APOEL e Borussia Dortmund empatam e permanecem sem vencer na Champions

Equipes somam um ponto em três rodadas e se complicam quanto à classificação às oitavas de final

APOEL e Borussia Dortmund empatam e permanecem sem vencer na Champions
Foto: Khaled Desouki|AFP|Getty Images
APOEL
1 1
Borussia Dortmund
APOEL: Waterman (Gudiño, min. 45); Vouros, Merkis, Jesús Rueda e Roberto Lago; Vinícius, Nuno Morais, Zahid, Ebecilio (Sallai, min. 72) e Aloneftis; Igor de Camargo (Poté, min. 30). Técnico: Girogios Donis.
Borussia Dortmund: Bürki; Bartra, Sokratis Papastathopoulos, Toprak (Toljan, min. 59) e Schmelzer (Philipp, min. 73); Weigl, Kagawa e Mario Götze; Yarmolenko (Isak, min. 82), Aubameyang e Pulisic. Técnico: Peter Bosz
Placar: 1-0, Poté, min. 62. 1-1, Sokratis Papastathopoulos, min. 67.
ÁRBITRO: Aleksei Kulbalkov (BLR), auxiliado por Dmitri Zhuk (BLR) e Oleg Maslyanko (BLR)|Cartões amarelos: Ebecilio (APO, min. 20), Toljan (BVB, min. 77), Weigl (BVB, min. 84), Sokratis Papastathopoulos (BVB, min. 87), Poté (APO, min. 87) e Sallai (APO, min. 88)
INCIDENCIAS: Partida válida pela terceira rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2017-18, realizada na tarde desta terça-feira (17) e disputada no GSP Stadium, em Nicósia, capital do Chipre

APOEL e Borussia Dortmund se encontraram na tarde desta terça-feira (17) com o objetivo de vencer para manterem as chances de classificação às oitavas de final da Uefa Champions League em condições normais. Mas a situação de ambas ficou complicada após o confronto. As equipes empataram em 1 a 1 no GSP Stadium, em Nicósia, capital do Chipre, pela terceira rodada da fase de grupos. Poté abriu o placar para os donos da casa, mas Sokratis Papastathopoulos empatou em seguida.

Com o resultado, as equipes permanecem sem vencer na competição internacional, somam apenas um ponto cada, a seis de distância dos líderes Real Madrid e Tottenham. O jogo decisivo quanto ao futuro das equipes na UCL vai ser disputado no começo de novembro, no Signal Iduna Park, em Dortmund.

Os times entram em campo no próximo fim de semana pelas respectivas competições nacionais. O Borussia Dortmund vai encarar o Eintracht Frankfurt na Commerzbank Arena às 10h30 do sábado (21), pela Bundesliga. Por sua vez, às 14 horas, o APOEL encara o AEK Lanarca, na AEK Arena, pelo Campeonato Cipriota.

Foto: Alexandre Simões|Borussia Dortmund|Getty Images
Foto: Alexandre Simões|Borussia Dortmund|Getty Images

Primeiro tempo travado

Os primeiros 45 minutos do duelo no Chipre foram travados, com poucas oportunidades e finalizações claras de gol. Além da marcação dos mandantes funcionarem como o esperado em sua estratégia de anular os ataques do adversário, os cruzamentos eram cortados pela defesa e os escanteios foram decisivos para a reduzida quantidade de ataques. Foram duas chances para o APOEL e cinco cobranças para o Dortmund.

A primeira boa finalização veio aos 15 minutos, quando Igor de Camargo se livrou bem da marcação na área e chutou para o gol. A finalização foi com muito perigo e passou muito perto do lado direito da trave. As respostas dos alemães não eram boas. As finalizações de longa distância passavam longe da meta, e a defesa da casa não era assustada em nenhum momento.

Os cipriotas sofreram com as lesões inesperadas no primeiro tempo. O técnico Giorgios Donis foi forçado a realizar duas modificações, ambas por problemas médicos. O atacante Igor de Carmargo e o goleiro Waterman tiveram que sair e foram substituídos por Poté e Gudiño, respectivamente. Na parte final, o APOEL ainda tentou abrir o placar quando Ebecilio recebeu cruzamento de Aloneftis, mas Bürki fez segura defesa.

Foto: Alexandre Simões|Borussia Dortmund|Getty Images
Foto: Alexandre Simões|Borussia Dortmund|Getty Images

BVB sai atrás, busca empate e pressiona, mas não consegue virada

O segundo tempo foi bem mais movimentado e melhor de assistir. O jogo travado deu lugar a uma partida em que as duas equipes foram mais ao ataque em busca da preciosa vitória, tão necessária de olho na classificação. Os escanteios continuaram como recursos a serem utilizados.

O primeiro gol do jogo veio com o APOEL, mesmo com o Borussia Dortmund mais presente no campo ofensivo. Aos 17 minutos, Bürki falhou mais uma vez no torneio europeu e Poté não encontrou dificuldades para empurrar a bola para as redes e abrir a contagem em favor dos cipriotas. Porém, a resposta foi quase que imediata e eficiente. Cinco minutos depois, Mario Götze fez belo e longo passe na cabeça de Sokratis Papastathopoulos. O zagueiro grego apenas desviou no canto esquerdo e empatou o jogo para os aurinegros.

Com o empate, o Dortmund foi ao ataque em busca da virada. Tentou colocar o elenco mais forte e qualificado como diferencial para conseguir um triunfo importante longe de seus domínios. Dois minutos depois do empate, Kagawa foi o primeiro a tentar. O japonês criou espaço e arriscou de longe. A bola acertou em cheio o travessão e saiu. Nos minutos finais, mas duas oportunidades boas ao BVB. Aos 40, Kagawa tocou para Pulisic; o atacante bateu com muito perigo e a bola tirou tinta da trave direita. No último lance, Aubameyang foi acionado dentro da área e finalizou de cabeça, mas Gudiño fez a defesa e manteve a igualdade no placar como resultado final.