qualquer conversa e formação de pequenos grupos para forçarem a saída do italiano. “Não tive nenhuma conversa com companheiros de time em que falamos sobre qualquer tipo de insatisfação ou por não ter jogado em Paris. Não faço ideia de onde surgiu esta informação. Ancelotti se despediu na sexta-feira de maneira emocionante”, afirmou o defensor.

Foto: Odd Andersen|AFP|Getty Images

Ribéry lesionado

Um dos possíveis responsáveis pela saída de Ancelotti, o meia Franck Ribéry se lesionou na última rodada válida pela Bundesliga e volta a ficar um longo tempo fora dos gramados. Segundo informações divulgadas pelo próprio clube, o francês sofreu ruptura parcial do ligamento externo do joelho esquerdo. A princípio, não será necessária nenhuma intervenção cirúrgica, e o retorno deve ser em três meses.

“O joelho do jogador será tratado de maneira conservadora. Ribéry usará uma tala de articulação durante as próximas semanas, e começará em breve as primeiras fases de recuperação. Posteriormente, a equipe médica do Bayern irá aumentar sua carga de trabalho. Lamentamos muito que Franck se machucou. Todos nós desejamos a ele que se recupere o mais rápido possível”, disse a nota.

O Bayern de Munique empatou com o Hertha Berlin no último domingo (1º). O resultado deixou a equipe na vice-liderança da Bundesliga, com 14 pontos, cinco em relação ao líder invicto Borussia Dortmund. O time volta a entrar em campo no sábado (14), quando encara o Freiburg na Allianz Arena.